Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Foto: cut.org.br

Análise: quais segmentos dão vitória folgada a Lula, segundo o Datafolha

Por Miguel do Rosário

28 de março de 2022 : 16h24

Negros, baixa renda, católicos, mulheres, jovens, nordestinos. Os segmentos onde Lula tem mais votos precisam ser observados com atenção. 

Com base nos últimos números do Datafolha, fizemos uma série de gráficos e tabelas que ilustram bem onde se reúnem as tropas do ex-presidente, no embate com seu principal adversário, Jair Bolsonaro. 

Comecemos pelos votos femininos.

Importante lembrar que as mulheres correspondem a 53% dos eleitores, segundo o próprio Datafolha. 

No histórico do simulado para Lula e Bolsonaro no segundo turno, o petista manteve, nas cinco últimas pesquisas, uma distância em torno de 30 pontos, sem grande variações. Se a eleição fosse hoje, 60% das mulheres votariam em Lula e somente 29% votariam em Bolsonaro no segundo turno. 

Como o ex-presidente é uma liderança muito conhecida (segundo o Datafolha, 99% o conhecem), esse voto em Lula é bastante consolidado.

A propósito, os segmentos mais decididos são exatamente aqueles mais propensos a votar em Lula, como famílias de baixa renda. Entre eleitores com renda familiar até 2 salários, 69% responderam que estão totalmente decididos, percentual acima da média geral, que é de 67%. No nordeste, 74% dos eleitores estão totalmente dedidos. 

O eleitor de Lula está particularmente determinado: 78% dos entrevistados que declararam voto em Lula responderam que estão totalmente decididos, uma diferença bem grande para o eleitor do Ciro, por exemplo, cujo grau de certeza é de apenas 27%. 

Continuemos. Outro segmento que chama atenção pelo lulismo é o eleitor de cor preta. Segundo o Datafolha, Lula vem mantendo uma distância de mais de 40 pontos sobre Bolsonaro nesse extrato da sociedade brasileira, nas simulações de segundo turno. Na pesquisa de março, Lula pontuou 66%, contra 24% de Bolsonaro, entre eleitores pretos. 

Num eventual segundo turno com Bolsonaro, o ex-presidente Lula ganha em todos os extratos raciais, mas a vantagem cai a medida em que o eleitor embranquece. 

Entre pardos, Lula vem mantendo uma vantagem de 20 pontos desde a primeira pesquisa da série do Datafolha. Hoje tem 55% contra 34% de Bolsonaro, neste segmento.

Entre brancos, a vantagem de Lula é menor, mas ainda assim expressiva, 10 pontos: o petista venceria Bolsonaro por 49 X 39. Interessante notar que Lula avançou dois pontos neste segmento, na pesquisa de março.

 

Vamos para os segmentos de renda. Em primeiro lugar, considere a pizza abaixo, com os percentuais aproximados do peso dos principais extratos de renda usados pelo Datafolha. Os eleitores com renda familiar até 2 salários, representam quase 60% do eleitorado brasileiro. 

É exatamente junto a esse extrato, de eleitores com renda familiar até 2 salários, que Lula vem mantendo a maior vantagem sobre Bolsonaro. No histórico das últimas cinco pesquisas do Datafolha, o petista fica mais de 40 pontos à frente do capitão. Nessa última pesquisa, o placar foi de 65% a 25%. 

O mesmo segmento, quando observado no histórico da pesquisa espontânea, também apresenta liderança firme de Lula. Bolsonaro cresceu para 16%, mas nada muito longe dos 14% que tinha em setembro do ano passado. Lula, por sua, tem o dobro disso: 32%. 

Outra faixa de renda expressiva, que corresponde a 31% do eleitoral, é aquela com renda familiar média entre 2 e 5 salários. Nesse extrato, Bolsonaro tem uma performance melhor, empatando com Lula, embora Lula mantenha pequena vantagem matemática: 45% X 43%. 

O segmento da sociedade com renda familiar entre 5 e 10 salários corresponde a 8% do eleitorado e os que recebem acima de 10 salários, a apenas 2,6%. Entretanto, estes setores costumam ser muito influentes em momento de campanha política, então é preciso prestar atenção neles. 

Segundo o Datafolha, Lula manteve seu patamar de 43% nesse extrato, contra 45% de Bolsonaro. 

Entre quem ganha mais de 10 salários, Bolsonaro ganha, com vantagem de 11 pontos, mas o petista vem crescendo nos simulados de segundo turno. Lula tinha caído para 35% em setembro, subiu para 38% em dezembro, e hoje tem 41% nesse extrato mais rico. 

 

Outro segmento onde Lula tem um desempenho impressionante é a juventude. Entre eleitores com idade entre 16 e 24 anos, que representam 17% do eleitorado nacional, Lula vem mantendo uma vantagem superior a 30 pontos desde o ano passado, nas simulações de segundo turno com Bolsonaro. 

Abaixo, publicamos algumas tabelas, que serviram de base para os gráficos. 

Os links para os últimos cinco relatórios do Datafolha são esses:

  1. Maio de 2021.
  2. Julho de 2021.
  3. Setembro de 2021.
  4. Dezembro de 2021.
  5. Março de 2022.

 

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Emanuel

30 de março de 2022 às 23h38

Com Bolsonaro quando não na base da rachadinha é em quilômetros ouro, o governo mais corrupto da história do país é este de Bolsonaro, não fez absolutamente nada em 4 anos, só roubo, passear, brincar

Responder

Raphael

29 de março de 2022 às 09h46

Porque não faz sentido a sua ideia

Responder

Jhonatan

28 de março de 2022 às 21h03

Maconheiros, banqueiros e mercado financeiro, rentistas privados que lucram com a dívida pública, grande imprensa, trogloditas ideológicos, criminalidade em geral, artistas globais, ditaduras do Foro de São Paulo e por aí vai…

Responder

Uganga

28 de março de 2022 às 19h22

Em qualquer pais minimamente civilizado esse Pilantra estaria na cadeia junto a Dirceu, Palocci, Cunha e Cia…

Terçeiro Mundo eterno.

Responder

William

28 de março de 2022 às 16h52

Lula sabe que os brasileiros querem dinheiro, se elege com esse papo e os coitados acreditam…como o Lula vai meter dinheiro na mão dos brasileiros dessa vez se estão todos no SPC…?

Com o crédito não vai ser, vai ser de que jeito dessa vez…?

A esquerda fazem essas promessas rasteiras terceiromundistas e depois tem que manter se querem votos de novo…

Não quero nem imaginar…

Que alguém ajude oa coitados dos brasileiros.

Responder

Fanta

28 de março de 2022 às 16h46

Os brasileiros após as promessas de glória eterna da esquerda foram estimulados ao crédito e babando por dinheiro compraram sem poder, alguém disse pra ele que não eram mais pobres, os idiotas acreditaram e a merda foi feita.

Enquanto isso em Brasilia a festa com o dinheiro dos mesmos brasileiros rolou solta por anos sem ninguém saber de nada…

O resto é história…

Responder

Tony

28 de março de 2022 às 16h37

Porquê não fazer uma comparação com as mesmas pesquisas de 2018.. ?

Responder

Deixe um comentário para Jhonatan

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina