Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Mamãe Falei insufla o MBL e diz que vai ‘cair atirando’

Por Redação

12 de abril de 2022 : 14h43

O deputado estadual Arthur do Val, o Mamãe Falei (União Brasil-SP), disse nesta terça-feira, 12, ordenou que os membros do Movimento Brasil Livre (MBL) fiquem na porta da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) durante a sessão do Conselho de Ética que vai decidir pela cassação do seu mandato.

Vale lembrar que o parlamentar disse em um áudio sexista que as mulheres ucranianas eram “fáceis porque são pobres”. A declaração foi feita enquanto ele fazia uma suposta missão humanitária no país europeu em meio a guerra contra a Rússia.

“Eu vou ser cassado amanhã. Tem (grandes possibilidades). Então vou para cima e vou falar a minha versão. Mas se for para cair, vou cair atirando. Se cortarem a minha cabeça, vai nascer três no lugar. Isso (cassação) não é sobre quem eu falei, mas sobre quem eu sou”, disse ao podcast Inteligência Ltda.

Por sua vez, o MBL anunciou que aguarda a presença entre 100 e 200 pessoas na entrada da Alesp para se manifestar contra a cassação do parlamentar.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

17 de abril de 2022 às 13h52

No cafezinho é assim, você escreve 100 comentários aparece 1

Responder

carlos

17 de abril de 2022 às 10h50

Eu sinto muito, que o conselho de ética, possivelmente, tenha sido criado, as pressas para julgar o caso do Arthur Duval , gente precisa de uma reflexão, quantos casos não aconteceu aí mesmo nesse plenário que se tomaram outras providências alternativas, existem penas alternativas que podem ser aplicadas, o deputado se desculpou publicamente reconheceu seu erro, isso por se só é uma grandeza. Então eu queria lembrar só o caso do deputado que passou a mão nas partes íntimas da sua colega, então vamos só refletir e se chegar ao bom censo, punição alternativas sim como prestar serviços, a comunidade doando 500 cestas básicas a comunidades carentes, ir a igreja do reino das testemunhas de Jeová, a única que não tem pastor rico financeiramente, somos ricos sim das graças de Jeová, não tem nenhuma pastor envolvido com lavagem de dinheiro e nem com tráfico de drogas por fim punição sim cassação não.

Responder

carlos

15 de abril de 2022 às 20h45

A questão é a seguinte o mamãe falei, realmente errou pediu desculpas, pelo que falou, o bolsonaro no meio de uma sessão plenária, disse que só não estrupava a colega de trabalho porque era muito feia, domínio do fato se fosse uma mulher bonita certamente ele estruparia, fato: não aconteceu nada, com bolsonaro, conselho de ética vagabundo, e justiça condecende, e Rui Barbosa dizia a justiça não pode ser justiça se for condecende, aí vem pergunta qual a diferença entre o caso do Arthur Duval e o do bolsonaro?

Responder

Batista

15 de abril de 2022 às 14h12

Alguém precisa avisa-lo que já caiu…, falando.

Responder

Paulo

13 de abril de 2022 às 23h18

Ele está sendo escolhido pra bode expiatório. Devo bradar que é injusto…Tantos corruptos que se safam e ele, que combate – ao que tudo indica – a corrupção, é banido? Tem algo errado nessa conta, está claro…

Responder

EdsonLuíz.

12 de abril de 2022 às 15h05

O Mamãe Falei Merda vai ‘cair atirando’… no prôprio pé!

Responder

Deixe um comentário para Batista

Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno?