Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Divulgação

Terceiro suspeito pelo assassinato de Bruno e Dom se entrega a Polícia

Por Redação

18 de junho de 2022 : 11h25

Neste sábado, 18, o comitê de crise coordenado pela Polícia Federal do Amazonas informou que o terceiro suspeito de envolvimento no assassinato do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista Bruno Araújo, na Amazônia, foi preso.

O homem identificado como Jefferson Lima da Silva, o “Pelado da Dinha”, estava foragido e se entregou na delegacia de Atalaia do Norte na manhã de hoje.

Segundo o delegado Alex Perez Timóteo, Jeferson tem participação direta no caso, da emboscada até a ocultação dos corpos.

“Conforme todas as provas, todos os depoimentos colhidos até o momento, ele estava na cena do crime e participou ativamente do duplo homicídio ocorrido”, disse o delegado em entrevista coletiva.

Ainda sobre o caso, outros cinco suspeitos são investigados pela PF. Além do Pelado da Dinha, também já estão detidos os irmãos Amarildo Oliveira da Costa, o Pelado, e Oseney da Costa de Oliveira. Pelado confessou sua participação no assassinato da dupla. 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Manoel

19 de junho de 2022 às 13h19

As fronteiras brasileiras , tem mais furos que ” queijo suíço” . Entra-se por terra , ar e mar , com ou sem passaporte . As Instituições que deveriam ter o controle , ao contrário , pedem aos Cartéis , permissão para ir e vir . Abdelmashi fugiu por Ponta Porã de roupão geriátrico , e com o suporte do Soro Hospitalar . O cara-de-cavalo , o Allan passou por ali de táxi , e o Olavo de Carvalho , convalescente de uma cirúrgia , em uma maca . Marinha , exército e Aeronáutica , se concentram no Rio , em Copacabana , esperando o inimigo imaginário que nunca virá , sob o Sol de Verão . Esta novela fez sua estréia em 1889………

Responder

Aldene

18 de junho de 2022 às 13h20

Estes assassinatos estão muito parecidos com o do neozelandês Peter Blake Que foi assassinado em 2001 , no Amazonas pela mesma razão , foi fazer um trabalho ambiental e foi assassinado pela mesma razão.

Responder

Zulu

18 de junho de 2022 às 11h35

Trabalho exemplar da PF e dos outros envolvidos.

Responder

Deixe um comentário para Manoel

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina