Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Reprodução

YouTube derruba live de Bolsonaro sobre fraude nas eleições

Por Redação

19 de julho de 2022 : 09h57

Nesta terça-feira, 19, o YouTube retirou do ar a live transmitida por Jair Bolsonaro (PL), em julho de 2021, onde ele faz ataques e divulga fake news sobre o sistema eleitoral brasileiro. Ainda na live, o inquilino do Planalto adota teses conspiratórias.

O vídeo que foi derrubado é muito semelhante ao transmitido na noite desta segunda-feira, 18, onde o próprio Bolsonaro faz ataques, sem provas, a urna eletrônica diante de 18 embaixadores. Há possibilidade da plataforma retirar essa última do ar.

Durante seu discurso, Bolsonaro citou mais uma vez a existência de um inquérito que investiga um “ataque hacker” no sistema eleitoral no pleito de 2018.

Ainda no discurso, Bolsonaro disse falsamente que existe “milhares de códigos-fonte” e a “várias senhas de autoridades” e que isso permitiu “alteração de dados de partidos e candidatos” e “até mesmo excluir nomes e trocar votos entre candidatos”.

Por sua vez, o TSE já esclareceu em nota que “o código-fonte dos programas utilizados passa por sucessivas verificações e testes, aptos a identificar qualquer alteração ou manipulação” e que “nada de anormal ocorreu”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Carlos Bananaro

19 de julho de 2022 às 12h00

As urnas eletronicas nao existem, sao uma alegoria carnavalesca como tudo nesse pais.

Responder

Jonathan

19 de julho de 2022 às 10h56

O Brasil se apaixonou pela censura de um tempo pra cà.

Responder

Deixe um comentário para Carlos Bananaro