Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Divulgação

Giovana Ewbank e Bruno Gagliasso falam sobre os ataques racistas contra seus filhos

Por Redação

01 de agosto de 2022 : 10h15

Na noite deste domingo, 31, os atores Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso falaram em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, sobre os ataques racistas sofridos pelos seus filhos Titi e Bless. Os ataques partiram de uma mulher em um restaurante em Portugal.

Durante a entrevista, Giovanna falou sobre o estabelecimento. Segundo ela, “é um restaurante que a gente gosta muito de ir, porque a gente sempre encontra muitas pessoas pretas no restaurante. Para os nossos filhos, a gente acha muito importante estarem em ambientes com pessoas pretas”.

Ainda nas palavras de Giovanna, “a mulher estava dizendo muitas coisas. Entre elas, dizendo ‘pretos imundos’, ‘voltem para a África’”.

Foi nesse momento que Bruno também relatou o que a mulher disse: “Portugal não é o lugar para vocês, vão embora daqui”.

Giovanna completou dizendo: “acho que ela nunca esperava que uma mulher branca fosse combatê-la como eu fui, daquela maneira. Eu sei que eu, como mulher branca, indo lá confrontá-la, a minha fala vai ser validada”.

“Eu não vou sair como a louca, a raivosa, como acontece com tantas outras mães pretas, que são leoas todos os dias, assim como eu fui nesse episódio”, destacou.

A partir daí, Bruno questiona: “O que será que teria acontecido se fôssemos pretos, eu minha mulher?”.

“Teria essa atenção toda se fôssemos pais pretos de crianças pretas?”, finaliza Giovanna.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jhonatan

01 de agosto de 2022 às 21h09

Por qual motivo uma senhora deveria xingar dois meninos dentro de um restaurante no meio de outras dezenas de pessoas… aínda mais com termos racistas..qual o motivo ?

Faltam pedaços nessa história contada a partir do final.

Responder

Paulo

01 de agosto de 2022 às 20h08

O racismo é odioso, e, quando praticado contra crianças, é ainda mais abjeto…No entanto, sempre haverá racismo, preconceito religioso, político, xenofobia, etc, pois os seres humanos não são máquinas de racionalidade. O importante é impedir que a discriminação possa implicar em perda de oportunidades na vida, e isso é tarefa educacional e do Governo, especialmente do Parlamento e da Justiça, mas não através de cotas raciais, sexuais, etc, que apenas o perpetuam e ainda com vigor redobrado…

Responder

EdsonLuíz.

01 de agosto de 2022 às 18h23

Abusos de quaisquer natureza se confronta com informação, educação, conscientização, nunca com truculência. Nunca!

Mas compreende-se uma reação mais enérgica e indignada de um pai ou uma mãe contra o agressor no calor da agressão sofrida pelo filho.

Fora do descontrole compreensível que provoca a agressão no momento em que ela ocorre, ser igual ao agressor e fazer apologia e incentivo da agressão só desmascara o violento que trazemos dentro de nós.

O ódio espalhado na política e na vida brasileira em geral há décadas é produto da índole autoritária dos que são incapazes de assimilar verdadeiramente a democracia, o progressismo e a cultura civilizada.

Esses autoritários ainda por cima são vadios e se dizem democratas e progressistas.

Responder

Ugo

01 de agosto de 2022 às 18h03

Ser racista com os próprios filhos eu nunca tinha visto…é coisa de lacradores da Globo assinantes da cartinha pela democracia do mensalão e do petrólão.

Responder

Ronei

01 de agosto de 2022 às 18h00

Não há o que comentar, tem só as declarações desses dois racistas que vão em um restaurante ou outro porque tem negros e não pela comida.

Não há imagens a não ser essa maluca gritando, declarações da outra parte, nada… só o Globo no meio que por si só já desqualifica qualquer coisa.

Uma pessoa xingando uma menina pela cor da pele do nada eu nunca vi nem nos filmes.

Se ouve algo a ver com racismo era só chamar a polícia e fazer denuncia, o Portugal não é o Brásil….eles fizeram ?

Tá mais para Brasileiros ignorantes fazendo brasilice mundo afora.

A cena do vídeo parece com uma palhaçada das novelas com as quais não há a mínima dúvida que o Brasileiros aprendem a se comportar como equinos das orelhas compridas.

A dupla jornal nacional e novela das 9 é numa bomba de imbecilização e não é a toa que não muda há décadas…

Responder

Fanta

01 de agosto de 2022 às 17h51

Dois idiotas da “Globe”.

Responder

Alexandre Neres

01 de agosto de 2022 às 16h23

Fogo nos racistas!

Responder

Regina

01 de agosto de 2022 às 11h15

Os valores se inverteram e, quem poderia ter a razão do seu lado a perdeu por completo. A mãe deveria ser a primeira a manter a educação e equilíbrio perante a situação, na presença das crianças que tanto alega proteção. Todos os lados estão fora de sintonia perante a razão, e não é Portugal o centro do racismo, e sim, o ser humano que ainda não percebeu NADA de NADA nesta vida.

Responder

Deixe um comentário para Ronei