Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Foto: Gabriel de Paiva/Agência O Globo

Em discurso raivoso, Bolsonaro volta a atacar Barroso

Por Redação

02 de agosto de 2022 : 10h44

Nesta terça-feira, 2, Jair Bolsonaro (PL) voltou a destinar ataques contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso. O discurso raivoso contra o magistrado foi proferido durante entrevista a Rádio Guaíba.

Bolsonaro se referiu a Barroso como “criminoso” por sua atuação contra a PEC que tinha como proposta a volta do voto impresso no Brasil. A proposta foi arduamente defendida pelo governo, mas foi derrotada no Plenário da Câmara.

“O Barroso foi para dentro do Congresso, mudaram os integrantes da comissão, e nós perdemos no voto o projeto do voto impresso. Houve uma interferência direta do ministro Barroso no Parlamento, o que a Constituição diz que não pode”, esbravejou Bolsonaro..

O inquilino do Planalto continuou vociferando contra o ministro ao dizer o seguinte: “É um crime. O Barroso é um criminoso. E depois ele vai para fora do país participar de evento sobre como derrubar presidente”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

02 de agosto de 2022 às 21h17

O miliciano está pirado, parece que está fumando um baseado, quem não faz nada pra alguma é de dá, vamos fazer igual a Moisés, Moisés que transformou a sua vara numa serpente e comeu todas as cobras do faraó.

Responder

EdsonLuíz.

02 de agosto de 2022 às 14h51

Na política/eleições deste tristemente inesquecível ano de 2022 estamos assim:

De um lado os democratas; de outro os…
De outro os que não têm compromisso nenhum com a democracia.

Há os democratas que sempre defenderam, defendem e vão defender a democracia, aqui e acolá. Estes são os democratas verdadeiros e para eles a democracia é um valor universal, permanente e eles a defendem sem adjetivações. Defendem a democracia mesmo! Defendem a democracia aqui no Brasil, mas também a defendem na China, na Hungria, na Rússia, na Ucrânia, na Turquia, em Cuba ou na Venezuela. Defendem a democracia em todo lugar! Para estes, democracia não comporta tergiversações sacanas e capciosas para desacreditá-la, só que fingindo que são democratas, fingindo que a está apoiando enquanto a desacreditam. Democracia, para os que são realmente democratas, é aquela que você conquista! Para os que são realmente democratas a construção da democracia não acaba nunca, sua construção nunca tem fim: quando chegamos a um ponto de conquista da democracia, lutamos por mais democracia, sempre e em todo lugar!

Há os que fazem declarações de intenções democráticas, são incisivos nessas declarações de intenção democráticas, mas são sem caráter e são cínicos! Estes, enquanto dizem defender a democracia, atacam os meios de comunicação profissionais e os ameaça e constrangem; se corrompem e corrompem outros; fazem de alvo os democratas verdadeiros para atacá-los com mentiras e leviandades; se dizem agredidos pelos políticos e outros cidadãos sérios quando seus crimes são denunciados quando é mostrado que eles e seus blogues sujos apoiam ditadores, apoiam ditaduras e apoiam autocratas.

E existem também os que uma vez ou outra se dizem democratas quando vêm que o bicho está começando a pegar, como agora aqui no Brasil, mas no instante imediatamente seguinte estes mostram seus dentes amarelos de leite condensado amargo e autoritarismo, e não se importam muito, como os antidemocratas disfarçados de democratas se importam, de disfarçarem para todos não verem que eles são obscurantistas. Os dois autoritarismos populistas, tanto o dito ‘de direita’ e como o dito ‘de esquerda’, são obscurantistas, mas um é obscurantista disfarçado; já o outro, é obscurantista escrachado mesmo!

Nesta triste eleição de 2022 para presidente:

i) No primeiro grupo, de democratas verdadeiros, independentemente das discordâncias que se tenha com eles, temos a Simone Tebet e Ciro Gomes;

ii) No segundo grupo, de disfarçados de democratas sem serem verdadeiramente democratas e sim apoiadores de autoritários, temos…;

iii) No terceiro grupo, de autoritários escrachados, temos…

Edson Luiz Pianca.
edosommaverick@yahoo.com.br

Responder

Alexandre Neres

02 de agosto de 2022 às 14h29

Eu gostaria de agradecer efusivamente salnorabo e o gado, trolls, bots, haters, minions, especialmente Andressa e seus filhotes (Bandoleiro, Querlon, Zulu, Galinzé, Tony, Ronei, Ugo, Jhonatan, Valeriana, Fanta etc.).

Quem acompanha política e o STF sabe que os ministros Fachin, Barroso e Xandão são notórios antipestistas. Ao agir dessa forma obtusa e destrambelhada, essa turba joga os referidos ministros no colo do Presidente Lula. Muito obrigado!!! Muuuuuuuuuu

Responder

Paulo

02 de agosto de 2022 às 12h27

Barroso, o mais qualificado ministro do STF, em conhecimento jurídico. Porém, a sua defesa exacerbada de pautas “progressista”, sem nenhum respeito inclusive aos conservadores e até às vidas humanas, o desqualifica, moralmente…

Responder

Dutra

02 de agosto de 2022 às 11h17

Tá na hora de Micheque colocar uma focinheira nessa Mula! Senão ele vai ter o registro da candidatura cassada pela legislação eleitoral!

Responder

Bandoleiro

02 de agosto de 2022 às 10h57

Barroso é outro que nao consegue ficar no lugar dele….o simples fato desse tal de STF estar todos os dias em algum lugar ad midia, no meio de polemicas, fazendo comentarios politicos, ecc…é sinal que estao ultrapassand os limites deles.

Essa gente deve sumir do mapa, do twitter, das revistas, dos microfones, ecc…ficar sò no lugar deles e todos os problemas que criam sao resolvidos automaticamente.

Por falta completa de oposiçào a este governo resolveram sabe-se la por qual motivo asssumir esse papel…isso nada tem a ver com democracia; isso é como de costume uma palhaçada.

Responder

Deixe um comentário para Dutra