Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Imagem: Reprodução

Ciro volta a chamar Lula de ladrão: “representa a volta da corrupção”

Por Redação

06 de setembro de 2022 : 22h18

Na noite desta terça-feira, 6, foi ao ar a entrevista do ex-ministro e candidato do PDT a presidência, Ciro Gomes, na RedeTV!, uma das emissoras alinhadas ao Governo Bolsonaro.

Durante a entrevista, o pedetista classificou o eleitor que opta por Lula no 1° turno como “meio burguês”. Além disso, Ciro disse que há cada três eleitores do petista, pelo menos um vota em Lula para impedir a reeleição de Bolsonaro.

Após essa fala, o candidato do PDT se referiu ao ex-presidente como “ladrão” e que a vitória do petista representaria a “volta da corrupção”. Mesmo com os ataques contra Lula, o pedetista diz que acredita na sua vitória rumo ao Palácio do Planalto.

“Acredito que tenho chance, porque hoje você tem entre indecisos, eleitores que votam no Lula só por uma razão: é o cara que vai derrotar Bolsonaro. Um de cada três eleitores do Lula não defende o Lula, já sabe que o Lula é ladrão, que o Lula é a corrupção de volta”, disparou Ciro.

“Já sabe que a incompetência dele produziu a tragédia econômica da Dilma, mas estão lá porque querem se livrar do Bolsonaro, e são meio burgueses, não sabem que existe um Brasil no dia seguinte para administrar, que é uma tragédia”, completou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

29 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

JOHN JAHNES

07 de setembro de 2022 às 23h52

CIRO GOMES SE TORNOU VERGONHOSAMENTE, UM POLÍTICO BOLSONARISTA ENRUSTIDO, QUE POR PERDER ELEIÇÕES PARA O PT SE TORNOU O MAIOR POLÍTICO “”QUINTA COLUNA”” DO BRASIL EM FAVOR DE BOLSONARO CONTRA O O LULA , CONBTRA O PT E CONTRA O POVO BRASILEIRO. FORA CIRO, FORA BOLSONARO..
Essa é a última eleição que o coronel nordestino CIRO GOMES, clã Gomes do Ceará, pois ele morreu poiticamente quando perdeu os votos dos eleitores da esquerda e é sabido e confirmado que a direita jamis gostou dele e também não confia nem quer ele em seus quadros.
ADEUS CIRO GOMES, talvez você se candidate a Vereador de Fortaleza e consiga se eleger. e até ser PRESIDENTE, mas da Câmara Municipal por 2 anos só. TALQUEI BOLSONARISTA ENRUSTIDO?CO

Responder

Alexandre Neres

07 de setembro de 2022 às 21h44

Ô gado, muuuu!

Como tu não é brasileiro, vá se informar sobre o último baile da Ilha Fiscal!

O clima do Brasil já é outro. Falta pouco para voltarmos aos trilhos, com inclusão social e ampliação de direitos para os cidadãos.

Hoje foi o último canto do cisne de um governo que está se desmilinguindo. Nem os presidentes dos poderes quiseram participar do fim de feira.

Rei morto. Rei posto!

Responder

Kleiton

07 de setembro de 2022 às 21h23

… já estão culpando o Cirolipa pela derrota….kkkkkk

A presunção e a arrogância desse petralhume imundo tornam tudo mais divertido.

Responder

Alexandre Neres

07 de setembro de 2022 às 21h17

Publicado originalmente no Facebook de Luis Felipe Miguel (cientista político e professor da UNB)

Qual é a de Ciro?

Ciro Gomes é um homem inteligente.

Por mais autoengano que haja (e autoengano é moeda corrente entre candidatos), ele sabe que não ganha essas eleições.

Para não dizer que as chances são inexistentes, vamos dizer que são irrisórias. Só um conjunto de milagres reverte o quadro.

Ao insistir na candidatura, Ciro sabe que reduz as chances de que Lula liquide a fatura no primeiro turno.

Por que ele insiste? E, pior, por que ele adota um discurso de linha auxiliar do bolsonarismo?

Há candidatos laranja que estão na disputa só para auxiliar Bolsonaro, como o tal Padre Kelmon, do PTB, que seria hilário se não fosse repugnante.

Mas Ciro é um político de outra estrutura, com outras pretensões.

Com sua campanha quase estagnada, incapaz de falar além de seu público fiel, ele se queima junto ao campo democrático e continua sem ter chance de disputas a extrema-direita.

Depois do fiasco parisiense de 2018, Ciro tinha a chance de se reabilitar com algum gesto de grandeza.

Mas se mostrou incapaz disso.

Insistiu no sonho vão da presidência. E, vendo que ele se desfaz novamente, deixou-se consumir pelo ressentimento.

Pode ter o plano de governo mais mirabolante e esgrimir as palavras mais difíceis (quando fala com empresários, claro, não na favela). Mas, se é guiado pelo ressentimento, não é feito da matéria dos estadistas.

Talvez, no final das contas, Ciro não seja um homem tão inteligente.

Responder

    john jahnes

    07 de setembro de 2022 às 23h59

    Ciro trem problemas mentais graves,com os tem o gencida bolsonaro. os dois poarecem ser feitos do mesmo DNA político, são semopre os melhore mas nada fazem sem que ostros lhes deem cargos e prrojetos pRA COMANDAR. cIRIO DIZ

    Responder

    john jahnes

    08 de setembro de 2022 às 00h07

    Ciro trem problemas mentais graves,com os tem o gencida bolsonaro. os dois poarecem ser feitos do mesmo DNA político, são semopre os melhore mas nada fazem sem que ostros lhes deem cargos e projetos para comandar. Ciro diz que fez a Transposição. Um blefe. Bolsonaro também diz a mesma coisa. Outro blefe maior e pior ainda. Os dois gostam tanto do poder que venderiam suas esposas parea conseguir ficar no lugar do presidente, o Ciro pela 1ª vez e o Genocida pela 2ª.
    Acho até q

    Responder

Ugo

07 de setembro de 2022 às 14h44

As esquerdetes ficam todas estressadinhas quando alguém chama o lavador de cuecas sujas da Odebrecht de ladrão….kkkkkkkkk

O debate da Band foi sò o começo…Jajá tem mais.

Responder

Francisco

07 de setembro de 2022 às 14h19

A carreira política do Narciro termina este ano, dizimada pelo próprio.

Responder

carlos

07 de setembro de 2022 às 13h50

O ciro como professor de direito constitucional é esquizofrênico.

Responder

EdsonLuíz.

07 de setembro de 2022 às 13h33

Inventar recessão econômica a mídia não pide inventar; pide apenas reportar essa recessão. Se a crise econômica, o “BuracoPT”, deu em uma recessão gigante, deu em jair bolsonaro, deu em fome e em sopa de ossos e pele de frango como comida do povo, isso é obrigação da mídia mostrar. E feliz do laís que tem uma mídia que mostra, como a nossa.

Responder

Dilmar Miranda

07 de setembro de 2022 às 13h27

Quem não o conhece que o adote. Nem os próprios irmãos conseguem manter-se aliados ao coroné lá no Ceará.

Responder

EdsonLuíz.

07 de setembro de 2022 às 13h26

Nos últimos 10 anos o Brasil apresentou um crescimento de IMENSOS 0,2%, depous que mudanças iniciadas em 2006/2007 por Lula levaram à maior recessão da história da nossa economia.

A maior recessão da história da nossa economia só poderia provocar o que provocou : o povo comendo sopa de ossos e pele de frango!

E deu em cousa ainda pior : deu em jair bolsonaro.

A mídia pode reportar a grande recessão econômica, reportar a fome, reportar o agravamento dos motivos da fome causada pela maior recessão econômica da história e mostrar que o agravamento do que já era um imenso desastre humano é culpa de bolsonaro e sua irresponsabiludade e frieza, descontados os efeitos da pandemia de Covid-19.

E é papel da mídia reportar isso; reportar o desastre Lula/Dilma-Temer cavando o “BuracoPT” e o agravamento desse buraco pela frieza humana e pelas instabilidades e confusões causadas pir bolsonaro.

Mas o desastre de provocar A MAIOR recessão de nossa história econômica e de elevar a carga tributária de já escorchantes 32% para 35% e com picos para 37% e não parar por aí, porque Lula, Dilma e o PT provocaram no seu desastre um déficite interno de quase 7%, elevando assim o gasto público federal para perto de 44%. Portanto, na prática, Lula e Dilma levaram o país a arcar com uma carga tributária de 44% a partir dos 32%que herdaram de Fernando Henrique.

Fernando Henrique herdou uma carga tributária de 29% e, para sanear o entulho econômico e social que era o Brasil –e relativamente conseguiu sanear— elevou a carga para 32%.

Dados da RFB.
Os dados de recessão econômicas são os do CODACE.

Responder

Dilmar Miranda

07 de setembro de 2022 às 13h24

Confesso que me causa asco o tipo de indigência metal (para não usar termos mais contundentes e repugnantes) de certas postagens que, para defender o coronel covarde fujão, de forma manifesta ou latente, batem na tecla da direita e extrema-direita capitaneada pela lava-jato: tudo que está aí é culpa do PT. Os mugidos dos muares encontram ressonâncias nas hostes do coronel covarde fujão.

Responder

JUsemar Sauerbronn

07 de setembro de 2022 às 12h51

Parece-me que Ciro entrou nessa campanha com o único objetivo de eleger Bolsonaro. Há meses tenho postado que ele sempre foi o 5a coluna do nazifascismo bolsonarista e trabalha, iludindo uma ruma de ciristas que, honestamente, julgava que ele era um alternativa democrata. Ciro nunca foi um democrata; é um narcisista da pior espécie. Um menino pequeno que não tolera ser contrariado. Não por acaso se moveu em mais de 9 partidos comprovando o seu oportunismo e sua falta, absoluta de qq ideologia. É um amoral e aético exemplar. Nos últimos 4 anos surfou, não se sabe como, por viagens internacionais, hotéis de luxo e, sem trabalho, aumentou o seu patrimônio em 48%. Um mágico! Hoje, 07/09, ficou clara a existência de uma parceria, que já se mostrava há tempos, entre ele e o psicopata nazifascista. O Gal Heleno confirma. Fala-se que ele seria o sucessor do zoófilo em caso de o mesmo ser reeleito. As acusações contra Lula e sua família e as mentiras que vomita só confirmam o seu caráter rasteiro. Um sem palavras que as mudas de acordo com sua conveniência. Não precisamos lembrar de suas referência elogiosas a Lula onde, entre outros elogios, afiançava a honestidade do mesmo.
Mas Ciro Airfrance é isso. Um lixo político pior do que Bolsonaro. Este nunca escondeu a sua essência e nunca traiu o seu abjeto discurso.

Responder

Partagas

07 de setembro de 2022 às 12h49

Grande Cirolipa…desce a lenha nessa estrumalha.

Responder

Alexandre Neres

07 de setembro de 2022 às 12h22

A lição mais importante já ensinada ao campo progressista foi dada por Leonel de Moura Brizola nas eleições de 1989. Depois de uma campanha às turras com o sapo barbudo, colocou Lula no colo e despejou votos nele.

Do outro lado estava um outsider com um discurso de caçador de marajás, de combate à corrupção, Fernando Collor de Melo. O discurso dos outsiders é sempre o mesmo, seja Jânio Quadros, Collor ou Bolsonaro, embora a prática seja diferente. Collor, ainda que provinciano, era um candidato legítimo do campo conservador. Mesmo assim, o campo progressista, composto por Lula, Brizola, Ulysses, Covas, Freire e Gabeira, marchou unido sob os ensinamentos de Brizola.

Hoje, a situação é muito distinta de 1989. Collor perto de Bolsonaro era um estadista. Bolsonaro é um reacionário inepto, representante dos porões da ditadura. Mesmo nos anos de chumbo tínhamos dois grupos: o lado de Geisel, um militar culto, com uma política externa razoável, pois desenvolveu as relações sul-sul, a favor de uma abertura lenta, gradual e segura, apesar de também ter mandado matar opositores, mas chamava Bolsonaro de bunda suja por não ter conseguido ascender na carreira militar; do outro, os porões da ditadura, liderados pelo general Sylvio Frota, adeptos da tortura e de praticar atentados, como o do Riocentro, para inculpar a esquerda.

O PT foi o herdeiro natural do trabalhismo de Vargas, que criou a CLT e as condições para que surgisse uma liderança popular da estirpe de Lula. O PT não reconheceu como devia as lideranças anteriores que abriram caminho para que surgisse um partido com base social e popular. Aprendeu a duras penas ao ser apeado do governo por meio de golpeachmet, o mesmo que se sucedeu com João Goulart, só que com nova roupagem. Aí o PT passou a reconhecer e dar valor ao legado deixado pelo trabalhismo, do qual é herdeiro legítimo.

Depois de o PTB ter sido usurpado de Brizola por meio de chicana do general Golbery do Couto e Silva, é triste para todos nós do campo progressista ver o papel desempenhado por Ciro Gomes, totalmente ao contrário da lição capital deixada por Brizola. Nas eleições de 2022, Ciro está se prestando ao papel de linha auxiliar do bolsonarismo.

O lugar do PDT é ao lado do PT e vice-versa. Provavelmente, após as eleições, Ciro deve abandonar o partido, como sempre fez, e seguir sua sina de lobo solitário, pois não é homem de partido nem de construções coletivas. Cid Gomes e Carlos Lupi já estão articulando a volta de uma relação estreita e frutífera com o PT no segundo turno.

Por fim, faço um apelo para que conservadores, liberais e progressistas se unam em torno de Lula para derrotar esse reacionarismo atávico que vive a nos rodear. Estado de Direito Sempre! Viva a democracia! Abaixo a barbárie!

Responder

Walfredo Ferreira da Silva

07 de setembro de 2022 às 11h47

O Coroné vai sair da politica pela porta dos fundos . Se bobear , Simone Tebet , novata em pleito presidencial vai ultrapassá-lo .

Responder

Sérgio Vital

07 de setembro de 2022 às 11h13

Ciro está usando o PDT com o único objetivo de atacar Lula.
Essa lute insana do coronel, cai acabar de destruir o pouco que sobrou do partido .
O PDT APOIANDO BOLSONARO. BRIZOLA CHORA LÁ NO CÉU.

Responder

EdsonLuíz.

07 de setembro de 2022 às 10h53

Abaixo, leia-se, ‘caos’ e não ‘caus’.

Responder

EdsonLuíz.

07 de setembro de 2022 às 10h45

Os interesses escusos que utilizam o poder estão ancorados fora dos caminhos institucionais e o instrumento desses interesses não é o executivo. O interesse dos atores escusos, pessoas e empresas, se voltam para o judiciário e, principalmente, para o legislativo.

É por isso que combater empresas corruptas e tirá-las do mercado, deixando que o mercado potencial ocupado por elas esteja aberto à ocupação por empresas saudáveis é fundamental!

Ocorre que o sucesso das forças venais no legislativo é uma realidade, e com o controle do legislativo essas forças capturam o executivo.

Claro que uma força política saudável tem que dialogar com todas as forças políticas e com seus atores. O diálogo precisa e só pode se dar com a correlação de forças que o povão apresenta com o voto. E nós sabemos que o voto do povão ainda é um voto indigente porque nem tempo ele tem para pensar no voto, sufocado que está na lida pela sobrevivência.

Sabemos que o eleitor brasileiro é muito pouco politizado e não tem nenhum interesse em mobilizar votos para um projeto de país. No Brasil, a maioria dos eleitores das classes de renda mais alta e da classe média, que poderiam se interessar pelo país, vota em nomes e por seus interesses, não vota em projetos e partidos; já os eleitores das classes mais pobres, asfixiados e completamente ocupados com a correria pela sobrevivência, votam sempre no manipulador da vez, seja esse manipulador Paulo Maluf, Fernando Collor, Lula ou jair bolsonaro. E se não fossem esses, o eleitor pobre votaria em qualquer outro enganador, por sequer ter tempo para tentar pensar em um projeto de país.

Essa é a realidade do voto no Brasil : expressa o interesse das classes mais altas associado aos interesses individuais e emergências dos eleitores das classes mais baixas.

Forças políticas como o PT e o PSOL, à esquerda, assim como o Cidadanua23 ao centro e o Partido Novo, à direita, seriam fundamentais para mudar esse quadro.

Mas o PT, com Lula, resolvel funcionar como força associada a esses interesses escusos e o PSOL, neste momento, está precisando dar uma explicação que não seja uma desculpa para a opção que fez, de se associar ao aliado da venalidade.

Ocorre que o PT e Lula, nos estados, em prejuízo até do próprio PT não venal, está trabalhando no fortalecimento das piores forças políticas ligadas a diversos partidos : o pior lado do MDB, partes pioradas do PSDB, está associado e fortalecendo Gedel Vieira na Bahia, está favorecendo Romero Jucá, e, no Rio de Janeiro, até Cláudio Castro, via André Ceciliano, fortalecendo toda a fisiologia do nordeste e do norte, principalmente no Amazonas, e por aí vai, passando mesmo pelo ACM Neto e por Luciano Biva.

Deste modo, contando com os tentáculos venais, com que já contava, da parte podre do setor financeiro, do pior das empreiteiras, grandes e pequenas, com o pior do agronegócio, com que não contava e agora já está articulado com Lula e emendado com muitos dos piores atores que compõem o centrão (os que hoje estão com bolsonaro se recompõem facilmente) e com variados candidatos e forças políticas venais, Lula já tem garantida a governabilidade para aquilo a que ele se presta.

Só não vai servir para transformar nada no Brasil, que alguma transformaçãozinha tímida ensaiada pelo antigo PSDB e por Fernando Henrique, essa Lula já destruiu lá atrás.

Mas governabilidade não será seu problema. Ele, Lula, vai disfarçar, vai fingir, para dar discurso a uma parte do PT que precisa se sustentar na mentira, mas vai cumprir o papel que vem cumprindo desde o ABC paulista, de ser instrumento da venalidade e da fisiologia. A forças políticas sérias, o PT e Lula não se associa; estas forças Lula submete ou destrói!

Se governabilidade no legislativo não será, ao menos no começo, um problema para Lula, nas ruas é que estará armado o caus.

O bolsonarismo, as bases eleitorais de bolsonaro, moralistas e inflamadas pela eleição de um corrupto, o que lhes servirá de desculpa, incendiará o Brasil com a eleição de Lula. Foi uma grande imprudência do PT indicar como candidato o seu corrupto maior!

Mas uma eleição de bolsonaro levaria ao incêndio do país do mesmo jeito, por tudo de ruim que bolsonaro representa.

Edson Luiz Pianca.

Responder

Manoel

07 de setembro de 2022 às 10h40

– Ciro perdeu e foi passear em Paris em 2018 !!!
– Ciro voltou do passeio e passou a atacar o PT , que não era Governo e poupou Bolsonaro !!!
– Ciro ficou estes últimos 4 anos parado , sem trabalhar !!!
– Ciro neste período , enriqueceu 48% !!!
– Ciro contratou João Santana , com salário de 280.000,00 !!!
– Ciro continuou passeando , viajando de Jatinho , hospedando em Hóteis 5 Estrelas !!!
Como Ciro conseguiu fazer tudo isso sem trabalhar ??? Aprendeu com Bolsonaro ou participa da ” raxada” ???
Felizmente perceberam o que já falava por aqui , mais de ano ; Ciro fez ” acerto” com Bolsonaro , desde 2018 !!! No acerto , Ciro é o Candidato a sua Sucessão !!!

Responder

carlos

07 de setembro de 2022 às 10h13

O ciro morreu e os irmãos politicamente, esqueceram de enterrar e ainda levou o que restou do PDT, infelizmente, até o presente nacional do PDT foi junto juntar os cacos do que restou do partido enquanto o outro vai se esconder ns França. Eu estou com vergonha de Leonel Brizola e Darcy Ribeiro ambos marcos do PDT antigo.

Responder

Patrice L

07 de setembro de 2022 às 03h08

Só não viu quem não quis. Ciro é o típico exemplo de pessoa que, quando a máscara cai, a cabeça pende pra direita. Nunca me enganou. Como burro não é, ele já se sabe perdedor, novamente em Paris, e se organiza desde já pra uma oposição de baixo nível ao Lula, esperando com isso estar, em 2026, à testa da direita. Inclusive da direita bolsominion sem Bozo. Calculista que é, atuará, atiçando às claras ou nos bastidores conforme cada caso, para que tanto Lula e Bozo se desgastem. Isso tudo, lógico, se sobreviver à lata de lixo da História em que indelevelmente se meteu.

Responder

William

06 de setembro de 2022 às 23h16

Estar a se falar de Lula em 2022 é patético é o retrato da tragédia cívil e cultural Brasileira.

Responder

Kleiton

06 de setembro de 2022 às 23h12

Onde este petralhume imundo colocou as mãos fez desastres. Os únicos interesses sempre foram o poder e o dinheiro para ficar no poder.

Responder

Paulo

06 de setembro de 2022 às 22h46

Sim, não vejo como o PT possa governar sem corrupção. É assim desde as conquistas de grandes cidades, pelo partido, na década de 90 do século passado, onde “o dinheiro se apanhou às arrobas”, como se dizia do ouro de Minas Gerais nos século XVII e XVIII. Zé Dirceu é a grande eminência parda por trás de Lula da Silva…

Responder

    Nelson

    07 de setembro de 2022 às 11h35

    “Sim, não vejo como o PT possa governar sem corrupção.”
    Diga para nós aí, meu chapa. Como é que tu consegues fazer tal afirmação com a convicção dos que tudo sabem? “O PT roubou tudo”, repetem à exaustão e tudo fazes coro com essa mentira.

    Procuram incutir nas nossas cabeças a tese, estapafúrdia, de que o PT a tudo controlava para que pudesse se locupletar à vontade. Tudo estaria sob controle do PT, desde os tribunais de contas às controladorias, dos ministérios públicos ao parlamento, do Judiciário à grande mídia.

    Veja o absurdo. A mesma grande mídia que, na verdade, funciona como um poder fiscalizador caso o partido no poder não seja do agrado do grande capital teria se deixado controlar pelo PT.

    A mesma grande mídia que diminui – quando não anula – radicalmente sua voracidade fiscalizatória da ação pública, quando o partido no poder governa como a grande maioria dos partidos, apenas em favor do grande capital.

    Enfim, o que tivemos, e ainda temos, é a tentativa de nos convencer de que o PT abarcou e procura abarcar a “todos os poros” da sociedade, sufocando-a, de forma a garantir um domínio absoluto. Lérias. Isto não aconteceu em momento algum.

    É sabido que na maioria das vezes – se é que não ocorreu em todas elas -, em que o PT governou capitais, grandes cidades e mesmo o país, o fez em franca desvantagem na correlação de forças com os parlamentos. E sempre enfrentou oposição acirrada do chamado 4º poder – a grande mídia – e do poder capitalista como um todo.

    Esse poder só tolerou o PT durante os pouco mais de 13 anos na presidência da república, porque ganhou rios de dinheiro, lucrou barbaridade, nos governos desse partido e deles recebeu inúmeras e injustificadas concessões.

    Ademais, tu poderias explicar como é que os governos do PT teriam roubado tudo e, ao mesmo tempo, deixado os números que exponho abaixo? Será que, assim como o governo do Bozo tem um “orçamento secreto”, os do PT tinham uma “máquina secreta de fazer dinheiro”?

    Vamos aos números, então.

    Em janeiro de 2003, o governo entreguista e corrupto de FHC entregou o poder a Lula com um montante de US$ 37 bilhões apenas em reservas internacionais. Quando o golpista, corrupto e entreguista, MiShell Temer, tomou o poder por meio de um golpe de Estado, em 2016, encontrou, na mesma rubrica, US$ 389 bilhões.

    Se o PT tivesse roubado tudo e quebrado o país, a citada rubrica não deveria estar com o “cofre raspado”? No entanto, durante os governos do PT o montante em caixa cresceu 10,5 vezes.
    Gostaria que tu me explicasses essa tremenda, bilionária, contradição entre os números verdadeiros e o que nos contam acerca dos governos do PT.

    Mas, tem mais. Sigas lendo.

    Os governos do PT criaram 18 universidades federais nos 13 anos, três meses e 17 dias em que estiveram o poder. Em seus oito anos no poder, o governo tucano de FHC não criou uma universidade pública sequer. Pelo contrário, em sua lógica neoliberal de privatizar tudo, cortou o quanto pode do orçamento das instituições públicas de ensino superior. Em benefício da expansão da educação privada e de seus lucros.

    Em 2002, a dívida líquida do setor público montava os 60% do PIB. Em 2013, esse percentual tinha caído para 34%. Aí eu tenho que perguntar. Se o PT “roubou tudo e quebrou o país”, como foi e é repetido à exaustão, esse percentual não deveria ter explodido, passado fácil, fácil dos 100%?

    A quantidade de dados a demonstrar que não houve quebra do país coisa nenhuma é grande. Por isso, vou me referir a mais um apenas.

    Em 2002, o PIB brasileiro chegava a R$ 1,48 trilhões. Em 2013, era de R$ 4,84 trilhões. Esses dados não me permitem ficar impassível; preciso perguntar. Se o PT “roubou tudo e quebrou o país”, o PIB não deveria ter caído bastante, talvez chegando à metade do que era quando o corrupto e entreguista FHC entregou a presidência a Lula?

    Para terminar, eu te afirmo que meu objetivo ao escrever tudo isso não é a defesa cega do PT, “passar cheque em branco” para o partido do “Barbudo”. De modo algum, pois não sou e nunca fui filiado a qualquer partido político e tenho um monte de críticas ao PT e a seus governos.

    Meu objetivo é desmascarar as mentiras que vêm sendo repetidas vezes sem conta e que acabam por empurrar grande parte do nosso povo para a imbecilização política, contra os interesses da nação. Não posso ver tantos absurdos a serem contados como se verdade fossem e ficar quieto.

    Também não estou aqui te convocando a se filiar ao PT ou mesmo a votar nesse partido. Estou te chamando a analisar com mais profundidade o que aconteceu no país nas últimas décadas, para além de toda a manipulação feita pela propaganda midiática.

    Analise os números que expus e reflitas um pouco. Talvez você, finalmente, se dê conta do quanto vem sendo ludibriado em todos esses anos de campanha acirrada de difamação do PT.

    Uma campanha de mentiras que nada tem a ver com os anseios e as necessidades de noventa e nove e tantos por cento do povo brasileiro, nada tem a ver com os interesses do país.

    Responder

      Paulo

      07 de setembro de 2022 às 23h07

      Nélson, eu reconheço as conquistas do PT, especialmente, como você diz, na expansão das reservas internacionais e na ampliação do ensino universitário. Mas não só. Lula reequipou as FFAA, com o apoio ao projeto do submarino nuclear, para a Marinha, e a aquisição dos caças suecos, para a Aeronáutica. E mais, Lula respeitou a lista tríplice do Ministério Público, na escolha do PGR (o que Bolsonaro, obviamente, não fez). E nomeou ministros do STF mais capacitados do que Bolsonaro o fez (pra não dizer muito mais capacitados, ainda que eu faça restrições morais a essas nomeações). Vou além. Como sempre escrevi por aqui, considero o tríplex e o sítio como da conta pessoal da Dona Marisa, que Lula, prudentemente, no campo familiar, resolveu não contrariar, mas, ao fazê-lo, traiu o estadista que poderia ter sido. Lula não se locupletou pessoalmente da corrupção, como Bolsonaro o fez e faz – até porque, o que o PT lhe paga é o suficiente para viver comodamente. Mas o esquema de corrupção, sob o Governo Lula (e Dilma), era monstruoso e obedecia a um imperador político: “o projeto criminoso de poder”, de que falou o ex-ministro do STF, Celso de Mello. Há, por trás do esquerdismo, uma solene desfeita à chamada “moralidade burguesa”, por conta da qual se considera lícito roubar o Erário para combater essa própria burguesia corrupta que se locupleta à custa dos interesses mais legítimos do povo, tais quais os interpretam, naturalmente, esses próprios esquerdistas. Só Palocci devolveu R$ 100 milhões, afora outros, que não se perca ninguém pelos números. O PT tinha um projeto de se irmanar com todos os governos de esquerda latino-americanos para se contrapor aos EUA, e eu acho, pessoalmente, isso muito perigoso para a nossa soberania – não que ache que tenhamos que nos alinhar automaticamente com os americanos. Afora a pauta cultural e identitária que vocês, esquerdistas, introduziram, de cotas raciais, sexuais, sociais, de ideologia de gênero que mina a paz social entre os brasileiros e nos conduzirá à ruína, como nação. Esse é o elemento mais nocivo aos interesses do Brasil, tal qual o vejo, e pelo qual eu nunca poderei me contemporizar com o ideário do partido, e, muito menos, perdoá-los…Um crime de lesa-pátria sem precedentes…

      Responder

        Alexandre Neres

        08 de setembro de 2022 às 00h24

        Gostei da sua resposta, Paulo. Nesses termos, dá para retomar o diálogo. Conquanto tenhamos visões distintas de mundo, partindo da sua resposta pode-se chegar a um bom termo, a um consenso mínimo, independentemente das preferências ideológicas de cada um, o que é impossível com o terraplanismo bolsonarista. Já fui muito duro com você aqui no blogue, mas gostaria que você entendesse que nós, progressistas, nos sentimos usurpados pelo golpe jurídico-parlamentar, assim como não toleramos juiz e procurador trocarem figurinhas ao arrepio do princípio da segregação das funções, considerando ainda que o juiz que instruiu o processo contra Lula nos casos do tríplex e do sítio, que produziu as provas, foi considerado parcial em decisão definitiva pelo Supremo e que o procurador não se desincumbiu adequadamente do seu mister e o edifício da acusação foi desarvorado, de sorte que tais erros não podem ser imputados a Lula, que se livrou dos processos sem mácula. Saiu ileso dos processos judiciais, outro ponto distinto são as questões morais. Não há vinculação entre uma coisa e outra, sem entrar no mérito pessoas moralmente condenáveis podem ser absolvidas em processo judicial e pessoas que não praticaram crimes podem (não deveriam) ser condenadas judicialmente em processos legítimos. Como de acordo com a nossa percepção a ordem democrática foi subvertida pela Liga da Justiça, não sou de oferecer a outra face, vou defender meu ponto de vista e as ideias que acredito com unhas e dentes. Peço desculpas pelos meus excessos. Vou evitar ser contundente contigo e espero que possamos dialogar daqui pra frente. Por exemplo, na condição de servidores públicos, sabemos que o Lula foi o melhor presidente disparado para a categoria, considerando que isso pra mim não é motivo suficiente pra votar em um candidato. Um abraço

        Responder

Deixe um comentário para carlos