Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Imagem: Divulgação

Artigo – Os partidos aliados e a candidatura ao Governo do Ceará


Por Acrisio Sena

Algumas lideranças estão utilizando espaço na imprensa para criticar a preferência do PT pela pré-candidatura da governadora Izolda Cela. Essa crítica não se sustenta. Os mesmos não compreendem a necessidade do diálogo democrático.

Em nenhum momento, questionou-se a prerrogativa do PDT em indicar o(a) candidato(a). Contudo, se seguirmos o raciocínio do senador Cid Gomes, principal líder do PDT cearense, o lançamento de quatro pré-candidaturas serve ao propósito de testar os nomes junto à aliança governista.

Portanto, PT, MDB, PP e demais aliados têm legitimidade e podem sim manifestar preferências. A construção dessa aliança, desde 2006, ganhou força e unidade justamente pela perspectiva de debate entre os aliados. Da mesma forma, difundem a tese de que o(a) candidato(a) será o(a) melhor posicionado nas pesquisas de intenção de voto.

Creio que, para o início do debate eleitoral, o recurso da pesquisa não deve ser o único método considerado. Se tivéssemos seguido, exclusivamente, essa orientação, não teríamos escolhido Camilo Santana e Roberto Cláudio – ambos iniciaram a campanha com menos de 5% das intenções de voto e foram vitoriosos.

Dessa forma, defendo que os partidos aliados devem ser consultados e envolvidos no processo. A eleição será acirrada e vai exigir unidade da aliança!

Acrisio Sena é deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores no Ceará

O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro