Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Foto: Divulgação

Blockchain e criptomoedas arrecadam mais de 19 bilhões de dólares em 2021


Não há como negar que o setor dos criptos teve uma adoção e aceitação gigantesca durante o ano de 2021, muito mais do que em qualquer outro período. Isso foi confirmado por dados compartilhados recentemente, que mostraram que o setor de blockchain e criptoativos arrecadaram mais de 19 bilhões de dólares no ano de 2021. 

Em comparação, o setor conseguiu apenas um terço desse valor no ano passado. Inclusive, recentemente duas startups conseguiram arrecadar mais de 1 bilhão de reais de investimentos cada uma, durante uma semana. Isso é algo que acontece raramente, mas dentro do setor de cripto, tem se tornado algo comum. 

Curiosamente, quem investe nesse tipo de empresa geralmente tem um perfil bem diferenciado, indo desde instituições financeiras do mercado tradicional, empresas de empreendimento de investimentos, até estrelas do esporte. No fim das contas, todo mundo quer uma fatia desse bolo fantástico que é o setor dos criptos. 

Um dos motivos pelo qual o setor cresceu tanto foi a chegada dos NFTs dentro do mercado. Para quem não sabe, esse tipo de ativo é como se fosse um item colecionável, e geralmente eles criam muito mais valor de utilidade do que qualquer tipo de item colecionável que esteja presente no mundo físico. 

Quando falamos sobre figurinhas colecionáveis, daquelas que você coloca em um álbum, a verdade é que sua utilidade é muito limitada. Basicamente, esses colecionáveis servem só como um enfeite, mas quando você traduz isso para o setor de NFTs, as coisas são bem diferentes. Nesse setor, você pode utilizar esses itens para muito mais coisas, além do que, você consegue comprovar a escassez deles, o que é extremamente atraente para colecionadores.

O que esses dados indicam de verdade?

Para muitas pessoas, esses dados são apenas um monte de números, mas a verdade é que tudo isso serve para indicar que essa indústria, da cadeia de blocos e dos criptoativos, está prosperando cada vez mais, e isso é extremamente atrativo para quem quer investir. Para iniciar a sua viagem de investimento, parta para uma plataforma de comércio criptográfico de confiança como Bitcoin Up.

A grande maioria dessas empresas estatais tem o hábito de utilizar seus fundos de investimento para melhorias em infraestrutura, equipe, marketing e também serviços. Isso é feito para que elas possam ser capazes de impulsionar a adoção do setor de cripto dentro da população mundial, tornando esse tipo de mercado muito mais presente no dia a dia das pessoas. 

Há muito espaço para crescimento dentro do setor de cadeia de blocos, e o consenso geral é de que essa tecnologia vai ser a base para um futuro descentralizado. As empresas inovadoras que estão surgindo agora vão desempenhar um papel vital no desenvolvimento desse futuro. 

Por conta de tudo isso, existe uma necessidade crescente de que, para aqueles que querem fazer parte dessa mudança, mais informações sobre o setor sejam disseminadas na sociedade. Entretanto, o setor dos criptos enfrenta um grande problema, que é a regulamentação estatal.

O Estado contra os criptos

O setor de cripto é completamente descentralizado, o que significa que o governo não tem nenhum tipo de influência sobre ele, e isso é excelente para os investidores. Entretanto, isso é péssimo para o governo, já que pode afetar diretamente a economia do país. 

Diversas nações ao redor do mundo inteiro estão se posicionando com relação a esse setor. Algumas delas, como a China e a Rússia, se colocaram contra esse avanço tecnológico, enquanto outras, como El Salvador, recebem de braços abertos esse mercado. 

O grande problema aqui é que esse mercado é livre, e você pode comprar e vender para qualquer pessoa, sem que exista algum tipo de fiscalização. O principal fator que preocupa o governo dos países é o potencial de lavagem de dinheiro que esse setor oferece, entretanto, com a evolução da tecnologia de cadeia de blocos, isso vai ser resolvido. 

De uma forma ou de outra, a verdade é que esse tipo de tecnologia veio para ficar, e com certeza vai transformar e mudar a forma atual como lidamos com o nosso dia a dia, e também como fazemos nossos investimentos. Agora é o melhor momento para você entrar nesse setor, estudando sobre ele, fazendo seus investimentos e se preparando para um futuro cheio de tecnologia. 

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?