Menu

Camilo Santana e Cid Gomes vão cobrar a fatura ao Elmano de Freitas – Partido dos Trabalhadores

A Consultoria LCFB sempre defendeu a tese de que o governador Elmano de Freitas colocou o diretório estadual do Partido dos Trabalhadores no núcleo político-administrativo do Governo Estadual.

A Consultoria LCFB defende a outra tese de que a dupla Elmano de Freitas e o diretório estadual do Partido dos Trabalhadores somente aceitam como parceiro político-eleitoral o grupo lulista sem petismo sob a liderança do ministro Camilo Santana, e com a sub-liderança do senador Cid Gomes. 

O ministro Camilo Santana (PT) desistiu da formação do lulismo sem petismo na política cearense. Os camilistas não petistas vão se filiar ao diretório estadual do Partido dos Trabalhadores nos próximos dias.

O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, o deputado estadual Evandro Leitão, já saiu do Partido Democrático Trabalhista (PDT) e caminha para o Partido dos Trabalhadores (PT), com vários prefeitos pedetistas aliados do ministro do Camilo Santana (PT) e do governador Elmano de Freitas (PT). 

A segunda onda de lideranças camilistas sob a coordenação do senador Cid Gomes vão adentrar no diretório estadual do Partido dos Trabalhadores, pois na sua grande maioria são parlamentares oriundos do pedetismo.

A Consultoria LCFB acredita na tese de que o ministro Camilo Santana vai cobrar a fatura da eleição de Elmano de Freitas para o cargo de governador ao diretório estadual do Partido dos Trabalhadores.

O diretório estadual do Partido dos Trabalhadores tem o controle do núcleo político-administrativo do Governo Estadual, porém, o camilismo-evandrista deseja ser a maior corrente interna da federação partidária lulopetista cearense: Partido dos Trabalhadores, PC do B e Partido Verde. 

Luiz Cláudio Ferreira Barbosa é diretor-executivo da Consultoria LCFB 

Apoie o Cafezinho