Menu

Ciro Gomes dialoga com o Pós-Bolsonarismo? Sim

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) trabalha para ser a principal voz oposicionista ao presidente Lula (PT), porém, o seu público-alvo é o bolsonarista moderado e antilulista. Ciro Gomes deve provavelmente dialogar com o deputado federal, André Fernandes (PL), e com o deputado estadual, Carmelo Neto (PL), pois necessita das redes sociais de ambos perante o público da direita radical cearense.

O prefeito de Fortaleza, o médico José Sarto (PDT), já fez uma aliança política-administrativa com o grupo político do presidente estadual do Partido Liberal, o prefeito de Eusébio Acilon Gonçalves, todavia, não é uma aliança com o grupo político dos bolsonaristas liberais. O prefeito Acilon Gonçalves e o ex-deputado federal Raimundo Gomes de Matos têm uma visão pragmática de serem governistas tanto a nível regional, como na capital cearense.

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) compreende que as suas postagens contrárias ao presidente Lula (PT) e ao governador Elmano de Freitas (PDT), sem dúvida irão ser compartilhadas pelas redes sociais do deputado federal, André Fernandes (PL), e do deputado estadual, Carmelo Neto (PL), pois o conteúdo é apreciado pela bolha digital da direita radical cearense.

A Consultoria LCFB chama atenção para o fato de que a militância digital, do André Fernandes e do Carmelo , que vai provavelmente compartilhar o conteúdo do Ciro Gomes, na blogosfera de ambos. Ciro Gomes conta com apoio da militância da direita radical cearense, para o alcance máximo de suas críticas ácidas digitais ao terceiro mandato do presidente Lula (PT), mas, o Ciro Gomes vai com certeza manter bom relacionamento social com os parlamentares bolsonaristas: André Fernandes e Carmelo Neto.

Luiz Cláudio Ferreira Barbosa é diretor – executivo da Consultoria LCFB

Apoie o Cafezinho