Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Kassab e Faustino: Operação Blindagem

Por Miguel do Rosário

27 de novembro de 2011 : 13h10

É curioso que depois de ser manchete ontem, a única repercussão sobre o escândalo Kassab nos jornais hoje seja uma entrevista com o prefeito se defendendo. A blogosfera dessa talvez faça a diferença. Um blog do Jornal da Tarde traz uma informação bombástica (embora previsível) de que a Controlar – a tal empresa que está no cerne do escândalo – foi grande doadora para a campanha de Kassab. Por que a mídia não publica esse tipo de notícia, e com destaque?

A blindagem midiática é tão poderosa que quase esqueci do tal João Faustino, o suplente do senador Agripino Maia (atual presidente do DEM), preso pela operação Sinal Fechado, da Polícia Federal. Só lembrei dele através de amigos do Twitter, que me levaram ao blog do Ailton e ao post reproduzido abaixo.

Entretanto, a mídia não tem tomado o mínimo cuidado em apresentar os dois escândalos – que tem articulações entrelaçadas, indicando a existência de elos partidários – de maneira didática. Não há gráficos, fotos, boxs explicativos. Apenas notinhas enigmáticas, como essas publicadas hoje no Painel da Folha:

Abaixo, o post que mencionei acima, de um blogueiro de Natal, que traz uma informação explosiva: Agripino Maia voou em helicóptero, diz o blogueiro, pago por corrupção… Depois que o jatinho do Lupi deu mostras de ter resistido às turbulências, agora é um cacique da oposição que enfrentará os perigos do céu. Não quero prejulgar Agripino nem ninguém, só me espanta a preguiça da mídia em explorar os arredores da operação Sinal Fechado; afinal, o preso mais graúdo, João Faustino, era suplente do presidente do DEM, e foi secretário do Serra quando este foi governador de São Paulo.  Deviam, no mínimo, trazer fotos, histórico, pesquisar o passado do homem.

AGRIPINO MAIA VOOU EM HELICÓPTERO PAGO COM DINHEIRO DO ESQUEMA

Apertem os cintos de segurança: vai ser um fim de semana turbulento, diria Bette Davis.

Conversei com um familiar de João Faustino que me contou o seguinte: Faustino revelou que Agripino Maia conhecia o esquema de arrecadação de dinheiro efetuado pelo seu suplente.

Segundo Faustino, o helicóptero usado pelo senador e a então candidata Rosalba Ciarlini durante a campanha foi pago com o dinheiro do esquema. Com a palavra, o senador e a governadora!

A Operação Sinal Fechado e a prisão de João Faustino repercutiram na coluna Painel, da Folha e na coluna de Maurício Dias na CARTACAPITAL. Segue o texto da Painel na íntegra:

Conexão potiguar

Alvo de ação do Ministério Público paulista por suspeita de irregularidades na inspeção veicular, Gilberto Kassab é citado também nos autos da operação Sinal Fechado, do Rio Grande do Norte, que resultou anteontem em 12 prisões relacionadas a um esquema bilionário de desvio de recursos no Detran. Lá também a inspeção aparece entre os serviços fraudados.

Em conversas telefônicas de maio deste ano captadas com autorização judicial, o lobista Alcides Fernandes Barbosa, um dos detidos, diz negociar com o prefeito paulistano o afastamento da Controlar, concessionária do serviço na capital, de licitação congênere no RN.

Sabe com quem…

Em um dos telefonemas, quando lhe perguntam se poderia ser identificado como uma pessoa que “tem ligação com Kassab”, Alcides responde: “Não precisa, mas pode dizer que é um cara que já trabalhou com o Kassab quando ele foi secretário do Pitta. E pede que não deixe isso vazar para ninguém”.

…está falando?

Segundo os promotores, Alcides ligou em 25 de maio para o gabinete de Kassab, identificando-se como “a pessoa que tem a concessão da inspeção veicular no Rio Grande do Norte”.

No dia seguinte, o lobista disse a um interlocutor que conseguira falar com o prefeito e que a conversa fora “muito boa”.

Q.I.

Quem viu de perto a articulação que colocou João Faustino, preso na operação Sinal Fechado, na suplência do senador José Agripino (DEM-RN) afirma: José Serra trabalhou intensamente para que isso ocorresse.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Elson

28 de novembro de 2011 às 06h59

Cadê a marcha contra a corrupção quando se precisa dela . Se o suplente fosse do PT com certeza teríamos vassouradas em Brasília .

Responder

baixadacarioca

27 de novembro de 2011 às 17h59

E aí precisam criar um facto novo no governo federal para desviar a atenção. Vale requentar, como vc mesmo já analisou por aki.

Responder

Deixe um comentário