Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Voltando das férias forçadas

Por Miguel do Rosário

22 de fevereiro de 2012 : 12h57

Prezados leitores, desculpem pela ausência. Tive um problema grave no braço, que me obrigou a ficar distante do computador, em férias forçadas. Ainda por cima estava passando umas semanas fora da minha cidade.

Já estou bom. Agora vamos tentar recuperar o tempo perdido. Espero que não tenha ocorrido nenhum golpe de Estado nesse periodo.

A partir de segunda-feira, o Cafezinho retoma suas atividades. Espero também que todos tenham vivido um feriado agradável, relaxante e divertido, preparando o espírito para as vicissitudes políticas que fatalmente enfrentaremos este ano.

Tentarei ser o mais objetivo, imparcial e sucinto possível no Cafezinho, deixando os disparates filosóficos para o Óleo do Diabo.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

spin

03 de março de 2012 às 08h38

Sobre o caso PHA, que tomou conta das redes sociais nos últimos dias:

Chamar PHA de racista é de uma injustiça sem tamanho. PHA sempre defendeu os direitos dos negros, dentre eles a cota racial, de forma que o movimento negro perde e muito ao fazer coro com a direita, esta sim, racista e que inclusive ingressou na Justiça, o DEM, contra a cota racial. O que há é uma estratégia da direita brasileira sufocar financeiramente PHA ao acionar o jornalista na Justiça por qualquer motivo que seja. Neste caso envolvendo Heraldo Pereira, o PHA não foi condenado por racismo, até mesmo porque houve um acordo e não uma condenação. O próprio termo do acordo é omisso quanto ao propalado "racismo" de PHA, pelo contrário, reconhece que PHA não praticou racismo no caso, reconhecendo-se tão somente a prática da ofensa. Tá aqui, "não quis ofender a moral do jornalista Heraldo Pereira ou atingir a conotação de 'racismo'"."

Por Eduardo Guimarães, reproduzido no Ação Popular.Net:

Paulo Henrique Amorim vai processar veículos por chamá-lo de racista

O jornalista Paulo Henrique Amorim, processado pelo jornalista Heraldo Pereira pelo crime de racismo, vai processar o jornal A Tarde e outros meios de comunicação que, segundo ele, teriam divulgado a informação do acordo celebrado por ele e Pereira de forma incorreta, classificando-o como racista. Em post publicado em seu blog, Paulo Henrique Amorim lista os veículos que serão processados: O Globo, O Globo online, G1, Folha, UOL, Estadão online, Band, Blog do Noblat, Jornal do Commercio de Recife, A Tarde, Reinaldo Azevedo, Brasil 247, Demétrio Magnoli e Conjur.

A internet tornou muito mais potentes e muito menos puníveis os crimes de calúnia, injúria e difamação devido ao fato de que, quando praticados, vão sendo reproduzidos ad infinitum em milhares de páginas, em comentários de leitores a matérias de blogs e sites e em redes sociais como Twitter, Facebook, Orkut etc. A instantaneidade da internet leva as pessoas a cometerem crimes inadvertidamente por escreverem “a quente”, movidas por estados de espírito de fúria, de frustração ou de indignação. Por isso, não se pode levar a ferro e fogo cada expressão insultuosa que é colocada na rede.

O acordo judicial que o jornalista da Record fez com o da Globo gerou campanha de má fé que continua a todo vapor. Seu objetivo é o de converter acordo judicial em “condenação por racismo”. Se alguém fizer uma busca no Google encontrará incontáveis manchetes em páginas da internet que dizem que PHA foi “condenado por racismo”. Buscando-se a origem dessas manchetes, percebe-se que partiram de poucas fontes e se espalharam como fogo.

Mais grave é que há blogueiros ligados a grandes empresas de comunicação que seguem fomentando tese falsa sobre condenação de Paulo Henrique. Essas pessoas tentam transformar um acordo em condenação sob a premissa de que o jornalista “seria condenado de qualquer maneira” e que, por isso, teria sido “obrigado” a fazer o acordo. Não existe qualquer fundamentação lógica para tal premissa. As pessoas que difamam PHA garantem saber o resultado de um processo que, se não tivesse sido extinto, poderia se estender por muitos anos e que certamente só terminaria no Supremo Tribunal Federal. Fazer acordo não é admitir culpa, é estratégia.

Já as críticas ao que disse PHA não podem ser objeto de punição, pois constituem liberdade de expressão. As pessoas têm direito de achar inadequada a frase que motivou o processo contra ele. Agora, a difusão de mentiras de forma sistemática e sabidamente falsa, aí é crime que precisa ser denunciado e punido. O dano à imagem pode ser irreversível. Milhares de pessoas devem ter lido apenas as manchetes que afirmaram que “Paulo Henrique Amorim foi condenado por racismo” e, dali em diante, tornaram-se propagadoras da mentira.

O portal Terra foi talvez o único a se retratar. Outros portais apenas alteraram suas manchetes ou sumiram com matérias caluniosas e difamantes. Enquanto os portais se resguardam (ainda que inutilmente, pois foi tudo salvo), inocentes úteis seguem fazendo o trabalho sujo. Será moleza para PHA ser ressarcido.

Fonte: Blog da Cidadania / Política Livre
http://www.acaopopular.net/mar20126.php
http://www.blogcidadania.com.br

Responder

Elson

24 de fevereiro de 2012 às 07h38

Que bom que voce voltou , tem muito assunto para comentar e diga-se de passagem que estamos rindo adoidado com a novela Serra -PSdB de São Paulo .
Estou lendo o Privataria tucana , menino , o negócio é feio e será preciso uma CPI e uma blogosfera para mostrar ao povo brasileiro o tamanho da roubalheira que foi feita na era FHC . Dizer que a Dilma privatizou os aéroportos é uma ofensa a inteligencia dos brasileiros, perto doque os tucanos fizeram .

Responder

    Miguel do Rosário

    24 de fevereiro de 2012 às 09h29

    pois é, elson. estou agora lendo jornais e blogs, me atualizando sobre as polêmicas das últimas 2 semanas.

    Responder

Cláudio Freire

24 de fevereiro de 2012 às 07h00

Que bom que voce está de volta. Teremos muitas lutas políticas neste ano, e suas considerações são fundamentais.

Responder

alex

23 de fevereiro de 2012 às 21h15

Para o Senador Aloysio Nunes FUJÃO:

"Não fuja do debate", diz Suplicy que perdeu a paciência durante audiência pública na Comissão de Direitos Humanos do Senado, hoje, quando NUNES recusou-se a debater sobre os acontecimentos de Pinheirinho. Vejam o vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=pz-1CIzGs-k&fe

Responder

_spin

23 de fevereiro de 2012 às 20h41

Estávamos com saudade

Responder

alex

22 de fevereiro de 2012 às 23h31

Prezado Miguel, que bom que vc está volta e de braço bom..
olha este vídeo aqui:
Militância Tucana diz: Serra nos faz de palhaços http://www.youtube.com/watch?v=K96SGEVAtVU&fe

Responder

    Elson

    24 de fevereiro de 2012 às 07h28

    Para ser feito de palhaço não precisa do Serra , basta votar no PSdB !

    Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina