Live do Cafezinho: bate papo com o cineasta cearense Wolney Oliveira

Embaixador da Venezuela repudia declarações de Mendes

Por Miguel do Rosário

30 de maio de 2012 : 19h39

Nota oficial da Embaixada da República Bolivariana da Venezuela no Brasil (via Azenha)

As declarações do ministro do STF Gilmar Mendes ao jornal O Globo, se de fato ocorreram, constituem uma afronta à população venezuelana, e demonstram profunda ignorância sobre a realidade de nosso país.

Nossa Constituição, elaborada pela Assembleia Constituinte e referendada pelas urnas, determina a separação de poderes, estabelece direitos de cidadania e configura os instrumentos judiciais cabíveis, ou seja, o presidente da Venezuela não manda prender cidadão algum, independentemente do cargo que ocupe.

Recorrer à desinformação para envolver a Venezuela em debates que dizem respeito apenas aos brasileiros é uma atitude indecorosa – ainda mais partindo de um ministro da mais alta corte da nação irmã – e não reflete a parceria histórica entre Brasil e Venezuela.

Maximilien Arveláiz, embaixador da República Bolivariana da Venezuela no Brasil

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jotace

31 de maio de 2012 às 18h44

CORRIGINDO LAPSO

Caro Jacques (2)

Em vez de ‘na qual não figuram’ leia, por favor,’no qual não figuram’. Grato, Jotace

Responder

Jotace

31 de maio de 2012 às 18h21

Caro Jacques,

Realmente (e felizmente) que tem havido nos últimos tempos –governos Lula e Dilma- ‘diferenças com o Brasil dos vagabundos’. Contudo, não há como tapar o sol com uma peneira… Falta muito o que fazer o que a Venezuela já tem conseguido. Além das múltiplas e imensas conquistas no campo social, muitos dos ‘vagabundos’, quer dizer os vendepátrias desonestos daquele país, têm sido punidos ou fugido para outros países. Tal punição somente tem sido possível graças às denúncias e coragem do Executivo e decisões do Poder Judiciário daquela república-irmã na qual não figuram elementos do quilate de Gilmar Mendes, Abs, Jotace

Responder

Jacques Chaban

31 de maio de 2012 às 00h27

O Sujo Gilmar Mendes, é tal qual o seu comparsa, o José Serra, que durante a última eleição pregava o “endurecimento” com a Bolívia. Certamente ele está se lembrando dos tempos que o Brasil não era nada. Hoje o Brasil é o Líder entre todos os países da America Latina e Caribe, pois o Presidente Lula o transformou num País Solidário sem pretensões hegemônicas. É o meu país, é o país do Chico Buarque: “Quero um Brasil que não fala grosso com a Bolívia e Paraguai, nem fala fino com Washington”. Quanta diferença do Brasil dos vagabundos.

Responder

Deixe uma resposta