Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Notícias do PNBL

Por Miguel do Rosário

12 de junho de 2012 : 19h36

Um dos temas que mais preocupa o blog é a baixa qualidade e os altos preços da banda larga no Brasil. O Programa Nacional de Banda Larga, lançado pelo governo federal, no ano passado, recebeu pesadas críticas nas redes sociais em função de sua timidez. Eu também critiquei, mas apontando os exageros e distorções, e ponderando que era preciso esperar o programa começar, deslanchar, para podermos fazer uma crítica com base em seus resultados. Muitas vezes, o governo faz estardalhaço em cima de um programa, que acaba tendo resultados pífios ao longo do tempo, assim como há programas tímidos, anunciados com discreção, que surpreendem pelo enorme impacto positivo na sociedade.

Como torço pelo Brasil, espero que o PNBL inscreva-se no último caso. Seja como for, acho que o governo deveria unificar todos os projetos oficiais para a internet num único programa abrangente, e explicar à sociedade quais são as perspetivas reais para a melhora da internet de banda larga no país nos próximos anos.

Abaixo segue notícia publicada hoje no site do Ministério das Comunicações, onde encontrei uma das raras notícias sobre o PNBL. Deve-se dar o desconto pelo fato de ser uma notícia oficial, ou seja, a fonte é o governo, o que lhe confere um caráter de propaganda oficiosa. Mesmo assim, vale a pena divulgar, porque traz algumas informações importantes sobre o PNBL.

*

PNBL chega à periferia de Macapá

 Nas últimas semanas, a vida da família de Izaias Ladislau Ferreira, de 42 anos, não é mais a mesma. Ele foi o primeiro beneficiário do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) no Norte do país, iniciativa inaugurada em Macapá, no Amapá, no dia 1º de junho, pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, pelo presidente da Telebras, Caio Bonilha, e pelo governador do Amapá, Camilo Capiberibe.

Pai de três filhos, Izaias trabalha como pedreiro, carpinteiro e encanador e até então nunca tivera a oportunidade de acessar a internet. Isso mudou graças à chegada do sinal da Rede Nacional de Telecomunicação ao Estado e à iniciativa da operadora Você Telecom, parceria da Telebras, de doar um computador com acesso gratuito à internet a esta família.

Foto: Telebras
gedc0239

Izaias recebe entre um e dois salários mínimos mensais, isso “quando o serviço está bom”, esclarece. Ele, que vive com sua esposa e os três filhos do casal no Bairro São Lázaro, na periferia de Macapá, diz “estar muito feliz de ter essa oportunidade agora”. É para mudar a vida de pessoas como Izaias Ladislau Ferreira e massificar o acesso à internet no Brasil que a Telebras trabalha na implementação de uma Rede Nacional de Telecomunicação ao longo do território brasileiro.

“Exemplos como esses reafirmam o papel do PNBL na promoção da inclusão digital e da cidadania, especialmente nas regiões hoje desassistidas dos serviços de telecomunicação”, destacou o presidente da Telebras, Caio Bonilha. Para chegar até o Amapá, a estatal conseguiu estender o sinal até Belém (PA) e a Você Telecom fará o atendimento dos usuários daquele Estado por meio de rádio.

Segundo Bonilha, a previsão é que até 2013, com a conclusão do linhão de energia elétrica que ligará Tucuruí a Macapá, a Telebras consiga oferecer uma internet totalmente com fibra óptica e de alta qualidade para a população do Amapá. A meta do Programa Nacional de Banda Larga é chegar a mais de quatro mil municípios até 2014. Serão cerca de 30 mil quilômetros de rede de fibras ópticas provendo internet de alta velocidade e baixo custo para provedores de internet de todo o país.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Telebras

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina