Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Reservatórios continuam subindo

Por Miguel do Rosário

22 de janeiro de 2013 : 06h05

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1) OR current_user_can(access_s2member_level1)]

Enquanto escrevo, chove bastante lá fora, e, segundo o INPE vai continuar chovendo em boa parte do país, com ênfase no Nordeste, que é justamente a região que andava mais precisando.

[/s2If]
[s2If !current_user_can(access_s2member_level1)]
Para continuar a ler, você precisa fazer seu login como assinante (no alto à direita). Confira aqui como assinar o blog O Cafezinho.[/s2If]

[s2If current_user_can(access_s2member_level1)]

Devemos prestar atenção agora aos informes diários do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico). O último, do dia 20, traz outro aumento dos principais reservatórios. O volume útil em Furnas, maior reservatório do Brasil, subiu de 20% para 24% nos últimos 3 dias.

Descobri ainda um gráfico do Departamento de Energia dos EUA, que mostra o Brasil como um dos países com maiores reservas de fontes naturais para energia limpa: minerais específicos usados para energia solar, baterias, etc.

Daí lembrei que somos o país que produz o biodiesel com menor custo do mundo, através sobretudo da cana-de-açúcar; encontramos há poucos anos uma grande quantidade de petróleo em camadas profundas do pré-sal; e agora sabemos que possuimos também gigantescas jazidas de gás xisto, o novo xodó energético do mundo.

Muitos desses fatores ainda não eram realidade em 2001, quando o Brasil enfrentou sua última crise energética. Também diferentemente de 2001, hoje temos várias novas usinas hidrelétricas que serão inauguradas em breve – algumas ainda este ano.

Para se ter uma ideia, das 10 maiores hidrelétricas brasileiras, cinco ainda estão em fase de construção. A Belo Monte, por exemplo, será a segunda maior hidrelétrica do país, produzindo 11.233 megawatts (contra 14.000 MW de Itaipu).

É normal que a sociedade tenha receio de que a falta de chuvas ocasione alta nos custos de  geração de energia, mas é irresponsabilidade propagar um risco de racionamento que não existe, porque esse tipo de informação faz investidores se retraírem e, portanto, acarreta prejuízo econômico ao país.

Em suma, o Brasil tem problemas infinitos: precária infra-estrutura, educação e saúde públicas deficientes, corrupção, etc, mas em termos de segurança energética estamos bem tranquilos. Se chover pouco, pode haver aumento no custo de energia, problema com o qual o governo sempre pode lidar simplesmente reduzindo as tarifas impostas ao setor. Racionamento, porém, é um hipótese remota.

A imprensa brasileira poderia aproveitar o momento de nervosismo também para dar publicidade ao recém publicado Plano Decenal de Expansão de Energia, que está em fase de consulta pública, que traz projeções de oferta e consumo de energia até 2021.

O governo prevê investimentos da ordem de R$ 213 bilhões em 10 anos, para dar conta do aumento da demanda energética que se espera no país, em virtude do crescimento econômico e do consequente incremento no poder aquisitivo dos cidadãos. Quase metade deste montante, aliás, já está autorizado, referente a obras em andamento. Deste total, 38% (R$ 82 bilhões) deverão ser destinados a fontes alternativas, como biomassa e energia eólica.

 

[/s2If]

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

@turquim5

23 de janeiro de 2013 às 21h45

PIG não sabe aonde enfia a cara….Reservatórios continuam subindo. http://t.co/HFmastzv via Blog o Cafezinho.

Responder

ZeDia (@ZehdeAbreu)

22 de janeiro de 2013 às 06h14

“@migueldorosario: Reservatórios continuam subindo http://t.co/FPNR7LFM”
E o apagão cada dia mais distante.. Sao Pedro, petrus, petralha…

Responder

migueldorosario (@migueldorosario)

22 de janeiro de 2013 às 06h05

Reservatórios continuam subindo http://t.co/zf9lgK89

Responder

migueldorosario (@migueldorosario)

22 de janeiro de 2013 às 06h05

Enquanto escrevo, chove bastante lá fora, e, segundo o INPE vai continuar chovendo em boa parte do país. http://t.co/Tg74CDrx

Responder

Deixe um comentário