Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Maringoni: ser de esquerda nunca foi fácil

Por Redação

31 de outubro de 2016 : 17h29

Foi derrota; que ela seja breve, pedagógica e nos convide à luta

por Gilberto Maringoni, na Revista Fórum

Ser de esquerda nunca foi fácil.

Ser de esquerda significa enfrentar o vento contra, a chuva e o desânimo.

Ser de esquerda é suportar derrotas sabendo que elas não são perenes.

A História não acaba hoje.

Ganhamos em 2002, 2006, 2010 e 2014.

O problema é que quem comandava não estava à altura de um tempo adverso.

Decidiu ficar ao lado dos de cima, aplicar seu programa e decepcionar quem lhe garantiu a vitória.

Pagamos todos por tais escolhas.

Mas estamos aqui.

Penso no que era ser de esquerda, após a derrota da Revolução de 1848, na França.

Ou ser progressista após os vinte mil fuzilados da Comuna de Paris, em 1871.

Ou ser comunista no Brasil, no dia seguinte à derrota de 1935, ao suicídio de Getúlio e ao golpe de 1964.

Os exemplos são incontáveis.

Problema não tem apenas a esquerda.

Problema tem o povo brasileiro, que fará novamente um duro aprendizado para sair do senso comum imbecilizante, propagado pela grande mídia e pelo fundamentalismo pseudo-religioso.

Vamos bater cabeças por alguns anos.

Vai haver sectarismos, acusações mútuas e disputas dilacerantes entre nós.

Faz parte.

As ilusões estão perdidas. Torço para que não voltem e que fiquem bem longe, junto com as falsas utopias.

O essencial é aprender com a derrota.

Para que ela seja breve, pedagógica e para que não apostemos novamente em falsas soluções.

Há muito acúmulo, há uma nova geração de militantes e ativistas, há movimentos novos, há o protagonismo inesperado de quem chega agora às trincheiras. Há uma enorme politização no ar. Não partimos do zero.

Ou alguém acha que todos os eleitores de Freixo, Edmilson, Raul e milhões de outros tantos que não se conformaram vão voltar para casa?

A luta não é uma escolha.

A luta é o que temos para o momento.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Claudiovan Silva

01 de novembro de 2016 às 00h32

A luta não é somente “o que temos para o momento”, a luta é pra vida toda, perdemos a batalha, mas a luta continua enquanto existir um sujeito oprimido seja lá como. Como diz o poeta “Não confunda briga com luta. Briga tem hora pra acabar e luta é para uma vida inteira.” Sergio Vaz

Responder

Torres

31 de outubro de 2016 às 22h50

Ser de esquerda foi fácil, fácil, nos últimos anos.
Somente depois de 2013 as coisas apertaram.
Sucessivos erros e irresponsabilidades.
O governo Dilma foi lamentável.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?