Ato em defesa da imprensa

Por que a Folha deu manchete tão ridícula sobre “piscina de Lula”?

Por Miguel do Rosário

13 de novembro de 2016 : 14h45

A capa da Folha deste domingo é histórica.

No alto, uma foto com a legenda “Tempos sombrios” ilustra à perfeição o papel da mídia no mundo de hoje. A foto remete a reportagem que fala de campos de petróleo incendiados pelo Estado Islâmico, que estariam intoxicando e matando iraquianos.

Sim, são tempos sombrios: o Ocidente destruiu o Iraque, após uma operação de satanização de Saddam Hussein que contou com ajuda da nossa mídia, matou milhões de iraquianos, e transformou todo o oriente médio, antes relativamente estável, com governos laicos, num vasto celeiro de terroristas islâmicos, um enorme inferno dantesco, um grande campo de refugiados, que hoje exporta para a Europa, por dia, milhares de imigrantes desesperados.

Mas não é do oriente médio que quero falar.

Os tempos são sombrios também aqui no Brasil.

As redes sociais de esquerda estão ridicularizando, com razão, a capa do jornal. Entretanto, se observamos bem, não há nada de hilário nesta capa.

Foi uma manchete calculada.

screenhunter_410-nov-13-14-21

Na mesma frase, Polícia Federal, Odebrecht, piscina e Lula. Semioticamente, é um ataque político muito bem construído.

Os aspectos absurdos e ridiculos apontados pelas redes sociais não estão presentes na manchete, que fala em “piscina para Lula”. Ou seja, é uma manchete mentirosa, visto que a piscina do Alvorada não pertence, obviamente, a Lula.

A reportagem é bizarra. “PF investiga suspeita”…

Como em toda matéria política da grande imprensa, o subtexto é completamente distinto do conteúdo. O que diz o subtexto?

  • Que a PF se tornou uma polícia política, e usa o dinheiro do povo para gerar factoides políticos contra Lula, visando minar seu capital político e, com isso, reduzir possível revolta popular com sua prisão ou eliminação do jogo político.
  • Que a imprensa é aliada principal desse processo criminoso. O que ela perde em credibilidade, ganha em dinheiro, em publicidade da Secom, parcerias milionárias com estatais, financiamentos amigos, além do favor que fazem ao capital anglo-americano, hoje proprietário de quase todas as grandes agências de publicidade operantes no país.

O público mais crítico percebe o jogo sujo da mídia, mas a maioria da população, não. A manchete da Folha será convertida em matéria no Jornal Nacional e será multiplicada por milhares de links de pequenos sites anódinos, Brasil a fora, que apenas reproduzem acriticamente o conteúdo da mídia corporativa.

E o mais importante: a manchete alimenta o exército de zumbis, o mesmo que foi cuidadosamente cultivado pela mídia, com doses diárias de ódio político.

Essa é a contribuição da mídia para a ascensão do fascismo.

O que os ministros do Supremo falam dessa instrumentalização criminosa de recursos de Estado para criminalizar a principal liderança popular que temos no país, uma pessoa que sempre contribuiu para a superação pacífica e democrática de nossos conflitos?

Não falam nada, e também nada lhes é perguntado nos regabofes milionários para os quais os barões da mídia lhes convidam regularmente.

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

137 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gilberto Alves

15 de novembro de 2016 às 19h58

Daqui a pouco vao dizer que foi o Lula que roubou a virgindade da Janaina Pitbull….quaquaquaquaqua

Responder

Gilberto Alves

15 de novembro de 2016 às 19h57

aqui a pouco vao dizer que foi o Lula que roubou a virgindade da Janaina pitbull ….quaquaquaquaquaqua

Responder

Gilberto Alves

15 de novembro de 2016 às 19h54

Joao grandao por exemplo e um apaixonado exagerado, ele põe o Lula la no top….quaquaquaquaqua Como dizia um amigo meu , “Se os omi gasta de mim , quem dira as muie’ ‘”…..quaquaquaquaquaqua

Responder

Gilberto Alves

15 de novembro de 2016 às 19h52

Eu acho que tem muitos caras apaixonado pelo Lula, o juiz Moro por exemplo, e um apaixonado masoquista , por mais que ele ame o Lula o Lula so da coice nesse imbecil.

Responder

Fe

14 de novembro de 2016 às 13h49

Por que a folha é um lixo.

Responder

José Carlos

14 de novembro de 2016 às 11h01

… ando muito preocupado, esperar alguma coisa de “juiz” é quase uma brincadeira, é querer apanhar com constância, esse bando representam e são a escória da sociedade, apenas são prolixos cheios de saudações cerimoniosas “salamaleques” (dos muçulmanos), polidez afetada que na maioria das vezes servem para causar a escravização do povo, sua alienação, enfim, representam os canalhas das elites… sua esperança de um dia tornarem-se os próprios canalhas …

Responder

Antonio

14 de novembro de 2016 às 05h18

A matéria é mentirosa, modalizada, tendenciosa, manipuladora. Mas não fala de “piscina para Lula” (que obviamente não é o proprietário da piscina do Estado. O texto menciona uma suposta “reforma de piscina para Lula”. No caso, o objeto da “denúncia” é a reforma, e não a piscina.

Responder

Hermes

14 de novembro de 2016 às 01h13

Cara, voces comunistas falam muita M…sao lunaticos, vao lavar uma louça que é o que nunca deveriam ter parado de fazer

Responder

Ben Alvez

13 de novembro de 2016 às 23h59

Piscina?

Lula leva na cabeça.

https://goo.gl/4eeT6H

Responder

Moko

13 de novembro de 2016 às 23h51

A PF já deu para o Lula um triplex, um sítio, o estádio Itaquerão, o palácio da alvorada, uma mansão no Uruguai… Se eu fosse ele cobrava dela as escrituras desses imóveis!

Responder

    Moko

    13 de novembro de 2016 às 23h58

    Antes que eu esqueça, tem também dois pedalinhos e um barco de alumínio avaliado em R$ 2.000,00.

    Responder

ALGOPI

13 de novembro de 2016 às 23h33

Bandidos na midia, canalhas em todo lugar. Lula diariamente atacado sem em manchetes que só tem sentido para os analfabetos politicos. Afinal, o seu publico alvo é esse mesmo.
ACORDA BRASIL… ESTÃO TE FAZENDO DE TROUXA.
FSP, você é ridicula…

Responder

Silas

13 de novembro de 2016 às 23h23

Sendo o lula não duvido nada …..o Lulinha que era um desempregado virou milionário e vcs pé tem coragem de ficar defendendo ele ainda? ……vcs devem fazer parte do cabide de emprego do PT

Responder

Mauricio Lourenço da Silva

13 de novembro de 2016 às 22h27

Missão da Fôia, tirar Serra, o homem de 23 milhões na Suissa, do foco de mídia, simples assim…

Responder

Seletótsira Roinúj

13 de novembro de 2016 às 22h23

Concordo que a manchete é bastante tendenciosa, mas devemos ser sinceros: a reportagem acima está longe de ser idônea também.

Não sei quanto a matéria da Folha, pois confesso que não a li, mas a manchete apresentada acima não diz que a piscina é dele é sim que a obra teria sido feita a pedido dele, como presidente da república na época, isso é representado pela palavra “para”.

Além disso, qual a necessidade do parágrafo:
A reportagem é bizarra. “PF investiga suspeita”…

Primeiramente, na manchete apresentada não está presente a palavra “suspeita”. E mais, é claro que se ela investiga, são suspeitas. Se não houvessem suspeitas ou se houvessem provas, não haveria o que investigar.

Confesso que tento ler o máximo dos dois lados para ter certeza de apoiar o lado que está certo e ter base em discussões, mas tá difícil aguentar comentários grosseiros e sem embasamento da maioria.

Responder

André Monteiro

13 de novembro de 2016 às 22h21

O que está faltando é a esquerda toda se unir em torno de uma unica imprensa de esquerda. Unidos não é possivel que não faça algo forte!!!

Responder

robertoAP

13 de novembro de 2016 às 21h51

A Folha é a Zumbilândia brazuca. Os coitados não têm mais cérebro, nem alma.

Responder

Daniel

13 de novembro de 2016 às 20h42

A VERDADE SOBRE O GOLPE. COMPARTILHEM E SALVEM O BRASIL DOS VERDADEIROS BANDIDOS E ENTREGUISTAS, OS CRIMINOSOS LESA-PÁTRIA.
“Destruição a jato”
É FATO. NÃO HÁ ARGUMENTO QUE DESAPROVE ESTE FATO.
https://www.youtube.com/watch?v=o_c_-9uso4c
“Destruição a jato”

Responder

João Luiz Brandão Costa

13 de novembro de 2016 às 19h56

Quem é que paga o dinheiro gasto com um a investigação dessas? Eu se fosse o Lula, acionava o tribunal de Contas da União, para efeito de ressarcimento aos cofres públicos. Quantos homens/hora, quanto material, gasolina/diárias/contas de telefone/gravações, etc.

Responder

Marcos Omag

13 de novembro de 2016 às 19h12

A foto da nuvem de fumaça negra sobre a manchete contra o ex-Presidente. Nuvens negras sobre ele, diz a mensagem simbólica. O fato do jornaleco “chutar” os fatos ao atribuir ao ex-Presidente algo que sabidamente não é dele mostra o total desqualificação da editoria ao senso crítico do leitor. O editor do jornaleco diz: “eu sou o dono da sua cabeça e o que ofende a lógica e contestar minha manchete”.

Responder

Maria Thereza G. de Freitas

13 de novembro de 2016 às 17h43

Nem sabia que Lula era dono do palácio da alvorada, onde está a piscina. Claro que ele não seria louco de construir uma piscina num terreno que não é dele. Logo, pela lógica da briosa PF, que não tem mais o que fazer, ele é dono do palácio. E lá se vão rios de $, de tempo e de recursos humanos investigar nada sobre coisa nenhuma.

Responder

    Zenio Silva

    13 de novembro de 2016 às 23h44

    O Alvorada, a Friboi e a sede da ESALQ são do filho do Lula!!!

    Responder

      João Grandão

      14 de novembro de 2016 às 15h03

      tua estupidez também é do lula.

      Responder

        Zenio Silva

        15 de novembro de 2016 às 21h29

        Esse é o problema da ironia; os imbecis não percebem e te atacam gratuitamente!

        Responder

          João Grandão

          16 de novembro de 2016 às 08h10

          Zenio, vais ter que melhorar na ironia. Não funcionou, está imperceptível mesmo.

          Zenio Silva

          16 de novembro de 2016 às 08h20

          Nego-me a nivelar por baixo, para cada idiota da aldeia que a internet deu voz, temos muitos que percebem a ironia sutil… Sutileza não é para qualquer um João Grandão (sic)!!!

          João Grandão

          16 de novembro de 2016 às 08h42

          Biba detectada…..
          e que se acha o supra sumo da inteligência.
          Tem que ser inteligente para ser irônico.
          Como você não conseguiu ser irônico………………restou zurrar.

          Zenio Silva

          16 de novembro de 2016 às 11h26

          Tem que ser inteligente para perceber; coisa que alguém que se intitula João Grandão está longe de ser… Sem estofo para dialogar, parte para a ofensa pura e simples… Que bem fez a internet aos ignorantes, podem exercitar as ferraduras no anonimato. Cresça joãozinho, cresça!!!

Regina Canto

13 de novembro de 2016 às 15h57

Esta história de piscina é para o povão ! Para gerar fofoca popular! Quem é o idiota de carterinha que vai cair nesta conversa?

Responder

    alt13

    13 de novembro de 2016 às 21h32

    Exatamente. É para o povão. Para as pessoas ainda enebriadas pela confusão e as mais vitimadas pelo desmonte do Estado e sua venda, capitaneada por Moro/Janot (que têm a espada da “justiça”). Penso que até poucos meses atrás este povão estava mais suscetível a este tipo propaganda. Mas isto tem mudado porquê a classe média, a principal agente propagadora dos golpistas, começa a perceber que ela poderá também ser prejudicada com o golpe que sustentou. O QG golpista, sem descartar a classe média, mas desconfiando dela, tenta atingir diretamente o tal povão. Assim, um jornal de “chiques”, como a Folha “rebaixa” sua linguagem para facilitar sua penetração nos jornalecos de interior, de portas de metrô e, talvez principalmente, abastecer a Globo em bares e restaurante, espera de consultas e UTIs, país a fora. Estamos sempre indo para o fundo do poço. E eles também. Uma hora todos vão se encontrar. E alguém terá que apresentar a melhor saída. E terá que ser a nossa: fuder com esses FDP.

    Responder

    Zenio Silva

    15 de novembro de 2016 às 21h29

    Muitos caem Regina, caem de quatro nessas!

    Responder

Torres

13 de novembro de 2016 às 15h33

Fazer piscina pode?

Responder

    alt13

    13 de novembro de 2016 às 21h13

    Torres, a maioria dos leitores do Cafezinho, acredito, não tem os neurônios situados nas nádegas.

    Responder

      Torres

      13 de novembro de 2016 às 21h18

      Não tenho preconceito.
      Só quero saber se pode.
      Pode a Odebrechdt fazer uma piscina no palácio sem cobrar?

      Responder

        Des

        13 de novembro de 2016 às 22h52

        “pessoas informadas sobre as investigações disseram à Folha que a suspeita é que a piscina seja a do Alvorada. Oficialmente, a PF diz não ter elementos para apontar onde a obra foi feita.”

        Bala de prata! Basta mandar prender. Já tem mané dando até o preço pra piscina do “amigo”.

        Responder

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 22h54

          Prender ou não prender.
          Isso nem me interessa.
          A pergunta continua.
          Pode a Odebrechdt fazer reforma na piscina do palácio sem cobrar?

          Des

          13 de novembro de 2016 às 22h56

          A PF não identifica nem o lugar da obra e você já deu preço, sabe de que cor ela é? Se foi preenchida com água mineral dos alpes?

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 22h58

          Eu nem sei se existe a piscina.
          Quero saber se a Odebrechdt pode fazer reforma sem cobrar?
          Pode?

          Des

          13 de novembro de 2016 às 23h02

          Pessoas informadas sobre as investigações disseram que suspeitam que seja. Oficialmente não se tem elementos para dizer onde a obra foi feita.

          Te conheço do 247, sei de onde vem, onde quer chegar com esse papinho.
          Fica ai preocupado em seu cinismo sobre as implicações morais da informação da suspeita de posse de uma hipotética piscina, troll.

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h06

          Vc vai responder a pergunta ou não?
          Pode ou não pode?
          Nem questiono se existe tal obra.
          Quero apenas saber se isso pode acontecer.
          Afinal, é crime ou não uma grande empreiteira, com muito dinheiro de licitações, fazer uma obra de graça para o Estado?

          Des

          13 de novembro de 2016 às 23h13

          Se você conhece um mínimo de direito administrativo sabe que não.

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h25

          Ok.
          Queria apenas uma resposta.
          Concordo.
          A Odebrechdt não pode fazer obras sem receber.
          Eu quero mais transparência nas relações entre Estado e empresas.
          Coisa simples.
          Creio que concordamos nesse ponto.

          Des

          13 de novembro de 2016 às 23h33

          Afinal, é crime ou não uma grande empreiteira, com muito dinheiro de licitações, fazer uma obra de graça para o Estado?

          Não é crime.

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h35

          Ah…
          Lamentável…
          Pois discordo.
          Este tipo de relação fere a publicidade, por exemplo.
          Qualquer obra teria que ser documentada e teria que passar por órgãos de controle.

          Des

          13 de novembro de 2016 às 23h37

          Não é questão para discordar. É a lei.

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h38

          O que diz a lei?

          Des

          13 de novembro de 2016 às 23h41

          Vai procurar, não estou aqui para te entregar nada mastigado.

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h42

          Hum…
          Entendo.
          Vc conhece a lei que diz que isso é possível mas não quer nos informar.
          Entendo…

          Des

          13 de novembro de 2016 às 23h43

          Exato, estou sonegando texto de lei fartamente disponível na internet.

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h45

          Qual é então?
          Indique o texto.
          Quero me inteirar sobre o assunto.

          Des

          13 de novembro de 2016 às 23h50

          Talvez amanhã, se eu ainda me importar.

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h51

          Ok.
          Mas sabemos…
          Vc é covarde e não vai voltar.

          Des

          13 de novembro de 2016 às 23h53

          Dar aula pra lumpen. Fica esperando.

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h54

          Sim. Não vou esperar.
          Apenas agradeço.
          Não esperava nada além de esquivas.

          Zenio Silva

          13 de novembro de 2016 às 23h52

          Qual Lei?!

          Des

          14 de novembro de 2016 às 00h14

          Postei o link. Foi pra moderação. Bom que quando liberarem, você vai ver, e ele não. Kkk
          Doação não onerosa para ente da administração dispensa processo licitatório, com as devidas exceções.

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 00h16

          Mas não dispensa documentação, não é mesmo?
          Se a obra estiver documentada, como doação, tá tudo certo.
          Mas se não…
          Aí é crime contra a administração pública.

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 00h23

          Só não vou ver se vc me bloquear, jovem.
          No mais, vc sabe.
          A obra não pode ser feita sem obedecer os trâmites.
          Aí é fácil.
          Obedece os trâmites?

          Des

          14 de novembro de 2016 às 08h32

          Você está falando da hipotética obra perdida que a PF não sabe onde foi feita? Aquela mesma que você não se importa se foi feita ou não?

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 09h51

          Não, de qualquer obra hipotética.

          Des

          14 de novembro de 2016 às 11h13

          De forma geral entendo que não, pois se a obra se trata de restauração de bem público sem onerosidade, dispensando licitação,tendo em vista a falta de previsão expressa na Lei n. 8.666/93 para tratar especificamente da doação de benfeitoria necessária por particular a ente público, portanto, o contrato de doação com aceitação tácita seria simplesmente contrato civil regido pelo Código Civil. Compreendido desta forma, comprovada a boa fé das partes, poderia ser posteriormente convalidado com a documentação exigida pelo plano diretor da cidade, lei de zoneamento, ou a mera apresentação da ART, dispensando até mesmo a apresentação de projeto.

          Trâmites burocráticos posteriores, restritos, e de responsabilidade somente do engenheiro da obra, e dos servidores públicos da área responsável pela manutenção da edificação com a devida notificação do MP da respectiva esfera de competência.

          Para um caso abstrato geral como esse, você teria que ir pra doutrina, catar jurisprudência, adequar ao ano do julgamento… mas principalmente saber a instância em que se dará o trânsito em julgado, e em todas as instâncias o nome do juiz e do procurador.
          Prevalecendo o bom senso, aferiria-se a benfeitoria necessária como valorização do bem público, mas dependendo destes, podem ir de impeachment, degredo, surra de vara, tudo ao gosto da capa da revista.

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 11h27

          Des, sem má fé de minha parte.
          Se existe obra documentada, tudo ok.
          Isso é o que precisam averiguar.
          Pelo que li, existe a documentação.
          Então tal suspeita foi apenas factoide.

          Des

          14 de novembro de 2016 às 11h41

          Não tem nada a ver com documentação, mas sim da comprovação de recebimento de favores em troca de benfeitoria necessária em bem público de posse temporária e restrita ao mandato rememorando, ainda mais no fim deste período. WTF. Pelo menos você confirma o factoide depois de horas de terapia.

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 11h50

          Não posso confirmar nada.
          Eu desconheço o procedimento feito para tal obra.
          Se ela foi feita dentro dos trâmites, tudo certo.
          Se não, vão ter que explicar.
          Mas isso é simples de averiguar.

          Zenio Silva

          14 de novembro de 2016 às 12h06

          Desculpe-me, mas princípio não é tipo penal!
          Sugiro aos neófitos a leitura do Código Penal, Título XI Dos Crimes Contra a Administração Pública, Peculato, Concussão, Excesso de Exação, Corrupção Passiva, Condescendência Criminosa, Advocacia Administrativa, Violência Arbitrária, Abandono de Função, Exercício funcional ilegal antecipado ou prolongado, Violação de sigilo funcional, Violação de sigilo de proposta de concorrência… Estão todos lá no CP. Além disso, em áreas específicas, temos, legislação penal exótica, fora do Código, como na Lei 8.666 que tipifica os crimes dentro do processo licitatório… Vale a pena ler, evita muita ideia errada difundida pela imprensa, que não lê e nem tem interesse em ler sobre o tema…

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 12h10

          Vc se prende sempre ás formalidades.
          Sou leigo.
          Por crime vc pode entender como ato ilegal, se preferir.
          Isso é coisa para quem atua na área do direito.
          Há discussão sobre tipificações de crimes.
          Eu não me envolvo na discussão dentro do direito, mas apenas de forma geral.

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h37

          Obra documentada?
          Se não, crime.

          Des

          13 de novembro de 2016 às 23h41

          Que obra? A piscina sobre a qual você não questiona se existe?

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h43

          Qualquer obra.

          Des

          13 de novembro de 2016 às 23h46

          Já retorceu sua proposição inicial à exaustão. Vai procurar agulha noutro palheiro.

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h47

          Hehehe…
          Respostas evasivas.
          Natural.
          Eu entendo.
          Difícil defender um mal feito.
          Na sua situação, o melhor é se esquivar.

          Des

          13 de novembro de 2016 às 23h51

          Fala:
          Eu não tenho corrupto de estimação, chupa petralha, kkkk.

          Pronto, ganhou o argumento.

          Zenio Silva

          13 de novembro de 2016 às 23h52

          Qual crime, onde está no CP esse crime tipificado?!

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h52

          Princípio da adm pública.
          Publicidade.

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h53

          Transparência.

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h53

          Agir fora dos princípios da administração pública é crime.

          Zenio Silva

          14 de novembro de 2016 às 11h56

          Qual crime é esse?!
          Por exemplo, um ex-presidente, em livro de memórias, confessar que fora avisado por conselheiro de estatal que havia uma quadrilha atuando, mas que, por conta de projetos a aprovar no congresso e, pasme, por não ter nomes para colocar no lugar dos denunciados resolve deixar assim é crime, chama-se Prevaricação, art. 319 do CP!!! Claro que a confissão só se deu após o tal ex-presidente completar 80 anos e, claro, ter ocorrido a prescrição!!! Tudo certo então, não é mesmo?!

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 12h00

          Tudo errado.
          Não sou defensor de FHC.
          Quanto à ilegalidade, é isso.
          Qualquer doação precisa ser comprovada por documento.
          Sem a existência, pode configurar crime.
          Cabe averiguar.

          Zenio Silva

          13 de novembro de 2016 às 23h51

          Pode, um presidente, no exercício do mandato, promover um jantar no palácio para os maiores empresários do país, passar a ‘sacolinha’ , arrecadar R$7 milhões e levar a grana para casa?!

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h52

          Não, não pode.
          Cri-me.

          Ruy Acquaviva

          14 de novembro de 2016 às 12h17

          Para os mentirosos de plantão: https://www.ocafezinho.com/2016/11/14/folha-nao-le-folha-20-empresas-participaram-da-reforma-do-palacio-da-alvorada/

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 13h19

          Já li.
          Tanto que nunca disse que esse caso da reforma na piscina se tratava de crime.
          É sempre preciso averiguar.

          Ruy Acquaviva

          14 de novembro de 2016 às 15h54

          E é tão difícil digitar umas palavras de pesquisa no Google para ver as notícias da época dando conta da reforma, das empresas que fizeram a reforma e da fiscalização pelo TCU, não é? Mais fácil que digitar meia dúzia de palavras na busca do Google é fazer quinhentas insinuações levianas nos comentários.
          http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u78383.shtml
          https://www.brasil247.com/pt/blog/terezacruvinel/265322/Reforma-do-Alvorada-mecenato-vira-crime.htm

          Zenio Silva

          13 de novembro de 2016 às 23h47

          Pode, por que não poderia?!

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h49

          Pode?
          Achei que feria as leis que definem a relação do Estado com entes privados.
          Não?
          Então se a Shell der um helicóptero para o ministério das relações exteriores, sem documentar a doação, pode?

          Zenio Silva

          14 de novembro de 2016 às 00h28

          Seja mais específico, quais Leis são essas, qual exatamente o tipo penal ‘achas’ que foi praticado?!
          Reforma em piscina difere muito da ‘doação’ de um helicóptero; uma reforma, me parece, não implica em transferência patrimonial!
          A tal piscina, com ou sem reforma, pertencia e pertence ao palácio da Alvorada que, por sua vez, pelo que consta pertence à União. Ou o Lulinha também é dono do Alvorada?!
          Cara, 11 milhões para o Temer, 23 milhões para o Serra, mais 5 milhões para o Padilha para o Lula foi o triplex que não é dele, o sítio dos pedalinhos, o tal faqueiro fake, o crucifixo e agora a ‘reforma’ da piscina do Alvorada. Não achas estranho que essa Lava Jato não tenha achado nada mais relevante para imputar ao ‘chefe da ‘quadrilha’ com quer o daltam?!

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 00h38

          Zelio, tipo penal eu deixo para especialistas.
          Doações não documentadas são crime.
          É preciso passar por toda uma burocracia para isso ocorrer.
          Quanto aos bandidos, são todos.
          Tirando o discurso maniqueísta que culpa um lado ou o outro, todos levam vantagens.
          Lula não é santo.
          E nem acho que seja o pior de todos.
          Foi um bom governante.
          Mas não dá pra confiar.
          Se aliou ao Maluf, Jucá foi ministro e líder do governo, aliado de Collor, Sarney e Renan.
          E vc sabe que esses todos são bandidos.
          Todos sabemos.
          Lula é mais um deles.
          Lula é o homem dos acordos políticos do PT.
          Ele fez os acordos com esses daí.

          Zenio Silva

          14 de novembro de 2016 às 00h48

          Especialistas não, se dizes que há ‘crime’ tem que haver lei prévia que o defina como tal! Estavas cobrando uma resposta de outro comentarista aqui, agora foges de responder!
          Qual é o ‘crime’ que ‘achas’ que foi cometido, se não sabes não devias te manifestar dessa forma!!!
          Não confio no Lula, mas sou adepto fervoroso da presunção da inocência, para todos e para qualquer um. Não saio por aí imputando crimes a torto e direito… Essa fúria moralista deixo para esses paladinos do Paraná. Quando o moralismo entra na Justiça o Direito foge pela porta dos fundos!!!
          Cuidado!!!

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 01h22

          Eu não disse que havia crime.
          Eu perguntei se era possível.
          É crime quando não são respeitados os princípios da administração pública.
          Sem a publicidade, os princípios estão feridos.
          No caso, não temos conhecimento sobre os fatos.
          Essa análise deixamos para quem se debruçar sobre os fatos e detiver conhecimento.
          Eu só posso tentar entender.
          Mas quanto a esses políticos, todos sabemos.
          Só não estão presos porque no Brasil reina a impunidade.

          Zenio Silva

          14 de novembro de 2016 às 11h48

          Em comentário anterior um tal de Torres, que és tu, escreveu: “…Doações não documentadas são crime.” . Assim, categórica e peremptoriamente. Agora, o mesmo Torres, ou seja, Tu mesmo, escreve: “Eu não disse que havia crime.”…
          Decida-te Torres, ou bem é crime ou não!!!

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 11h54

          Vc não entende português.
          Doações está no geral, Zenio.
          Cada caso tem de ser avaliado.
          Sem os trâmites legais, é crime.
          Com os trâmites legais, não.
          Nesse caso, não temos informações para afirmar nada.

          Zenio Silva

          14 de novembro de 2016 às 19h27

          Eu entendo, quem não entende é quem escreve é diz, depois, que não escreveu!
          Descumprimento de trâmite não é, por si só, CRIME! CRIME é o que a lei tipifica clara é objetivamente, descumprimento de trâmite é só descumprimento de trâmite, não há pena para isso, no máximo o direito administrativo obriga ao desfazimento do ato em si, mas longe de tratar isso como crime… Entendeu, simples não?! Nem preciso desenhar…

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 23h55

          Não precisa desenhar.
          Crime tem que ser tipificado.
          Isso é linguagem jurídica.
          Não nos importa.
          Mas dependendo do ato administrativo, pode ser tipificado como crime.
          Aí quem diz são entes jurídicos.
          Delegados, polícia, tribunal de contas, etc.

          Zenio Silva

          15 de novembro de 2016 às 11h08

          Vou ter que desenhar sim! Até agora não entendeste que a conduta, caso concreto, é confrontada com o tipo penal, crime!, em abstrato, anteriormente definido em Lei… Esse tipo de conduta que advogas, praticada a conduta, passa-se a tipificá-la como crime, era muito comum na Alemanha nazista e URSS stalinista, chama-se, inclusive, de direito do inimigo. O que interessa é quem praticou a conduta para tipificá-la como crime.
          Espero que não logres sucesso nessa empreitada, já se disse que a história, quando se repete, será como farsa!

          Torres

          15 de novembro de 2016 às 11h10

          Ok, Zenio.
          É ilegal, contravenção, ato administrativo falho.
          Qualquer coisa.

          Ruy Acquaviva

          14 de novembro de 2016 às 12h02

          As doações para a reforma do Palácio do Alvorada foram documentadas, pare de mentir. Suas mentiras só atestam que não tem nada de real para acusar o Lula.

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 12h05

          Se foram documentadas, tudo certo.
          Isso quem vai averiguar não somos nós.

          Ruy Acquaviva

          15 de novembro de 2016 às 11h40

          Averiguar você não vai, mas fazer insinuações levianas e descabidas centenas de vezes isso sim você faz. Coisa de moleque.

          Torres

          15 de novembro de 2016 às 12h37

          Vou fazer as insinuações todas.
          Não confio em Lula.
          Sabemos que tudo ali foi muito bem acordado.
          Deve ser tudo sujo.

          Ruy Acquaviva

          15 de novembro de 2016 às 18h05

          Acabou de dizer que é leviano e que acusa sem se importar se é verdade ou não.
          O ódio cego é típico das bestas quadradas que se prestam a ser massa de manobra da mídia.
          Alto falante de mentiras dos verdadeiros corruptos.
          E não tem escrúpulos e repetir mentiras.

          Torres

          15 de novembro de 2016 às 20h36

          Sem ódio.
          Apenas desconfiança.
          Eu não acusei.
          Somente coloco em dúvida.
          Eu duvido de tudo.

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 12h06

          E eu não estou acusando Lula.

          João Grandão

          14 de novembro de 2016 às 15h23

          Como é que você sabe?
          É outra petralhinha que se acha o dono da verdade.

          Disqus LAM Mod

          14 de novembro de 2016 às 19h02

          O atual nivel de imbecilidade nacional permite que alguem se identifique como torcedor do Internacional e, ao mesmo tempo, proclame seu odio aos “comunistas”. (!!!) Beira o inacreditavel.
          Antes de se deixar entubar pelo discurso de odio da midia comprada, te sugiro pesquisar a historia do teu clube, seu jumento semialfabetizado… KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
          E um ruminante desses acha que pode avaliar o intelecto alheio…

          João Grandão

          14 de novembro de 2016 às 23h42

          Inacreditável é ver alguém defender lula e achar que pode chamar outro de jumento.
          É impressionante a capacidade de lula de idiotizar as pessoas e fazê-las agir com total imbecilidade, e ainda comprar briga para defendê-lo.

          Tudo o que você está me acusando foi exatamente o que lula fez – o discurso de ódio – principalmente. Mas o miopía histórica e indecente da petralhada é incurável. Beira à indecência.

          Impossível avaliar o intelecto de tamanha bestialidade como a sua. Mas posso afirmar. Você chega às raias da patetice.

          Disqus LAM Mod

          15 de novembro de 2016 às 02h43

          Tergiversou.
          E o Internacional, comedor de capim?
          Voce e colorado, amante do ideal socialista, ou uma gremista assumida com odiosinho de comunista? Eu sou colorado. E tenho orgulho de vestir a camisa vermelha do Internacional.

          João Grandão

          15 de novembro de 2016 às 18h45

          Tenho que concordar com você. A consciência política do brasileiro está abaixo da crítica, razão esta que elegeu lula, do contrário ele não passaria das portas do sindicato.

          Em nenhum país desenvolvido permitiu-se que um governante assumisse ares de divindade. O governante, nestes países, é mais um servidor da pátria, e deve respeitá-la tanto ou mais que os concidadãos.

          Mas se você prefere seguir uma religião, sinto muito, não tenho a menor disposição para explicar-lhe a diferença entre religião, política, economia etc etc.
          Você confunde inclusive uma posição política com uma preferência clubística, a cor do Inter com a cor do teu partido.

          Tem que ser muito asno para pensar assim. Então, sirva-se você do capim, que aliás, é só o que sai da boca do petralha, misturado com cachaça ainda.

          Encerro aqui minha conversa com você.
          Vai procurar outro confuso igual à você para, quem sabe, tecerem teorias de como salvar o mundo a partir da ordem comunista.

          A merda em que o país se encontra é justamente por causa destas mentes confusas e danosas ao país.

          João Grandão

          15 de novembro de 2016 às 18h53

          Tenho que concordar com você. A consciência política do brasileiro está abaixo da crítica, razão esta que elegeu lula, do contrário ele não passaria das portas do sindicato.

          Em nenhum país desenvolvido permitiu-se que um governante assumisse ares de divindade. O governante, nestes países, é mais um servidor da pátria, e deve respeitá-la tanto ou mais que os concidadãos.

          Mas se você prefere seguir uma religião, sinto muito, não tenho a menor disposição para explicar-lhe a diferença entre religião, política, economia etc etc.
          Você confunde inclusive uma posição política com uma preferência clubística, a cor do Inter com a cor do teu partido.

          Tem que ser muito asno para pensar assim. Então, sirva-se você do capim, que aliás, é só o que sai da boca do petralha, misturado com cachaça ainda.

          Encerro aqui minha conversa com você.
          Vai procurar outro confuso igual à você para, quem sabe, tecerem teorias de como salvar o mundo a partir da ordem comunista.

          A porcaria em que o país se encontra é justamente por causa destas mentes confusas e danosas ao país.

          João Grandão

          15 de novembro de 2016 às 18h54

          Tenho que concordar com você. A consciência política do brasileiro está abaixo da crítica, razão esta que elegeu lula, do contrário ele não passaria das portas do sindicato.

          Em nenhum país desenvolvido permitiu-se que um governante assumisse ares de divindade. O governante, nestes países, é mais um servidor da pátria, e deve respeitá-la tanto ou mais que os concidadãos.

          Mas se você prefere seguir uma religião, sinto muito, não tenho a menor disposição para explicar-lhe a diferença entre religião, política, economia etc etc.
          Você confunde inclusive uma posição política com uma preferência clubística, a cor do Inter com a cor do teu partido.

          Tem que ser muito asno para pensar assim. Então, sirva-se você do capim, que aliás, é só o que sai da boca do lula, misturado com cachaça ainda.

          Encerro aqui minha conversa com você.
          Vai procurar outro confuso igual à você para, quem sabe, tecerem teorias de como salvar o mundo a partir da ordem comunista.

          A merda em que o país se encontra é justamente por causa destas mentes confusas e danosas ao país.

          Disqus LAM Mod

          15 de novembro de 2016 às 19h48

          Fugiu? HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
          Normal. Melhor pra voce, sua merdinha.

          João Grandão

          16 de novembro de 2016 às 08h17

          ( ) Tremembé
          ( ) Papuda
          ( ) Central
          Escolha uma das alternativas para o novo endereço do lula, gazelinha frenética.
          Escolha a mais perto de você para poder babar ovo de vez em quando.
          Você já nasceu assim ou ficou idiota depois de votar no PT?

          Disqus LAM Mod

          16 de novembro de 2016 às 20h26

          Vai estudar a historia do Internacional de Porto Alegre, sua merdinha.

          João Grandão

          17 de novembro de 2016 às 09h03

          merdinha é o que o lula via tirar de você quando for visitá-lo.
          Cuidado, já tem uma história de que ele tentou se atracar num colega de cela. Vai ser bem mais fácil atracar uma bostinha fãzoca. Tua vai dar rezando.
          Diz prá ele cuspir primeiro.

          Disqus LAM Mod

          17 de novembro de 2016 às 21h48

          Eu te ofendo e voce se defende ofendendo… o LULA?!
          Se eu passo a mao na piguancha da tua mamae, voce vai xingar o LULA?! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
          Vai estudar a historia do Internacional de Porto Alegre, sua merdinha.

          João Grandão

          15 de novembro de 2016 às 19h42

          putz, falta um dedo, não poderão usar aquelas algemas de dedos, terão que usar as algemas de pulso mesmo no ladrão.

          Terão que economizar a garganta para zurrar bastante na frente da cadeia,

          Ruy Acquaviva

          15 de novembro de 2016 às 11h39

          Dizer que o outro se acha dono da verdade é típico de quem não tem argumentos e não sabe debater, só consegue repetir essa frase feita medíocre, verdadeira muleta retórica.
          Como eu sei que a reforma do Alvorada feita por 20 empresas e não somente a Odebrecht foi amplamente divulgada? Simplesmente fazendo uma busca do Google e vendo as notícias da reforma nos maiores jornais do País, dando conta do consórcio formado para reformar o Alvorada, do Lula PUBLICAMENTE exortando as grandes empresas a contribuírem para a preservação desse monumento nacional, tudo abertamente, às claras e sem NADA escondido.
          É muito melhor ser petralhinha do que coxinha que virou trouxinha e agora está escondidinho com o cabo da panela enfiado no rabo.
          Somente totais idiotas podem achar que vão convencer qualquer um que não seja também um completo imbecil, que a reforma do Alvorada foi feita às escondidas ou que alguém iria se corromper para preservar um bem público. É algo que foge ao bom senso e não resiste à um mínimo de inteligência, coisa que os fascistas odiadores do PT simplesmente não tem.

          João Grandão

          15 de novembro de 2016 às 18h56

          Mas que interessante, então quer dizer que se alguém fizer algo ilícito é só procurar no google que vai estar registrado.

          Não me surpreende você ser idiota.

          Ruy Acquaviva

          14 de novembro de 2016 às 12h01

          Até agora você estava falando asneiras, agora já está mentindo. A doação de empresas à reforma do palácio da Alvorada foi amplamente documentada, divulgada pela imprensa e fiscalizada pelo TCU. Não houve nada ocultado nem escondido, até porque não faria sentido esconder. As empresas que fizeram as reformas do Alvorada queriam obter uma melhora na sua imagem pelo fato de ajudarem a manter um monumento nacional, parte do patrimônio histórico e artístico do Brasil. Então divulgaram bastante o que estavam fazendo. Aliás o Palácio do Planalto também recebeu uma reforma com o mesmo tipo de doação privada. Muitos outros monumentos nacionais também recebem esse tipo de doação. Não é apenas normal e legítimo como é desejável. As empresas ganham por associar sua imagem a um benefício público e o Estado gasta menos para manter o patrimônio Histórico e artístico nacional.
          O fato dos fascistas terem que recorrer ao ridículo de inventar mentiras usando essas reformas, tão divulgadas e anunciadas na época em que foram realizadas e de interesse absolutamente público, só serve de atestado de idoneidade ao Lula porque não estão achando um fiapo de irregularidade da parte dele nem para inventar suas mentiras.

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 12h03

          Eu não menti em nada.
          Usei pontos gerais.
          Não sei sobre essa obra.
          Se ela seguiu os trâmites legais, tá tudo certo.
          Não cabe a mim averiguar isso.

          Ruy Acquaviva

          14 de novembro de 2016 às 15h44

          Uma simples pesquisa no Google já mostraria uma grande quantidade de notícias da época não penas dando publicidade à presença de VINTE EMPRESAS (não apenas a Odebrecht) participando da reforma do Alvorada, mas também do acompanhamento da obra pelo TCU.
          Mas acho que é mais fácil bancar o desentendido e ficar fazendo insinuações levianas para ver se influencia algum incauto, né?

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 15h47

          Não quero influenciar ninguém.
          Quero apenas saber o que pode e o que não pode nessa guerra de narrativas.
          Não tenho que procurar nada se não estou a acusar ninguém.

          Zenio Silva

          15 de novembro de 2016 às 11h12

          Ruy, essa ‘posição’ do Torres é a do franco atirador, se mexeu ele manda bala para dizer depois que não sabe de nada, que não tem que averiguar nada! Sabes o nome disso, certo?!

        Zenio Silva

        13 de novembro de 2016 às 23h46

        Se for verdade, a piscina está no Alvorada ou o Lula ‘levou-a’ junto com aquelas traquitanas que ganhou como presidente?!
        Tenha paciência!!!

        Responder

          Torres

          13 de novembro de 2016 às 23h50

          Quero saber se o Estado pode aceitar presentes não documentados.
          Nem falo de Lula.
          O Estado.

          Ruy Acquaviva

          14 de novembro de 2016 às 11h39

          O Estado pode receber doações de empresas para preservação de monumentos públicos e o patrimônio histórico e artístico nacional, como é o caso do Palácio da Alvorada. Milhares de monumentos, museus, palácios de governo, estátuas e outros monumentos públicos são restaurados com doações de empresas em todo o Brasil e no mundo. O Palácio dos bandeirantes teve restaurações que contaram com doações de empresas só para dar um exemplo de um prédio público de um estado governado por tucanos há vinte anos.NUNCA foi atribuída nenhuma dessas obras u restaurações como benefício pessoal ao ocupante do cargo ligado ao monumento ou prédio que recebeu a dioação simplesmente porque é RIDÍCULO imaginar que um político iria se corromper para realizar uma obra de interesse público. O corrupto faz o contrário, usa o dinheiro público para fazer obra em propriedades particulares suas e de parentes, como fez o Aécio Neves construindo um aeroporto particular na fazenda do seu tio com dinheiro do tesouro do estado de Minas Gerais.

          Des

          14 de novembro de 2016 às 11h42

          Já expliquei de diversas formas, o problema aí é terapia.

          Torres

          14 de novembro de 2016 às 11h42

          Não era essa a questão, mas tudo bem.
          Obras documentadas podem ser feitas, de acordo com os trâmites legais.
          O que não pode é uma obra que não siga os princípios da administração pública.
          Seguindo, tá tudo certo.

          João Grandão

          14 de novembro de 2016 às 15h22

          Rapá, nem tente.
          Lula é safado, o maior predador que já pisou no Alvorada.
          Doações ao governo são documentadas. Obras têm que ter contrato. Se a PF suspeita da obra da piscina é porque tem caroço neste angu.
          Aliás, lula tinha certeza que ficaria por mais uns 200 anos no poder, por isto ele pediu p/ reforma a piscina, prá ele, prá família dele e dos amigos.

          Deixa de ser trouxa, e vá lá comentar no blog do imbecil do Eduardo Guimarães, outro trouxa pela sa co do lula.

          Ruy Acquaviva

          14 de novembro de 2016 às 15h36

          Você é simplesmente ridículo. A reforma do Alvorada foi documentada e foram 20 empresas que participaram da reforma com farta divulgação pela imprensa e fiscalização de todo mundo TCU, PF, Ministério público e até o Papa.
          Você passa ridículo e banca o asno insistindo no absurdo que uma obra de restauração de um monumento nacional amplamente divulgada pela imprensa seria para benefício próprio do Lula.Ainda por cima mente feito um canalha, que de fato é, pois diz que as reforma não foi documentada quando de fato foi.
          Porém faz ainda pior, pois mostra ser de uma burrice asinina a insistir que o Lula achava que iria morar “200 anos” no Alvorada quando ele no auge de sua popularidade, com mais de 90% de aprovação popular nem tentou mudar a Constituição (coisa que teria toda a chance de fazer dada a altíssima taxa de intenção de voto nas pesquisas) para um terceiro mandato.
          Simplesmente TUDO que você zurrou no seu fétido comentário é uma mentira tão descarada quanto inverossímil, pois dementida pelos FATOS concretos.
          É patético como vocês, broncos odiadores decerebrados, não conseguem nem ao menos formular mentiras que resistam a mais superficial observação dos fatos reais mais gritantes. É muita, mas muita burrice MESMO…

          João Grandão

          14 de novembro de 2016 às 15h48

          então vai lá na PF e mostra isso prá eles, idiota imbecilizado pelo lula.

          Simplesmente estes abestados seguidores do lula são uma massa de manobra inútil e causadora dos maiores danos ao país.
          Vaza, vai prá Cuba, Venezuela. Vai se abraçar no Maduro – babacão.

          Ruy Acquaviva

          15 de novembro de 2016 às 11h46

          Por que eu iria na PF mostrar alguma coisa que está amplamente divulgada pela imprensa e documentada no TCU? Claro que a PF sabe que não tem nada de irregular aí. Eles apenas levantam suspeitas para que a imprensa possa fazer manchetes mentirosas como essa que é objeto da matéria ora comentada. Depois que provamos que é uma mentira sai uma notinha de tretratação minúscula no rodapé dos classificados.
          É assim que se faz calúnia pela imprensa. E eles contam com centenas de midiotas, haters imbecilizados que foram adestrados para despejar suas frustrações pessoais odiando e xingando o PT. A massa de manobra midiota é o exército de zumbis da mídia para propalar boçalidade e você é um exemplo típico dessa escumalha.

          João Grandão

          15 de novembro de 2016 às 18h57

          Vamos canonizar o lula, este benfeitor mal compreendido.

Aleksey kromanov

13 de novembro de 2016 às 14h44

Estamos nas mãos de criminosos travestidos de juízes, promotores, e jornalistas.

Responder

    Jadir Rocha

    14 de novembro de 2016 às 11h43

    Extra, extra, extra, última notícia da folha. O filho do Lula comprou mais um conglomerado educacional. Desta vez ele comprou o Campus da ESALQ/USP/PIRACICABA. FOLHA NÃO DÁ PARA LER.

    Responder

      João Grandão

      14 de novembro de 2016 às 15h45

      também comprou tua estupidez.

      Responder

    João Grandão

    14 de novembro de 2016 às 15h46

    e políticos, não esqueça da clase que lula elevou à décima potência em matéria de safadeza.
    Maluf é ladrãozinho de galinha perto do lula.

    Responder

Deixe uma resposta