Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Índia e Irã querem fazer refinaria que a Petrobras abandonou

Por Redação

22 de novembro de 2016 : 12h02

Economista apostentado da Petrobrás escreve sobre o processo de privatização da maior empresa de petróleo do País. Durante a análise, Cláudio da Costa questiona: Que sentido tem para o país a implantação de um empresa estrangeira para importar petróleo e concorrer com a Petrobras vendendo derivados no mercado brasileiro ?

Por Cláudio da Costa Oliveira, exclusivo ao O Cafezinho

Índia e Irã querem fazer refinaria que Petrobrás abandonou

Enquanto o povo brasileiro está concentrado nos capítulos diários da novela Lava Jato, a operação lesa-pátria segue a pleno vapor, entregando ativos da Petrobras a “preço de banana” e a “toque de caixa” sem nenhuma contestação.

Agora uma nova e sofisticada ameaça surge no horizonte.

Em reportagem, o jornal “O Estado” do Maranhão informou que, na semana passada, representantes dos governos do Irã e da Índia estiveram no Brasil, onde foram recebidos pelo ex-governador do Maranhão e atual deputado federal José Reinaldo Tavares.

Eles estão preparando uma visita oficial que os dois países farão ao Brasil em dezembro visando a implantação de uma refinaria e um polo petroquímico no Maranhão.

Segundo Zé Reinaldo :”Este é um investimento com recursos destes dois países, que querem ser grandes parceiros do Brasil na área de mineração. Não envolve recurso nacional. A Petrobras na verdade tem todo o interesse, pois é um investimento internacional em uma área que ´para ela é prioritária”.

O deputado federal levou o embaixador iraniano a diversas reuniões com representantes do governo brasileiro : “Estivemos reunidos com os ministros Fernando Coelho, Serra, Eliseu Padilha, Moreira Franco e com o presidente da Petrobras Pedro Parente”.

O projeto deverá ser implantado no município de Bacabeira (MA) com um custo previsto de US$ 3 bilhões, aproveitando a área preparada pela Petrobras para implantação de uma refinaria Premium que foi abandonada pela empresa em 2014. Na época a jornalista Clarissa Carramilo do G1 MA, informou : “O investimento da Petrobras neste empreendimento e outro similar no Ceará já consumiu R$ 2,7 bilhões. A companhia atribuiu a desistência dos projetos das refinarias à falta de parceiros e à revisão das expectativas de crescimento do mercado de combustíveis”.

Zé Reinaldo salientou que a intenção do Irã e da Índia, é importar petróleo e produzir derivados para venda no mercado brasileiro.

Não sou xenófobo. Não tenho nada contra Irã ou Índia. Mas o Brasil hoje produz mais petróleo do que consome e produz menos derivados do que consome. Que sentido tem para o país a implantação de um empresa estrangeira para importar petróleo e concorrer com a Petrobras vendendo derivados no mercado brasileiro ? Porque um projeto inviável para a Petrobras será viável para o Irã ? É um absurdo. A quem interessa tornar o Brasil mercado cativo para o petróleo iraniano, enquanto sobra petróleo por aqui ? Quem vai lucrar com isto ?

Se este projeto se concretizar mais uma vez ficará demonstrado aquilo que sempre digo : “O Brasil hoje é governado por colonizadores que só pensam em explorar o país e seu povo “.

É FANTÁSTICO.

Cláudio da Costa Oliveira

Economista aposentado da Petrobras

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Roberto

22 de dezembro de 2016 às 23h33

“Porque um projeto inviável para a Petrobras será viável para o Irã ? É um absurdo. A quem interessa tornar o Brasil mercado cativo para o petróleo iraniano, enquanto sobra petróleo por aqui ? Quem vai lucrar com isto ?”

Pior que seram os mesmo que lucraram quando Dilma liberava aditamentos a rolé para pagar campanha!

Se ela tivesse dispachado as empreiteiras corruptas, nada disso teria acontecido

Responder

Braga

18 de dezembro de 2016 às 20h03

O Brasil é muito grande,o individualismo prospera em todas as regiões. A matéria só esqueceu de enfatizar que tal empreendimento é sim válido para o pobre estado do Maranhão. Estado esse maltratado pelos seus governantes e discriminado pelo restante do país. Portanto ,se a petrobras defendida pelo seu ex funcionário não foi competente para tocar tal investimento, paciência meu caro Cláudio. Você é igual à todos; só olha pro próprio umbigo.

Responder

Atreio

29 de novembro de 2016 às 17h00

o triste circo dos canalhas, asssitido pelos tolos – onde todos nós q levantamos a tenda sairemos mal.
mesmo sem crime, a presidente foi retirada pra entrar um criminosos condenado.
seus notáveis se provam a cada dia serem os já conhecidos gangsters q eram há anos.
se mesmo indo contra alei, serginho granpeou a presidente e publicou 2h depois e ainda ganhou um vale q serve pra tudo so parça do TRF4.

o PIG diz qele manda ….mas é só até a ONU dizer q ele é oq é.
mas aí ele já vai tá em miami. junto com youssef, lurdinha e o outro amigo (tb serginho)…

o histórico sempre aponta indícios:
pfl – partido mais corrupto do brasil (hj tem o seu meninão na pres. da camara, sabe-se lá pq….)
psdb – 2o mais corrupto, pártido q quebrou o brasil 3 vezes
pmdb – 3o mais corrupto de acordo com o numero de dept. cassados. e temos aí cunha, barbalhos, miSHEL e todos seus assecals pra dar o tom doq é isso hj.

não levará 21 anos de novo.

Responder

Deixe um comentário