Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

FUP: Parente usa cargo para beneficiar empresa familiar

Por Tadeu Porto

05 de setembro de 2017 : 17h09

Foto: Adriano Machado/Reuters

Da Imprensa da Federação Única dos Petroleiros

A Federação Única dos Petroleiros apresentou, no dia 31/08, à Procuradoria Geral da República, documentos para serem anexados ao processo de representação de impedimento de Pedro Parente da presidência da Petrobras que enfatizam a existência de conflito de interesses na gestão de Parente à frente da Petrobrás.

Além de acumular a Presidência do Conselho de Administração da BM&F Bovespa, Parente é sócio fundador “licenciado” da Prada Administradora de Recursos Ltda, grupo de gestão financeira e empresarial presidido por sua esposa, Lucia Hauptman, e especializado em maximizar os lucros dos detentores das maiores fortunas do país.

Licenciado entre aspas, uma vez que, para a empresa presidida por sua esposa, a Prada Consultoria, o fato de Parente estar sentado no maior cargo da estatal, só trouxe benefícios. Em seu portal na internet, sua imagem é usada para atrair novos investidores e seu nome aparece em destaque entre os sócios da empresa, além de noticiarem as ações de Pedro Parente na Petrobras como forma de autopromoção da Prada.

Em dois anos, a empresa aumentou em 78% a quantidade de clientes pessoas físicas, além de atender empresas nacionais e investidores estrangeiros. Sendo que o maior aumento do número de clientes ocorreu em 2016, quando Parente já estava à frente da Petrobrás.

Além disso, o volume de compras de ações da administradora saltou de R$ 403 mil, em dezembro de 2015, para R$ 3,2 milhões, em dezembro de 2016. Uma movimentação maior do que a comum no mercado.

De acordo com a Lei de Responsabilidade das Estatais,13303/16, basta que exista a possibilidade de conflito de interesse para que seja vedada a indicação ao cargo. Como pode-se constatar, pelas atividades da empresa Prada e pelo seu exponencial aumento no último ano, existe claro conflito de interesse na gestão Pedro Parente. Além disso, no item 9 do Programa da Petrobras de Prevenção da Corrupção, “há conflito de interesse quando o empregado não é independente em relação à matéria em discussão e pode influenciar ou tomar decisões motivadas por interesses distintos daquele da companhia”. Como Parente pode tomar decisões livres de influências externas, quando sua esposa tem como clientes as famílias mais ricas do país? Diante disto, existe a caracterização clara de conflito de interesse na gestão golpista.

Parente, peça para sair!

Tadeu Porto

Colunista do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

C.Poivre

05 de setembro de 2017 às 22h06

Sírios da cidade de Deir ez-Zor, libertada dos terroristas pelo Exército Árabe Sírio, comemora nas ruas. Até o principal país financiador dos mercenários terroristas que invadiram a Síria em 2011, os EUA, já reconheceram a vitória militar da Síria:

https://youtu.be/tzHhsBk6krQ

Responder

PV Artur

06 de setembro de 2017 às 00h41

Sem novidade, esse cara é um pulha

Responder

Maria Carolina Brunow

05 de setembro de 2017 às 23h52

E a farra continua….Só levando em consideração a equipe que temer escolheu para assessorá -lo, dá para se ter certeza, de que se trata realmente, de uma quadrilha

Responder

Jorge Bohnenberger

05 de setembro de 2017 às 23h22

É um escândalo atrás do outro. Nossa sorte é que esse ‘governo’ está com as horas contadas.

Responder

Galvão Filho

05 de setembro de 2017 às 23h19

Alexandre Macedo

Responder

Maria Thereza

05 de setembro de 2017 às 19h05

por que não faria? são os campeões mundiais, há mais de 500 anos, em fazer o Estado trabalhar pra eles. Não foi impedido de entrar, não foi expulso, está usando seu “direito de dono”.

Responder

Irion

05 de setembro de 2017 às 18h59

Neoliberalismo é para os outros! (para os trouxas) “Para mim” o velho e bom Estado dá muito leite!

Responder

Mirian Reis

05 de setembro de 2017 às 20h39

Ahhh nem…povinho discarado curuzissss

Responder

Volnei Vander

05 de setembro de 2017 às 20h18

Eles são todos bandidos, não há o que nos surpreenda.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?