Entrevista de Lula à Revista Forum

And the political execration of Lula via the judiciary goes on…

Por Mariana T Noviello

02 de fevereiro de 2018 : 16h28

Photo: Geoffrey Robertson, Lula’s Lawyer at the UN Human Rights Commission

By Mariana T Noviello

The conviction of Brazil’s former President Lula da Silva was upheld by the appeal court in Porto Alegre. Jurists flag further legal inconsistencies.

All the three appeal judges of the 4th Regional Federal Court of Porto Alegre (TRF4) upheld the first level decision to convict former President Lula, increasing his sentence from over nine years to twelve years and one month.

Brazilian and international legal academics and professionals continue to criticize Lula’s treatment and have pointed out inconsistencies in the appeal procedure, adding to those in the original trial.

This only reinforces the argument that President Lula is being tried for political rather than legal reasons. In other words, he is a victim of so-called Lawfare.

I am sorry if we have to enter into legal details.

But if we do not do so, we will only hear, as we generally do in the media, that all the procedures are being followed appropriately, without any examination of their content.

As Pedro Serrano, Professor of Constitutional Law at the Catholic University of São Paulo, says: “Lula is being judged under criminal procedures of exception that only give an appearance of legality”.

It is, therefore, absolutely vital that we flag up the details that show that President Lula is being wrongfully tried.

Critics of the decision allege the following:

1) The Court could not demonstrate a “specific official act” that could be associated to the purported 3 Petrobrás (state oil company) contracts cited by the accusation.

Within Brazilian law, an “act” must have been practiced by a “public official” for someone to be accused of passive corruption.

Lula was, therefore, charged for “undetermined acts”. Furthermore, the whole affair is meant to have taken place a number of years after he left public office.

2) German jurist Roxin’s theory of “control over the act” (Tatherrschaft in German), conceived to address problems in German criminal law which made it difficult to prosecute Nazi war criminals, was inappropriately used to overcome the difficulties caused by the inability to demonstrate guilt – and to disregard proofs of Lula’s innocence.

This theory was also used during the so-called Mensalão (Cash for Votes) trials as a way to overcome the fact that there was not enough evidence (yes, here too!!) to incriminate certain individuals.

Critics argue that this principle was devised to ensure that all perpetrators are convicted, but not as a means to convict someone without proof, which is what happened during the Mensalão proceedings and now in Lula’s trial.

3) No funds or assets exchanged hands. Thus, charges of money laundering are legally impossible (Lula did not receive any funds and he does not – and has never owned the apartment ‘attributed’ to him).

4) Despite several requests by the defence, expert evidence analysis was not conducted.

According to article 158 of the Brazilian Criminal Procedure Code, financial crimes require that evidence of the type “follow the money” be demonstrated.

5) The maximum sentence was increased so as to ensure that the ‘crime’ would not go unpunished.

Given Lula’s age and the date the alleged “act of corruption” is meant to have occurred, if the sentence had remained at just over 9 years, Lula would not have had to serve it.

Lula needs to go to jail so that he is unable to run in the presidential elections in October this year.

Who is criticising the trials?

As well as renowned legal experts such as the Italian academic Luigi Ferrajoli and the former German Justice Minister, Herta Däubler-Gmelin, who have already denounced the process, over 100 jurists got together to write a book entitled “Comments on a Notorious Verdict: Lula’s Trial”, criticising Lula’s trial by first instance judge, Sérgio Moro“.

It was translated into English by Clacso (Latin American Council of Social Sciences) and can be downloaded for free at: https://www.clacso.org.ar/libreria-latinoamericana/libro_detalle.php?id_libro=1338&orden=&pageNum_rs_libros=0&totalRows_rs_libros=954

Lula’s case at the UN

Geoffrey Robertson, QC, Lula’s UN Human Rights Council lawyer, present during the appeal hearing, will submit new evidence to the UN.

Before leaving Brazil, Robertson spoke at the Lawfare Institute in São Paulo, where he said he was appalled that the Court did neither attempt to show impartiality nor was concerned that justice was not “seen to be done”.

He was amazed at the intimacy shown between the three judges and the public prosecutor.

“The fourth judge was (in fact) the federal prosecutor, sitting next to them, whispering to them… having lunch with them… This was unbelievable! …this is not a fair court, it is a court of three judges and a prosecutor”

Robertson, an expert for the International Bar Association on the independence of the judiciary, continued:

“It wasn’t a hearing at all, the prosecutors spoke for half an hour and Cristiano [Lula’s counsel] was given 15 mins to respond. Then the judges came to the court with their judgements all written! …the judges had written their judgements before they heard the defence’s argument”.

According to the QC, an experienced human rights lawyer who served as judge and as defence and prosecuting counsel, there was no presumption of innocence for Lula during this ‘ordeal’ (his words).

He said it was essential to “Giv(e) [Lula] what everyone should have: fundamental human rights… the right to a fair trial and a fair appeal”.

According to Robertson, two actions of the Federal Prosecutor who took Lula to court, Deltan Dallagnol, would have been enough to send him to prison in the UK.

He gave a PowerPoint presentation during primetime national television and wrote a book stating that Lula was guilty, both before the trial even reached the Courts.

These actions could be described as serious violations of the defendant’s right to the presumption of innocence.

I will leave the last words to Robertson, who also has acted as a successful prosecutor in important international corruption cases: “We all want to end corruption… but we do not end it effectively, unless we end it fairly. Because if you try people unfairly, they will not believe, with good reason, that they are guilty”.

To sign the petition to let Brazilians decide who they want as President and not the courts: “Election without Lula is Fraud

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Lucy

04 de fevereiro de 2018 às 22h29

ENTENDAM OS SEGREDOS DA LAVA JATO E O PLANEJAMENTO DA CIA E DAS CORRUPTAS ELITES BRASILEIRAS E OS MERGA ESPECULADORES DO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL E AS AÇÕES MIDIÁTICAS DO PIG A MIDIA GOLPISTA BRASILEIRA ALIADA AO CAPITAL ESTRANGEIRO DESDE 1936.

ENTENDAM PORQUE SERGIO MORO E A LAVA JATO PEDIU PROPINAS DE 400 MILHÕES DE REAIS PARA SALVAR A SUBSIDIÁRIA DA ODEBRECHT O GRUPO “BRASKEM ODEBRECHT” UM MEGA GRUPO PETROQUIMICO QUE PERTENCIA A PETROBRAS (NA ÉPOCA A PETROBRAS ERA TOTALMENTE ESTATAL, ELA FOI ALVO DE “PRIVATIZAÇÃO BRANCA” NA BOLSA DE NEW YORK FEITA POR FHC EM 10/01/1999 SEIS BILHÕES DE AÇÕES PREFERENCIAIS DA EX ESTATAL PETROBRAS FORAM DOADAS PARA GEORGE SOROS AMIGO DE FHC)

https://www.youtube.com/watch?v=t_n0Vlp4Av0

O ESCÂNDALO MOSSAK FONSECA FOI O MAIOR ESQUEMA DE CORRUPÇÃO DO PLANETA, INICIADO EM 1945 PARA OCULTAR FORTUNAS DE NAZISTAS E BANQUEIROS CORRUPTOS, POLÍTICOS CORRUPTOS, TRAFICANTES DE DROGAS E CONTRAVENTORES DE TODO O PLANETA, AS DENÚNCIAS FEITAS EM MEADOS DE 2014 REVELARAM QUE O FILHO DE FHC SR PHC ERA UM DOS MAIORES FORTUNAS OCULTAS OBTIDAS POR LAVAGEM DE DINHEIRO DA CORRUPÇÃO (A SINISTRA OPERAÇÃO LAVA JATO FOI CRIADA NESSA ÉPOCA PARA DERRUBAR O GOVERNO DILMA E ESCONDER ESSA CORRUPÇÃO E FAMILIARES DE FHC, O FILHO PHC ATUOU COMO “TESTA-DE-FERRO” NOS LEILÕES LESA PÁTRIAS DE 27 PETROQUÍMICAS DO GRUPO PETROBRAS TODAS (BRASKEM, COPENE, COPESUL, FAFEN, PETROQUISA, ETC) DOADAS POR FHC EM 1995 E 1996 NA BACIA DAS ALMAS PARA O AMIGO PESSOAL DE FHC O CORRUPTO DOM EMÍLIO ODEBRECHT PASSANDO DE UM PATRIMÔNIO DE 20 BILHÕES PARA 700 BILHÕES DE DÓLARES. COM ESSA PRIVATARIA CRIMINOSA DAS PETROQUÍMICAS O SR EMILIO ODEBRECHT CRIOU A SUBSIDIÁRIA DENOMINADA “BRASKEM ODEBRECHT” NESSAS PRIVATARIAS DAS PETROQUÍMICAS O CORRUPTO FILHO DE FHC SR PAULO HENRIQUE CARDOSO GANHOU PROPINAS DE 368 MILHÕES DE DÓLARES LAVADOS NO PANAMÁ NO ESQUEMA MOSSAK FONSECA, O “PANAMÁ PAPERS VIROU ESCÂNDALO MUNDIAL EM 2014 E 2015 MAS FOI MANTIDO ABAFADO PELA MÍDIA GOLPISTA BRASILEIRA ALIADO AO CAPITAL ESTRANGEIRO. FHC TAMBÉM COLOCOU O GENRO CORRUPTO DAVID ZYLBERSZTAJN E O FILHO CORRUPTO PHC COMO REPRESENTANTES (VIA EMPRESA DE FACHADA “DZ ENERGIA” E PROPINAS PAGAS NO PARANÁ VIA BANESTADO) NA COMPRA SUPERFATURADA DE 47 USINAS TÉRMICAS E OBRA DO GASODUTO GASBOL (TENDO O TUCANO PAULO ROBERTO COSTA, NOMEADO POR FHC EM 11/08/1996 NA DIRETORIA DE GÁS, ELE TAMBÉM ATUOU COMO TESTA DE FERRO NAS NEGOCIATAS E MARACUTAIAS DE FHC). OS CONTRATOS FORAM ASSINADOS COM AS EMPRESAS AMERICANAS E EUROPEIAS (SIEMENS, ENRON, EL PASO, NAS OBRAS DO GASBOL, TERMORIO, TERMOBAHIA, ETC) TODAS ESSAS OBRAS SUPERFATURADAS FORAM JUSTIFICADAS PELOS “APAGÕES PLANEJADOS PELO FMI E CONSENSO DE WASHINGTON COLOCADO EM PRÁTICA NAS PRIVATARIAS TUCANAS” AO MUNDO EM 2014 UM PESADO ESQUEMA DE CORRUPÇÃO E LAVAGEM DE DINHEIRO SUJO DESDE A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

A REDE GLOBO TIME LIFE criada por dois banqueiros americanos (City Bank e Mahatan Chase atual JP Morgan) pelas propinas do grupo TIME (grupo que elogiou Moro na preparação do golpe para derrubar Dilma em 2016) pela petrolífera ESSO

SUGIRO QUE APRECIEM O VÍDEO SOBRE O ESCANDALO MOSSAK FONSECA, O PANAMÁ PAPERS E ENTENDAM O CAMINHO E O MAPA DA CORRUPÇÃO NO GOVERNO FHC QUE A LAVA JATO TUCANA ESCONDEU PARA BLINDAR OS FAMILIARES DE FHC E JOSÉ SERRA, SEGUNDO A REVISTA FORBES, O ESQUEMA OCULTOU FORTUNAS DE CENTENAS DE FAMILIARES DE POLÍTICOS ENVOLVIDOS NOS ESCÂNDALOS DAS PRIVATIZAÇÕES FRAUDULENTAS FEITAS NO BRASIL NA ERA FHC, INCLUINDO O CORRUPTO SR PAULO HENRIQUE CARDOSO FILHO DE FHC TEM 368 MILHÕES DE DÓLARES SUANDO EMPRESA DE FACHADA CH J&T E A CONTA TUCANO, O GENRO DE FHC O CORRUPTÍSSIMO LESA PÁTRIA LADRÃO SR DAVID ZYLBERSZTAJN FICOU BILIONÁRIO DOANDO CAMPOS PETROLÍFEROS GOGANTES DA EX ESTATAL PETROBRAS VENDIDOS POR PREÇOS DE HONDA CIVIC ENTRE 1997 E 2002 QUANDO ESSE CORRUPTO ASSUMIU A DIRECÇÃO DA ANP AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO.

ISTO EXPLICA OS ACORDOS ENTRE OS LAVAJATEIROS COM A DIRETORIA DA ODEBRECHT (80% DO PATRIMÔNIO DA ODEBRECHT E SEUS LUCROS SÃO DA SUBSIDIÁRIA “BRASKEM ODEBRECHT”) PARA “DERRUBAR O SERVIDOR DA TI DA ODEBRECHT UMA SEMANA ANTES DA “INVASÃO ENSAIADA POR SERGIO MORO EM CONLUIO COM DOM EMÍLIO ODEBRECHT” E O ESTRANHO “SUMIÇO DE COMPUTADORES COM OPERAÇÕES FINANCEIRAS DO GRUPO BRASKEM ODEBRECHT”, TAMBÉM AS PROPINAS PAGAS PELA ODEBRECHT DENUNCIADAS PELO ADVOGADO TACLA DURAN FORAM DEVIDAS A ESSA MANOBRA PARA SALVAR O MAIOR PATRIMÔNIO DA FAMÍLIA ODEBRECHT A BRASKEM.

NUMA MANOBRA SINISTRA, UMA SEMANA ANTES DO JUIZ TUCANO FAZER UMA ENCENAÇÃO PIROTÉCNICA DENTRO DA ODEBRECHT, O SR SERGIO MORO COMBINOU COM OS DIRETORES QUE OS COMPUTADORES E O SERVIDOR DA TI TERIAM QUE SER RETIRADOS PARA OCULTAR UM PATRIMÔNIO DE 700 BILHÕES DE REAIS DA SUBSIDIÁRIA DO GRUPO,. A BRASKEM, E NESSA MESMA ÉPOCA FOI CRIADO UM ESCRITÓRIO DE FACHADA DA BRASKEM ODEBRECHT NA SINGAPURA, A SINISTRA “BRASKEM ODEBRECHT SINGAPORE LTD” E PARA DIRIGIR ESSA FILIAL DO GRUPO FOIU ESCOLHIDO UM GRANDE AMIGO DE PAULO ROBERTO COSTA (TESTA DE FERRO DE FAMILIARES DE FHC) E PAULO HENRIQUE CARDOSO, O CORRUPTO PHC FILHO DO CORRUPTO CROCODILO CAIMÃO FHC, A FAMÍLIA ODEBRECHT GANHOU NA MÃO GRANDE UM PATRIMÔNIO ESTATAL DE 1,3 TRILHÕES DE DÓLARES COM A PRIVATARIA DAS 27 PETROQUÍMICAS DA PETROBRAS QUE PERTENCIAM AO ESTADO BRASILEIRO ELAS FORAM DOADAS POR FHC EM LEILÕES FRAUDULENTOS USANDO EMPRESAS DE FACHADA CRIADAS NO ESQUEMA MOSSAK FONSECA (TRADE CAIMAN LTD, DZ ENERGIA, CH J&T, OPPORTUNITY BANK, ETC DO DANIEL DANTAS E VERÔNICA SERRA, RICARDO SERGIO DE OLIVEIRA, DÁRIO MESSER, MARIN PRECIADO, ALEXANDRE BOURGEOIS, TERRENCE, OLGA YOUSSEF, E FAMILIARES DE JANENE COMO TESTAS DE FERRO)

A ENCENAÇÃO DA LAVA A JATO DENTRO DA OBRECHT SÓ FOI FEITA APÓS ESSA MANOBRA DE OCULTAR 80% DO PATRIMÔNIO DO CORRUPTO DOM EMÍLIO ODEBRECHT AMIGO PESSOAL DE FHC QUE LEVOU NA MÃO GRANDE AS PETROQUIMICAS DA PETROBRAS DOADAS EM PRIVATARIAS FRAUDULENTAS EM 1995 E 1996 TENDO O SR PHC COMO MAIOR BENEFICIÁRIO NAS PROPINAS PAGAS PELA ODEBRECHT E PELAS MULTINACIONAIS NO ESCANDALO BANESTADO E LAVADOS NO ESQUEMA MOSSAK FONSECA O PANAMÁ PAPERS QUE ESCONDE FORTUNAS BILIONÁRIAS DE FAMILIARES DE FHC E JOSÉ CHIRICO SERRA. SERGIO MORO É UM PRODUTO TOTALMENTE TUCANO, AMIGO DESSES 300 CORRUPTOS DO QUADRILHÃO DO GOLPE, ELE RECEBEU ORDENS DO LIDER DO GOLPE SR EDUARDO CUNHA QUE ORIENTOU MORO EM MUITAS “DELAÇÕES SELETIVAS” PARA ESCONDER CRIMES TUCANOS E ATACAR LULA COM DENÚNCIAS DOS PEDALINHOS COMPRADOS PELA SRA MARISA SILVA E O IM[ÓVEL CORTIÇO DE GUARAUJÁ QUE PERTENCE AO CORRUPTO LEO PINHEIRO DA OAS, ELE AJUDOU SERGIO MORO A MONTAR A FARSA DO TRÍPLEX PARA PARA SE LIVRAR DE CONDENAÇÃO.
A OPERAÇÃO MÃOS LIMPAS FOI CUIDADOSAMENTE MONTADA NA ITÁLIA PELAS ELITES ITALIANAS EM CONLUIO COM A CIA PARA DESTRUIR OPOSITORES DE SILVIO BERSLUSCONI, CORRUPTO DONO DA MAIOR EMISSORA ITALIANA ( RAI), ELEGER BERSLUSCONI, DESTRUIR OPOSITORES E DEIXARAM ESCAPAR OS DOIS MAIORES MAIORES MAFIOSOS DA ITÁLIA, TOMÁZIO UBBUSCHETA (FUGIU PARA O BRASIL EM 1990 E FOI FLAGRADO EM PANAQUE COM FERNANDO COLLOR E PC FARIAS (VIDE LIVRO DE PEDRO COLLOR DE MELLO: “PASSANDO A LIMPO A HISTÓRIA DE UM FARSANTE” O O LIVRO “MORCEGO NEGRO” TOMÁZIO MOROU EM MACEIÓ POR 10 ANOS E SÓ FOI EXTRADITADO 10 ANOS DEPOIS DESCOBERTO PELA POLÍCIA INTERPOL QUE INVESTIGOU AS OPERAÇÕES DE REMESSAS ILEGAIS DA ÉPOCA DO CONFISCO DE COLLOR NO BRASIL, O MAFIOSO APARECEU NESSAS OPERAÇÃO DENOMINADA “OPERAÇÃO URUGUAI” QUE PROTEGEU 100 BILHÕES DE DÓLARES DAS ELITES BRASILEIRAS NA VÉSPERA DO COBFISCO DEVIDAMENTE AVISADO POR ZELIA CARDOSO DE MELLO E FERNANDO COLLOR DE MELLO, UMA GANGUE DE 8.600 BRASILEIROS SALVARAM SUAS FORTUNAS DESSE CONFISCO DE MARÇO DE 1990 SÓ OS BRASILEIROS COMUNS FORAM SACRIFICADOS NO CONFISCO.

A OPERAÇÃO MÃOS LIMPAS (MANI PULITE) TERMINOU COM A PRISÃO DO JUIZ PIETRO PELA ONU POR CORRUPÇÃO E CRIMES CONTRA OS DIREITOS HUMANOS, UM SALDO TRÁGICO DE 12 SUICÍDIOS, DESTRUIÇÃO DA ECONOMIA ITALIANA, DRÁSTICA REDUÇÃO DO PATRIMÔNIO DA EMPRESA ENI (ENTI NAZIONALE DI IDROCARBURI) A GIGANTE PETROLÍFERA ITALIANA FOI REDUZIDA A 20% DO SEU TAMANHO APÓS A OPERAÇÃO MANI PULITE, VENDA DE SENTENÇAS, MILHARES DE DELAÇÕES PREMIADAS COM PROVAS FALSIFICADAS PARA ATACAR INIMIGOS POLÍTOCOS DA ELITE ITALIANA E DE SILVIO BERSLUSCONI, CORRUPÇÃO E PROPINAS (COMO NA LAVA JATO DENUNCIOU TACLA DURAN A ODEBRECHT PAGOU 400 MILHÕES PARA SALVAR A BRASKEM QUE REPRESENTA 80% DO PATRIMÔNIO DA FAMILIA ODEBRECHT) E TAMBÉM MUITOS MAFIOSOS SOLTOS PELO JUIZ PIETRO ESCAPARAM E FICARAM FORAGIDOS (UM FICOU 10 ANOS FORAGIDO NO BRASIL TOMÁZIO UBBSUCHETA, E O OUTRO O ASSASSINO CARLO MARCELLO BERTONI FUGIU PARA A TAILÂNDIA E CESARE BATISTI PRESO NO BRASIL SOLTO POR EDMAR MENDES EM 2010) E MUITAS PESSOAS MORTAS PRESAS, TORTURADAS E MORTAS COMO OCORREU NO BRASIL NA LAVA A JATO COM O REITOR DA UFSC PRESO COERCITIVAMENTE CHANCELLIER, TORTURADO NÚ POR 29 POLICIAIS A MANDO DE SERGIO MORO, ELE SUICIDOU-SE POUCOS DIAS DEPOIS.

POBRE BRASIL, VIROU UMA REPÚBLICA DAS BANANAS, UMA MEGA COLÔNIA DO IMPÉRIO ANGLO AMERICANO, UMA REPÚBLICA DOS LENTES COMO DIZIA RUY BARBOSA NA SUA MATÉRIA PUBLICADA EM 1916 NO JORNAL DO BRASIL “SINTO VERGONHA DE MIM” RUY BARBOSA CRITICOU A REPÚBLICA VELHA DECADENTE, O PODER DOS TOGADOS E DOS OLIGOPÓLIOS QUE SE REVEZARAM NO PODER ATÉ SEREM DERRUBADOS EM 1930 POR GETÚLIO VARGAS .

Responder

Deixe uma resposta