Economistas discutem a desindustrialização no Brasil

Vídeo: Carro atropela 5 manifestantes em Niterói

Por Redação

14 de junho de 2019 : 13h51

No DIA

Carro avança e atropela manifestantes no Centro de Niterói

Segundo a Associação de Docentes da UFF, duas professoras e três estudante ficaram feridos. Bombeiros socorreram uma mulher que foi levada para o Hospital Estadual Azevedo Lima

Por Ana Mello*
Publicado às 14/06/2019 10:06:00
Atualizado às 14/06/2019 13:39:25

Rio – Um carro em alta velocidade atropelou pelo menos cinco manifestantes na Avenida Marquês do Paraná, no Centro de Niterói, durante um protesto contra a reforma da Previdência e os cortes na educação pública, nesta sexta-feira. De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma mulher ferida foi socorrida pela corporação, por volta das 7h04.

Segundo a Associação de Docentes da UFF (Aduff), dentre os feridos estão duas professoras e três estudante, que tiveram escoriações leves. Os bombeiros informaram que Kate L. Costa, de 35 anos, foi levada para o Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), no bairro Fonseca. Até o momento, não há informações sobre o estado de saúde da vítima.

Desde o início da manhã centenas de pessoas estão aglomeradas na Avenida Marquês do Paraná, que chegou a ser interditada próximo ao Hospital Universitário Antônio Pedro. Um vídeo publicado nas redes sociais mostra o momento do atropelamento e é possível ver os manifestantes sendo atingidos pelo carro.

A professora e diretora da Associação dos Docentes da UFF (Aduff), Bianca Novaes, disse ao DIA que presenciou toda a confusão. Segundo a docente, a via tinha acabado de ser fechada e o objetivo era liberar parte da pista, mas o motorista não queria aguardar.

“Ele ficou exaltado e uma pessoa falava para esperar um pouco. Do nada, ele lançou o carro contra várias pessoas. Uma professora foi praticamente pisada pelo pneu do carro.”

Para Bianca, o sentimento é de tristeza. “Horrível ver um ato bárbaro desse. Você não concordar com o outro não te dá o direito de atentar contra a vida dele. Poderia ter matado pessoas. Uma das professoras bateu com a cabeça”, lamentou.

A Aduff e o Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN) emitiram uma nota de repúdio nas redes sociais.
“É inaceitável ações violentas como o atropelamento ocorrido na manhã desta sexta-fera (14), em Niterói, durante manifestação pacífica, na qual, o que se defende é o direito à vida com dignidade, com direito à Previdência e à educação”, dizia parte da nota.

No texto, a professora da UFF e secretária-geral do Andes-SN, Eblin Farage, destacou a importância do movimento. “Essa greve geral é o segundo grande momento das mobilizações contra a reforma da Previdência, depois das mobilizações de maio. É necessário que as pessoas entendam [que esses atos] são em defesa da aposentadoria de todo mundo, inclusive de quem já se aposentou, porque se essa reforma passar ela vai tirar direitos também dos que já se aposentaram”, ressaltou.

De acordo com postagem do Sindicato dos Trabalhadores da UFF (Sintuff) nas redes sociais, o homem já foi identificado e será processado.

Procurada, a Polícia Militar informou que não houve acionamento do 12º BPM (Niterói) para o local. A Polícia Civil disse que a ocorrência está em andamento na 76ª DP (Niterói) e que uma vítima é ouvida na unidade. Equipes buscam identificar o motorista.

Na confusão, parte dos vidros do veículo que invadiu a manifestação foi quebrado e, após o socorro, o protesto teve continuidade. A partir das 14h, uma nova concentração será feita em frente as barcas, na Praça Araribóia, em direção ao ato que acontece na Candelária, no Centro Rio.

*Estagiária, sob a supervisão de Adriano Araújo

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Adolfo

16 de junho de 2019 às 17h07

Vagabundos antipatriotas, lambe as bolas do maior ladrão do universo…tem que ser atropelado mesmo, são o câncer do país

Responder

sergio

15 de junho de 2019 às 16h07

sou totalmente contra essa greve que usa os coitados pra não trabalhar pela grandeza do pais estamos todos no mesmo barco torcer para dar tudo errado é coisa de comunista

Responder

Justiceiro

15 de junho de 2019 às 11h04

Deveria ter sido uma carreta.

Responder

    Justiceiro

    15 de junho de 2019 às 11h14

    E o moro, DD e bozo deitados na frente, afinal, bandido bom é bandido morto.

    Responder

Márcio

15 de junho de 2019 às 07h49

Achei

Responder

LUPE

15 de junho de 2019 às 00h41

Caros leitores

Motorista com a cabeça envenenada pela Grande Mídia
( e sua
operação Lava Jato)
é isso aí.

Motorista que age contra seus próprios interesses
( a “Reforma”/Destruição da Previdência provavelmente vai atingi-lo, ou algum dos seus amigos , e/ou familiares).

Motorista que faz o jogo dos inimigos .
Inimigos que têm interesse nessa mesma “Reforma”.

O ódio que inculcaram na cabeça desse motorista é tão intenso
que ele pretende
mesmo
matar aqueles que lutam por ele ………………

Grande Mídia , amiga ou inimiga?

Responder

Fábio Lima

14 de junho de 2019 às 22h19

Se essas mulheres estivessem em casa lavando as cuecas dos maridos , ninguém teria se machucado.

Responder

Daniel CAMPOS

14 de junho de 2019 às 21h22

Bem, já que ninguém morreu… KKKKKKKKKKKKKKKKKK!

Responder

Eduardo

14 de junho de 2019 às 18h38

Esse criminoso deve ter ajudado a colocar aquele canalha no poder pois ele não está nem aí para a vida do próximo pois como disse uma vez que será preciso morrer uns 30 mil para melhorar esse país.

Responder

Eduardo

14 de junho de 2019 às 16h53

Este criminoso deve ser mais um que ajudou a colocar no poder esse canalha que não está nem aí para a vida do próximo pois ele já chegou a dizer que no Brasil vai precisar morrer uns 30 mil para este país melhorar.

Responder

Deixe uma resposta