A audiência pública sobre a reforma tributária

Intercept divulga novos vazamentos, que atingem Moro e Carlos Santos Lima

Por Redação

15 de junho de 2019 : 01h00

O procurador federal Carlos Santos Lima, desde o início um dos membros do grupo da Lava Jato mais politicamente comprometidos, aparece num novo vazamento liberado pelo Intercept.

Moro orienta Santos Lima a publicar uma nota na imprensa contra Lula.

Você tem de entrar no Intercept para ler tudo lá.

Abaixo, um dos trechos mais explosivos, mostrando Mor orientando Santos Lima a publicar nota contra Lula:

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

19 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcio

15 de junho de 2019 às 12h07

O site do Grinch tà mais pra RECEPT que Intercept.

Responder

Justiceiro

15 de junho de 2019 às 11h10

Moro já perdeu 10% de popularidade em menos de uma semana, é melhor ele se afastar e começar a pensar na estratégia de defesa.

Responder

    Justiceiro

    15 de junho de 2019 às 11h19

    Amigão SUGIRO não responder ao troll, não vale a pena, deixe-o aguardando a próxima divulgação do Intercep.

    Responder

Cui Bono

15 de junho de 2019 às 11h01

Não sei porque mas o “silêncio dos inocentes” P$DB é revelador.

Responder

Justiceiro

15 de junho de 2019 às 10h58

Essa bomba nuclear tá parecendo um traque do gay americano.

Já se passaram 6 dias e até agora o que conseguiram foi mais apoio a Sérgio Moro, como vimos no estádio Mané Garrincha.

Continuem assim e Moro será eleito em 2022 no primeiro turno.

Responder

    João do Amor Divino de Santanna e Jesús

    15 de junho de 2019 às 11h11

    Sim estão verdadeiramente apoiando Sérgio.
    Eu te apoio também Justi.Ui , que delicia!!

    Responder

El Bartho

15 de junho de 2019 às 10h41

Qual procurador ou juiz (a) ira propor delação premiada primeiro?

Responder

Thiago

15 de junho de 2019 às 10h11

MENTIU, LASCOU-SE!

GREENWALD: A CADA MENTIRA, NÓS PUBLICAREMOS A PROVA DE QUE MORO ESTÁ MENTINDO

Após as novas revelações, Glenn respondeu a Moro no Twitter: “Como eu disse antes, Sergio Moro deveria parar de mentir quando tenta se defender, porque nós temos as evidências e os fatos”; na prática, ele revelou que seu método será encurralar o ex-juiz que usou seu poder para forjar uma acusação contra o ex-presidente Lula e abrir espaço para a chegada da extrema direita ao poder.

https://www.brasil247.com/pt/247/poder/396820/Greenwald-a-cada-mentira-n%C3%B3s-publicaremos-a-prova-de-que-Moro-est%C3%A1-mentindo.htm

Responder

Sebastiao

15 de junho de 2019 às 09h52

A série tá deixando um GOSTINHO DE QUERO MAIS. A trama de fato, é bem amarrada e prende.

Responder

Afrânio

15 de junho de 2019 às 09h40

ELES ESTÃO DESESPERADOS

Santos Lima, o da compliance, toma uma surra no Facebook
Procurador, arranja uma entrevista na Globo…

Publicado em 15/06/2019 no Conversa Afiada

Santos Lima e Dalanhinho: manipulavam a imprensa e se esbaldavam na Globo! (Créditos: Agência Brasil)

O Conversa Afiada reproduz com ilimitado entusiasmo a farelagem do procurador Santos Lima no Facebook.

O Procurador é figura fácil desde a patranha do Banestado, quando, em companhia da mulher, teve ilibado desempenho.

Depois, ele se tornou o Bonner de barbicha das entrevistas “coletivas” em que, ao lado da notória delegada Marena, expunha as vísceras dos condenados sem prova.

Aí, se aposentou e foi trabalhar em “compliance”.

Que é a nova maneira de iludir empresário otário e vender o que não pode entregar: a lisura dos negócios (no Brasil…).

Agora, o Intercept flagrou o procurador em atividade de “compliance” com o Moro: ludibriar a opinião pública, através da imprensa (Globo), para desmoralizar “o showzinho” da defesa do Lula!

Para se defender do Greenwald (o Greenwald deve estar muito preocupado com a compliance…), o notório Santos Lima (dessa vez, a mulher não o acompanha, nem a notória Marena) recorre a nova forma de “coletiva”.

E toma uma surra!

O Conversa Afiada reproduz a nota do procurador:

Diante da nova rodada de mentiras da Intercept, é minha posição: Desconheço completamente as mensagens citadas, supostamente obtidas por meio reconhecidamente criminoso, acreditando singular que o “órgão jornalístico” volte-se agora contra mim, aparentemente incomodada pelas críticas que tenho feito ao péssimo exemplo de “jornalismo” que produz. Além disso, creio que o “órgão jornalístico” deve uma explicação de como teve acesso a esse material de origem criminosa, e quais foram as medidas que tomou para ter certeza de sua veracidade, integridade e ausência de manipulação. Gostaria de saber também se foram entregues os meios eletrônicos pelos quais esse material foi recebido para perícia pela PF, tanto para verificar possíveis manipulações, quanto para identificar a origem do crime. Lembro, por fim que a liberdade de imprensa não cobre qualquer participação de jornalistas no crime de violação de sigilo de comunicações.

E ABAIXO, OS COMENTÁRIOS DE VISITANTES – O CARINHO DA TORCIDA! QUÁ, QUÁ, QUÁ!

Se o Senhor afirma que as mensagens são mentiras do Intercept e desconhece as mensagens citadas, porque pergunta como o jornalista teve acesso a material de origem criminosa? Elas não eram falsas? No final o senhor faz uma ressalva sobre o crime de violação de sigilo de informações… Como pode haver esse crime, se o senhor desconhece essas mensagens e são falsas? Acredito que o Senhor acabou de dar o selo de veracidade da reportagem.

O órgão de imprensa é objeto de investigação em algum inquérito? Se não, porque tem que entregar algo pra perícia? Quanto ao sigilo da fonte, a LJ pulou as aulas de Direito Constitucional? Tudo bem que ao que parece a lei pra vocês é secundária, sobretudo as processuais, mas, e quanto esta acusação que o órgão de imprensa cometeu crime, tem indícios?

Caro decano, controle o rompante autoritário e aceite, vocês foram pegos se lambuzando no lixo da imoralidade. Quem sabe pra ajudar, em breve algum procurador não faz uma delação premiada?

O Sr. faltou nessa aula?

“A Constituição assegura o sigilo da fonte. Assim nem a lei, nem a Administração, nem os particulares podem compelir um jornalista a denunciar a pessoa ou o órgão de quem obteve a informação.

Dita o artigo 5º, XIV, da Constituição Federal:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

XIV – e assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional.”

Já que o senhor é inocente, o senhor vai entregar o seu celular para perícia para verificar a veracidade das mensagens?

Esta publicação é genuinamente sua, ou foi algum juiz que pediu a você, por aplicativo de mensagem, que a publicasse?

Eu morro de rir cada vez que vaza diálogo do Moro, do Dallagnol e de vcs pq com aquele vocabulário curitibês jacu, não dá nem pra justificar que a conversa foi forjada…

O “órgão jornalístico” não deve explicação nenhuma, já que se resguardam no direito de proteção da fonte!! Quem deve explicações são os envolvidos nessa baixaria toda!! Aguardamos com urgência!

“Prova ilícita obtida de boa-fé deve ser válida”.

Palavras de seu coordenador, Moro.

Querem prender “Intercept”? Prendam tb seu chefe, aquele da voz esquisita e que fala “conge” ou “conje”, sei lá.

Vcs vão sofrer paulatinamente.

Que inteligente! Nega e depois fica rebatendo…só fruto do desespero!!! Sinto muito, mas vem mais por aí…

Tratou de se aposentar logo e desfrutar dos louros da Lava Jato através da advocacia e palestras baseadas em mentiras e falso moralismo. Se tem algo ou alguém que não pode ser responsabilizado é o The Intercept. Vergonha dessa justiça podre e fraudada. Imagina o que seriam capazes de fazerem para condenarem alguém.

Aguardando ansiosamente os áudios vazados que vão mostrar o quão mentirosos são esses bandidos vestidos de toga e de colarinho branco, manchando a imagem da Justiça e do Ministério Público brasileiros

Partiu para a ameaça? Penso que o senhor lembra sim do teor da Conversa revelada. As coisas virão mais e mais à tona é essa ladainha sobre Hacker e tals vai chafurdar tal e qual a reputação dos ex-heróis nacionais.

Seria legal se você entregasse o Celular para a Perícia Criminal Oficial. Ajude a perícia a encontrar o criminoso. Faça valer o art. 158, do CPP.

Se as mensagens são falsas, então mostre por gentileza as originais verdadeiras que a gente compara e a verdade vem à tona. É simples desmascarar. Isto é, caso sejam mesmo mentirosas… Se não forem, aí complica.

Ditado é certo quando diz que “um dia é da caça outro do caçador ”

Vamos passar tudo a limpo pra ninguém ficar prejudicado! E quem não cumpriu o que a lei diz que responda nos seus exatos termos, como o próprio Sergio Moro dizia:

Ninguém está acima da lei!

Lembrando que:

Glenn Greenwald é um jornalista premiado mundialmente , foi através dele que Edward Snowden revelou ao mundo que os Estados Unidos espionava tudo e todos!

Boa sorte!

Dr., “A Lei é para todos”. Não era esse o nome do filme?!?! Quem não deve não teme.

Apresente seu celular para ser periciado pela Polícia Federal; apresente o celular para acautelamento no STF. Falta coragem né ? Por isso tenta desqualificar o jornal

A água começou a bater na bunda, né? Talvez vc não saiba, mas o sigilo da fonte é garantido por lei. Prá verificar a autenticidade das mensagens, por que você não entrega seu aparelho??

Gostou desse conteúdo? Saiba mais sobre a importância de fortalecer a luta pela liberdade de expressão e apoie o Conversa Afiada! Clique aqui e conheça!

Responder

    Justiceiro

    15 de junho de 2019 às 10h56

    Você acha que alguém leu essa tua bosta?

    Responder

      João do Amor Divino de Santanna e Jesús

      15 de junho de 2019 às 11h07

      Li e fiquei muito triste. Os petistas nos colocaram numa situação penosa.

      Responder

    El Bartho

    15 de junho de 2019 às 11h15

    Pela postagem vê-se que eles são um bando de “concurseiros” ignorantes (não houve fraude nos concursos rs…..), agora estão sendo descartados pelo Deep State. O jeca mor deve conseguir asilo nos “istates”, agora o resto, tem muita batatinha assando.

    Responder

Geraldo

15 de junho de 2019 às 07h29

ZÉ DE ABREU DIZ QUE GENERAL LADRÃO MERECE 100 ANOS DE PRISÃO

O ator José de Abreu criticou o general Augusto Heleno, que defendeu “prisão perpétua” para o ex-presidente Lula; “General ladrão merece 100 anos de prisão! General Heleno, futuro ministro de Jair Bolsonaro, assinou contratos irregulares de R$ 22 milhões”, escreveu Zé de Abreu pelo Twitter, ao compartilhar reportagem do site The Intercept que traz a denúncia contra o general

14 DE JUNHO DE 2019 ÀS 21:09
https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/396805/Z%C3%A9-de-Abreu-diz-que-general-ladr%C3%A3o-merece-100-anos-de-pris%C3%A3o.htm

100 anos de prisão é a mesma coisa que prisão perpétua, Zé de Abreu!
Quá, quá, quá, quá!

Responder

    El Bartho

    15 de junho de 2019 às 10h47

    Nem precisaria publicar mais nada é só ver quem dá piti ou denuncia que foi rackeado … A DELAÇÃO PREMIADA SÓ VAI RESOLVER O PROBLEMA DO PRIMEIRO QUE FIZER, é bom correr… rs

    Responder

Márcio

15 de junho de 2019 às 07h17

Trabalho Fantástico da Lava Jato e Juízes para livrar o País de um bando de criminais contumazes que assaltaram os cofres públicos por décadas.

Obrigado Infinitamente !!

Responder

Valdeci Elias

15 de junho de 2019 às 01h49

Moro tem de usar a mesma tática, que Sadan , usou quando seu Genro desertou com vários documentos militares,pra Inglaterra.
Sadan ao receber a noticia, que seu genro estava fugindo em um avião indo pra Europa, cheio de segredos Iraquianos. E perceber, que nada poderia ser feito pra impedir a divulgação, Ele se antecipou e entregou ao americanos, uma copia de toda documentação roubada.
Quando o genro chegou na Inglaterra, descobriu que os documentos tinham perdido o valor, e foi recusado pela CIA, e o asilo negado pela Inglaterra. Voltou pro Iraque e foi morto.
Moro não pode impedir a divulgação, más pode tirar o controle da divulgação do reporte Norte americano.

Responder

    João do Amor Divino de Santanna e Jesús

    15 de junho de 2019 às 11h17

    Entrega Sérgio, entrega!!

    Responder

Deixe uma resposta