Manuel Castells na FGV

A pesquisa sobre a Vaza Jato

Por Redação

25 de junho de 2019 : 10h46

O Paraná Pesquisas divulgou sondagem sobre o que os brasileiros pensam sobre o escândalo dos diálogos de membros da Lava Jato revelados pelo Intercept/Band/Folha.

A maioria esmagadora dos entrevistados (87%) tomou conhecimento do vazamento de mensagens. Uma maioria de 56% acredita, porém, que esses vazamentos não põem em dúvida o resultado da operação.

É emblemático que 38% afirmem que os vazamentos põem em dúvida a operação.

Em entrevista concedida ontem ao MyNews, o jornalista Glenn Greenwald afirmou que virão muitos outros vazamentos importantes.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

BEATRIZ ALVES DOS SANTOS SILVA

25 de junho de 2019 às 17h54

Quando 56% dos entrevistados entendem ser normal um Juiz agir como acusador, é sinal de que a democracia corre sério risco! É URGENTE A DEFESA DO ESTADO DE DIREITO.

Responder

Ricardo

25 de junho de 2019 às 15h29

Esses 56 % sao quase a mesma porcentagem de brasileiros q sao favoraveis a prisao de lula!! Entao de acordo com a (errada) narrativa lulopetista , temos 56 % de fascistas no brasil!!!
So o pt nao percebe ,que a beligerancia q eles tem em seu dna so prejudica eles mesmos, porem tb respinga negativamente nos demais representantes da esquerda.Ciro esta certissimo de se descolar do pt!!!

Responder

degas

25 de junho de 2019 às 13h56

Como ficou claro desde o início, o golpe PT/IntercePT visa as parcelas mais desinformadas da população, onde está o eleitor típico do partido e onde muita gente não sabe que o sistema jurídico brasileiro permite a comunicação entre o juiz e as partes, vê as manchetes por alto e não se aprofunda o mínimo necessário para entender que as alegadas transcrições podem ter sido total ou parcialmente alteradas.

Em relação à faixa oposta, a pesquisa comprova que quem mais atenção prestou ao caso foi quem tem nível superior (96,8%). E, entre estes, a esmagadora maioria (72,2%) concluiu que a malandragem do Glenn não põem em dúvida os resultados da Lava Jato.

Podemos até apostar que quase todos que criticam a operação nessa faixa já faziam isso antes e pertencem àquela turma que, sem capacidade para passar no vestibular de Engenharia ou Medicina, foi cursar Sociologia e saiu de lá doutrinada pelos professores esquerdistas. É aquele pessoal que não raciocina muito bem e vive repetindo chavões e slogans como “Lula livre” por aí.

Responder

luiz

25 de junho de 2019 às 12h56

Só rindo mesmo. Uma “operação” política, com fins políticos. Todos os corruptos estão soltos e com seus milhões no bolso e só Lula preso. A ignorância virou regra no Brasil. Também, esperar o que de um país que tem Bolsonaro presidente, Neymar como referência de atleta e Globo como emissora de televisão.

Responder

Marcio

25 de junho de 2019 às 12h07

Sò rindo mesmo dos esquerdistas inconformados !! Kkk

Responder

Elze Alves Cordeiro

25 de junho de 2019 às 11h56

E exigir muito do cidadão mediano, de compreensão mediana,e até aqueles que se acham muito espertos, o conhecimento basilar dos princípios constitucionais do processo penal, e do devido processo legal. A compreensão mediana do que significa o Estado Democrático de Direito, se perde quando não se possui o mínimo de pensamento racional,para compreender que não se julga pelos humores, amores, vontades e convicções (preconceitos). O Direito não pode ser torcido, ou distorcido ao prazer do freguês. Não é à toa que o brasileiro é o segundo pior povo com a visão distorcida de si próprio. Entretanto, precisamos ter a paciência histórica de aprender com os próprios erros e acertos. Internacionalmente, juristas do naipe de Baltazar Garzón condenam os métodos da lava-jato, bem como reconhecem o caráter político da prisão de Lula, ou seja, o reconhecimento da prática do Lawfare comandada pelo ex- juiz, e que nem carteira da OAB possui, Moro. Mas aguardemos o desenrolar dos acontecimentos, vamos aguardar para ver o quanto de cinismo, ignorância, hipocrisia e dupla moral, resistem aos fatos que serão amplamente divulgados. A vida cobra caro!

Responder

Jorge L.

25 de junho de 2019 às 11h09

A Lava Jato atacou de frente a nata da elite brasileira, grandes politicos e empresarios corruptos ligados a eles, por isso tem o carinho do povo.
Sabemos que essa elite sempre acha brechas e consegue atraves de recursos e lerdeza do nosso sistema postergar acusacoes até a prescricao.

Responder

Olavo

25 de junho de 2019 às 11h05

A Lavajato veio pra ficar. Nada e ninguém conseguirá impedir que os nossos heróis continuem a colocar atrás das grades os políticos safados e corruptos que saquearam a nossa nação.

Responder

chichano goncalvez

25 de junho de 2019 às 10h51

Povo analfabeto politico dá nisso, elegem sempre os piores, hasta quando compañeros ? ? ? ? ?

Responder

    Ricardo

    25 de junho de 2019 às 15h19

    Hasta cuando….

    Responder

Deixe uma resposta

x