Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Foto: AYRTON VIGNOLA/AGÊNCIA ESTADO/AE

MP-SP pede bloqueio de bens de Geraldo Alckmin por Rodoanel

Por Redação

27 de junho de 2019 : 21h24

No MP-SP

Ajuizada ação por improbidade administrativa contra 2 ex-governadores por Rodoanel

Foi pedido bloqueio dos bens de Alckmin e Goldman

O promotor de Justiça do Patrimônio Público e Social da Capital Marcelo Milani ajuizou nesta quarta-feira (26/6), uma ação civil pública de improbidade contra o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin e contra o ex-governador Alberto Goldman, em decorrência de proposta inexequível (impossível de ser realizada) em licitação.

A ação é resultado das investigações apuradas em inquérito civil sobre o atraso das obras do Trecho Leste do Rodoanel Mario Covas. O Consórcio SPMAR venceu a concorrência promovida pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). O promotor pede, liminarmente, o bloqueio dos bens dos envolvidos no valor de quase R$ 5,5 milhões.

De acordo com a ação, o valor da contratação foi de R$ 21.620.643.190,52 pelo período de 35 anos de concessão. Aplicando-se esse valor estimado no contrato da própria Artesp constata-se que, durante os sete anos e 10 meses em que explorou a concessão, o grupo empresário se beneficiou com R$ 5.456.639.519,51.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gilmar Tranquilão

28 de junho de 2019 às 10h44

Lalau de merenda, os coxinhas adoram kkkk

Responder

Brasileiro da Silva

27 de junho de 2019 às 23h22

Investiguem, e se condenado em 2ª instância que cumpra a pena. E sem vigília na porta da cadeia.

Responder

crazy-fla

27 de junho de 2019 às 22h50

Merendão, Trensalão, Rodoanel, etcs e nunca dá nada para os tucanos peixes grandes!!!

Responder

Paulo

27 de junho de 2019 às 21h52

Esse promotor é fraco. Mas, diante da inércia geral do MP estadual, pelo menos tomou a iniciativa…porém acho difícil haver condenação na Justiça estadual…alô MPF em São Paulo, seu silêncio já foi notado!

Responder

    Flávio

    28 de junho de 2019 às 09h09

    Por que o alô ao MPF, militon ? Há dinheiro federal nas obras?

    Responder

chichano goncalvez

27 de junho de 2019 às 21h30

Aleluia ! Aleluia ! Até que enfim um dos muitos ou quase todos do PSDB que são ladrões, talvez pagem a conta, afinal esse rodoanel caiu antes de inaugurar, lembram ? Ainda falta a roubalheira do Serra e do Aecio.

Responder

Valeria

27 de junho de 2019 às 21h27

Acho que isso é TEATRO !

Responder

    chichano goncalvez

    27 de junho de 2019 às 21h32

    Sabes quando comecou a roubalheira no governo de São Paulo ? ( tem ainda o TRENSALÃO não te esquece ) foi com o governo Covas todos do PSDB.

    Responder

      Paulo

      27 de junho de 2019 às 21h50

      Não, meu caro! Teve antes, bem antes, o “Rouba Mas Faz” original, o Genérico, o Ladrão de Medalhas, o Orestes, etc, etc. Só se salvou, ao que me consta, de lá pra cá, Franco Montoro (não que não roubassem nas costas dele). Benefício da dúvida talvez devesse ser concedido a Paulo Egídio e Cláudio Lembo. Talvez…

      Responder

Deixe um comentário