Incêndios na Amazonia mobilizam governos do mundo inteiro

PGR cria força-tarefa para investigar crimes na Postalis

Por Redação

12 de agosto de 2019 : 20h03

PGR cria força-tarefa para apurar crimes na Postalis

Trabalho terá duração de um ano e visa apurar crimes praticados contra o Instituto de Previdência Complementar dos Correios

PGR — Foi publicada nesta segunda-feira (12), no Diário Oficial da União, portaria que institui a Força-Tarefa Postalis no âmbito do Ministério Público Federal (MPF). O objetivo é a apuração de crimes contra o sistema financeiro, lavagem de capitais e outros ilícitos conexos praticados em prejuízo do Instituto de Previdência Complementar dos Correios (Postalis).

Três membros foram designados pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para integrar a força-tarefa, que terá duração de um ano. O trabalho será coordenado pela procuradora da República Marina Selos Ferreira. Também farão parte da equipe de investigação os procuradores Mirella de Carvalho Aguiar e Frederico Siqueira Ferreira. Os membros designados estão atualmente lotados na Procuradoria da República no Distrito Federal.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Renato

12 de agosto de 2019 às 23h15

Já estou sentindo o característico fedor de merda petista nessa investigaçao !

Responder

Era dos Boçais

12 de agosto de 2019 às 22h01

isso era útil quando se precisava moramente que uns filhos de deus atuasse para se colocar no comando o próprio deus vivo (quem adora morto é imbecil). Agora teria que fazer o óbvio: postalis é fundo de pensão dos empregados. Pois esses que investiguem e resolva entre si, o Estado nada mais tem haver com nada disto

Responder

Paulo

12 de agosto de 2019 às 21h40

É roubo pra todo lado, neste país! Do Palácio do Planalto aos rincões mais afastados. Da União às Prefeituras, passando pelos Estados e empresas públicas, em todos os níveis. E ainda querem esvaziar a Lava-Jato, operação símbolo de combate aos desmandos e à cumplicidade criminosa entre políticos e empresários para saquear o Estado brasileiro…

Responder

Marcio

12 de agosto de 2019 às 20h16

Mais uma empresa publica (que antigamente era um orgulho nacional) tomada de assalto e destruida.

Os brasileros nào mereçem a democracia.

Responder

    Justiceiro

    12 de agosto de 2019 às 21h09

    E tenha certeza, Márcio, que vai aparecer petista pra defender os ladrões dos fundos de pensão, que não foi só no Postalis.

    eles criticaram o padre Fábio de Melo que criticou a justiça por autorizar pai que matou filho, de ganhar saidão no dia dos pais.

    Onde tem bandido, eles saem em defesa.

    Responder

      Marcio

      12 de agosto de 2019 às 22h04

      Cabulosos !!

      Responder

      JUsticeiro verdadeiro

      12 de agosto de 2019 às 23h50

      temos que baixar o porrete em petista, pois num pais em se pode honestamente ficar milionário em pouco meses vendendo carro usado ou imóveis, é um absurdo alguém ainda roubar

      Responder

Deixe uma resposta