Análise da reunião ministerial de Bolsonaro

Live de Bolsonaro hoje (domingo 29): “Todos nós iremos morrer um dia”

Por Miguel do Rosário

29 de março de 2020 : 16h03

O presidente voltou a defender o fim do confinamento.

Apelou para o populismo mais rasteiro: “todos nós iremos morrer um dia”.

O presidente falou sobre o cloroquina, medicamento cuja eficácia no tratamento da Covid-19 não está comprovado.

“Eu vou pro meio do povo”.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Karla

29 de março de 2020 às 22h16

Uma ode à torpeza!
Uma homenagem à cretinice!
Um psicopata irremediável inspirado por Tanatos!

Responder

Alexandre Neres

29 de março de 2020 às 21h02

“Se há um idiota no poder, é porque os que o elegeram estão bem representados.” Barão de Itararé

Responder

Netho

29 de março de 2020 às 19h39

O presidente bem que poderia dar o exemplo, como membro número um da burocracia eleita, e pisar os seus próprios pés na cova.
Prestaria um grande serviço público ao país e ao mundo.
Vai que a cova é só sua, Boçalnaro.
Rápido!

Responder

Ronei

29 de março de 2020 às 19h08

Quer ver alguem dizer que nao é verdade.

Responder

Alan C

29 de março de 2020 às 18h43

Poderia ir hoje, me apresento como voluntário pra jogar o corpo no mato pros urubus comerem.

Responder

    simon

    29 de março de 2020 às 19h29

    As defensoras da democracia em todo o explendor…

    Responder

      Andressa

      30 de março de 2020 às 11h20

      “Quem procura osso é cachorro”. (bozo, aos familiares das vítimas da ditadura).

      Responder

Paulo

29 de março de 2020 às 17h56

Bolsonabo é o tipo de cara em que a ficha só cai quando perde um parente próximo ou quando é ele mesmo o atingido com gravidade. Ele não tem empatia com outras pessoas…

Responder

    Francisco

    30 de março de 2020 às 12h52

    “Psicopata é a designação atribuída a um indivíduo com um padrão comportamental e/ou traço de personalidade, caracterizada em parte por um comportamento antissocial, diminuição da capacidade de empatia/remorso e baixo controle comportamental ou, por outro, pela presença de uma atitude de dominância desmedida.” (wikipédia)

    Responder

Deixe uma resposta