Live do Cafezinho (18 h): Pós-verdade na política brasileira (uma conversa com Fabio Palacio)

Foto: reprodução.

Carlos Siqueira convida Flávio Dino para o PSB

Por Redação

09 de julho de 2020 : 16h15

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, convidou o governador do Maranhão, Flávio Dino, do PCdoB, para se filiar ao Partido Socialista Brasileiro.

Dino demonstra pretensões de concorrer à presidência em 2022, e no PSB teria mais espaço para atrair alianças de centro e centro-direita, além de maior fundo eleitoral e mais tempo de televisão.

Siqueira afirmou que Dino é um “ótimo nome”, mas que, se integrasse a sigla, não poderia ser por um “projeto presidencial”, que o partido discutirá ainda internamente no futuro.

Flávio Dino explicou que “jamais colocaria sobre a mesa a candidatura de 2022” como pré-requisito para se filiar ao PSB, porque, segundo o governador, seria “desrespeitoso”.

Ele lembrou, contudo, que no PCdoB não teve dificuldades de aglutinar forças de centro e centro-direita, tendo um vice do PSDB nas eleições de 2014, e apostou que Lula não deve ver “só esse caminho de isolacionismo” para o PT.

“Falar em candidatura própria do PT em 2022 é só um movimento inicial, feito para resgatar a imagem do PT hoje. Mas isso não se sustenta até 2022. Seja pelo amor, seja pela dor. Contudo, o principal é compreender que, num país como o Brasil, só é possível a esquerda ganhar e governar fazendo alianças para além da esquerda”, afirmou o comunista.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta