Live do Cafezinho (18 h): Pós-verdade na política brasileira (uma conversa com Fabio Palacio)

Foto: reprodução / redes sociais.

Fabrício Queiroz e sua esposa vão à prisão domiciliar

Por Redação

09 de julho de 2020 : 18h09

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha, concedeu nesta quinta-feira (09) habeas corpus pedido pela defesa de Fabrício Queiroz e de sua esposa, Márcia Aguiar, foragida desde o dia 18 de junho, quando Queiroz foi preso em Atibaia.

Com a decisão, os dois vão para prisão domiciliar e serão monitorados por tornozeleira eletrônica

Os dois são investigados no caso da “rachadinha” envolvendo o senador Flávio Bolsonaro.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

dcruz

10 de julho de 2020 às 14h28

O negócio já está feio há muito tempo, mas agora a imoralidade campeia livremente, cinismo puro, o cara está a fim de uma vaguinha no STF, talvez aquela que o Moro andou goderando e se deu mal, e não tem a mínima vergonha de encurtar o caminho por mais peçonhento que seja a senda. É o chamado fundo do poço.O pior de tudo é que se ele for o escolhido pelo insano que nos governa, depois daquela sabatina fajuta, será recebido com todas as honras no tal “egrégio” tribunal. Como diria o Conrad: o horror!o horror!o horror!.

Responder

Batista

10 de julho de 2020 às 11h33

Que rede sociais, algoritmos, Base de Dados, segmentação, fake-news, que nada…, a ‘Justiça lavajateira’ vai revelando-se o melhor cabo eleitoral e exclusivo à campanha do PT, na forma mais efetiva de convencimento no segmento dos ‘neutros’, pela indireta recuperação de reputação por injustamente perdida.

Nesse ritmo do escancarar-se a farsa jurídica-midiática, que atolou o Brasil no brejo e gestou o desgoverno Bolsonaro que o afunda de vez, em 2022, Lula ou outro candidato do PT, será eleito por aclamação.

Responder

Henrique Martins

09 de julho de 2020 às 19h40

https://www.midiamax.com.br/mundo/2020/presidente-do-burundi-morre-com-suspeita-de-coronavirus

Morre de ataque cardíaco o presidente negacionista do Burundi com suspeita de coronavírus.

Resta saber se como negacionista ele estava tomando hidroxicloriquina né.

Responder

Paulo

09 de julho de 2020 às 19h19

Temos mais um candidato ao STF…

Responder

carlos

09 de julho de 2020 às 18h22

Se eu não estou enganado é necessário pelo menos ser preso provisoriamente, para ser requerido a prisão domiciliar, ou habeas corpus

Responder

carlos

09 de julho de 2020 às 18h18

Um STJ desse do Brasil é uma corja de canalha, como se pode conceder prisão domiciliar a uma pessoa que se quer compareceu à uma delegacia, aonde estão a OAB, o CNJ, e ABI

Responder

Deixe uma resposta