Live do Cafezinho (18 h): Pós-verdade na política brasileira (uma conversa com Fabio Palacio)

Carga tributária bruta (% do PIB). Fonte: FGV / Portal do Ibre.

Evolução da carga tributária no Brasil de 1990 a 2018

Por Redação

14 de julho de 2020 : 12h09

Do Observatório de Política Fiscal.

A RFB divulgou os dados da carga tributária federal em 2018 sendo possível a compilação dos dados do Observatório de Política Fiscal iniciada em 1990.

Desde 2004, a carga tributária bruta tem oscilado em torno de 32-34% do PIB e seu ápice foi atingido em 2007 quando totalizou 33,64%.

Os dados mostram que a carga tributária bruta voltou a crescer atingindo 33,26% do PIB.

Esse é o quarto ano seguido de elevação da carga tributária depois de ter atingido o valor mais baixo da década em 2014 tendo alcançado 31,84% do PIB, no valor mais baixo desde 2004.

Carga tributária bruta (% do PIB). Fonte: FGV / Portal do Ibre.

O item de arrecadação que puxou a carga tributária para cima em 2018 foi o imposto de renda, que após arrecadado é distribuído entre os demais entes da Federação o que sugere que a carga se elevou de forma bem distribuída entre os vários níveis de governo.

Carga tributária por competência (% do PIB). Fonte: FGV / Portal do Ibre.

A carga tributária encontrava-se em recuperação depois da crise de 2015-16, criando algum alívio fiscal. A pandemia vai mudar isso no curto prazo e os dilemas fiscais vão se tornar bastante agudos, muito provavelmente, de forma nunca antes vista pela República. Esses dados estão disponíveis para ajudar nesse debate.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcos Videira

15 de julho de 2020 às 12h53

Por que a Receita Federal não disponibiliza a segmentação da Carga Tributária em função da renda ?
Existe algum estudo científico pela Academia que comprove a regressividade do sistema tributário ?

Responder

Deixe uma resposta