Live do Cafezinho (18 h): Pós-verdade na política brasileira (uma conversa com Fabio Palacio)

Comissão externa discute situação dos povos indígenas na pandemia

Por Gabriel Hammer

14 de julho de 2020 : 12h11

Convidados serão ouvidos por videoconferência

Agência Câmara – A comissão externa da Câmara dos Deputados que acompanha ações de combate ao novo coronavírus reúne-se nesta quarta-feira (15), às 9h30, no plenário 3, para discutir a situação dos povos indígenas no enfrentamento da pandemia de Covid-19.

Os convidados serão ouvidos por videoconferência. São eles:

  • o secretário especial de Saúde Indígena, Robson Santos da Silva;
  • o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Augusto Xavier da Silva;
  • a secretária nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Sandra Terena;
  • a assessora política do Institutos de Estudos Socioeconômicos (Inesc) Leila Saraiva;
  • o neurologista e coordenador de Saúde do Povo Zo’é, Erik Jennings;
  • os coordenadores do Projeto Xingu, da Unifesp, Douglas Rodrigues e Sofia Mendonça;
  • a coordenadora-executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), Sônia Guajajara; e
  • o coordenador nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq), Biko Rodrigues.

O público poderá participar da reunião por meio de sala de bate-papo do portal e-Democracia.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Gabriel Hammer

Gabriel Hammer também escreve em seu próprio blog: https://gabrielhammerthe.wordpress.com/

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta