Cafezinho das 3: por que as manifestações de domingo floparam?

Foto: Isaac Nóbrega / PR

Pensando em 2022, Bolsonaro volta a acenar para o PP

Por Redação

28 de julho de 2021 : 13h49

Nesta quarta-feira, 28, Jair Bolsonaro voltou a dizer que sua candidatura não é algo garantido para 2022. Porém, Bolsonaro já está em campanha desde 2019 e afirmou por diversas vezes que só vai deixar o poder em 2026.

Na entrevista concedida a Rádio Mundial, na Bahia, Bolsonaro voltou a acenar para o Progressistas (PP) do senador Ciro Nogueira (PI), recém convidado para comandar a Casa Civil.

“Eu tenho que ter um partido político. Não sei se vou disputar as eleições do ano que vem. Devo disputar, não posso garantir. Temos conversado com vários partidos, entre eles o Partido Progressista, ao qual integrei por aproximadamente 20 anos ao longo de 28 que eu fui deputado federal”.

Sobre a nomeação do cacique nacional do PP, Bolsonaro disse que Nogueira é um ‘homem adequado’

“Trouxe para dentro da Presidência agora, (para) o ministério mais importante nosso, que é o da Casa Civil, o senador Ciro Nogueira, do Piauí, que é um homem adequado para conversar com o Parlamento”.

Com a Casa Civil sob o controle do PP, Bolsonaro falou que sua relação com o Congresso Nacional “melhorará e muito” e elogiou Ciro Nogueira.

“Tenho certeza que a interlocução melhorará e muito. É um ministério muito importante para nós, tendo vista que nós temos que conversar com o Parlamento brasileiro. E ninguém melhor que do que um senador experiente como Ciro Nogueira”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe um comentário