Analista da Ideia fala sobre “voto útil” dos eleitores de Ciro a Lula no 1° turno

Rússia manda novo recado aos EUA

Por Redação

08 de março de 2022 : 11h21

Na manhã desta terça-feira, 8, a Rússia mandou um novo recado aos Estados Unidos caso o país continue liderando o movimento de boicotar o petróleo russo.

O recado do Kremlin foi que o presidente Vladmir Putin está disposto a cortar o fornecimento de gás para a Europa.

Ontem, o governo de Joe Biden confirmou que a medida de boicotar o petróleo da Rússia estava sendo estudada. Na sequência, o primeiro ministro britânico, Boris Johnson, declarou que ela “permanecia sobre mesa”.

Já o vice-premiê da Rússia, Alexander Novak, disse que “está absolutamente claro que a rejeição do petróleo russo vai levar a consequências catastróficas para o mercado global”. “A subida dos preços será imprevisível. Será US$ 300 por barril, se não mais”, alertou.

Durante o pronunciamento, Novak afirmou que o primeiro gasoduto a ter o fornecimento bloqueado será o Nord Stream 1, responsável por até 55 bilhões de metros cúbicos (por ano) de gás, que sai diretamente da Rússia para a Alemanha.

Na manhã de hoje, o barril Brent, referência internacional, saltou de US$ 95, no dia do início da guerra, para US$ 127 nos pregões do mercado.

Vale lembrar que a Rússia é a maior exportadora de gás natural do mundo com 24% de reserva do mercado. Além disso, os russos tem a oitava maior reserva de petróleo com 4,8%.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

EdsonLuíz.

08 de março de 2022 às 14h38

O Joe Bidem e o povo norte-americano e os governantes europeus e o povo europeu têm ido muito bem nas posições e atitudes para defender os valores progressistas e democráticos!

A questão da invasão da Ucrânia pela Rússia não é entre Socialismo contra Capitalismo (socialismo nem existe, a não ser como desejo e alguns esboços do que esse desejo seria na prática), a questão na Ucrânia não é sobre Esquerda contra Direita; a questão na invasão da Ucrânia e as questões políticas em geral na sociedade é Progressismo contra a Barbárie, Democracia contra Ditadura.

Mas, cuidado! Os autoritários se disfarçam e se declaram democratas. Quando eles não podem disfarçar o seu autoritarismo, esse autoritarismo aparece, por exemplo, na forma de proteção de abuso de ditadores. O antiprogressista se disfarça de progressista e quando não podem sustentar a farça eles são desmascarados e seu antiprogressismo aparece.

O ódio que um disfarçado de democrata ou disfarçado deprogressista manifesta quando é desmarcarado é apenas manifestação de sua índole!

Mas ninguêm precisava se enganar: todo antiprogressista faz assédio contra a imprensa livre e profissional. Fica fácil identificar quem é progressista e quem não é, quem é democrático e quem não é, ao observar o autoritário em relação à sociedade ter direito a informação confiável, fora de suas narrativas.

Leia jornais da nossa imprensa profissional, temos uma imprensa de muito boa qualidade! Mas não abandone ‘ocafezinho.com’, ‘ocafezinho’, você sabe, é um jornal democrático!

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador de Minas Gerais O Xadrez para Governador de São Paulo O Xadrez para Governador do Rio de Janeiro Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro