Ciro Gomes ao vivo na Band

Ali Kamel processa Cafezinho

Por Miguel do Rosário

06 de novembro de 2013 : 15h07

O Cafezinho perdeu a virgindade. Eu esperava que isso fosse acontecer mais cedo ou mais tarde. Mas confesso que fiquei decepcionado, porque foi muito previsível. O diretor de jornalismo da Rede Globo, Ali Kamel, está me processando por tê-lo chamado de “sacripanta reacionário e golpista”, num post de janeiro deste ano, intitulado As taras de Ali Kamel, no qual eu procuro defender o colega Rodrigo Vianna, que fora absurdamente condenado por um chiste.

A acusação, porém, é tosca e inepta. Tem um erro grosseiro logo no início, ao dizer que eu o acusei de cometer “todo o tipo de abuso contra a democracia” e “a dignidade humana”, “se empenhar dia e noite para denegrir a imagem do Brasil, aqui e no exterior” e de utilizar “métodos de jornalismo” que “fazem os crimes de Rupert Murdoch parecerem estrepolias de uma criança mimada”.

Kamel se identifica tanto com a empresa onde trabalha, que ele acha ser a própria empresa. O meu texto, que inclusive vai reproduzido no processo, diz textualmente:

“É inacreditável que o diretor de jornalismo da empresa que comete todo o tipo de abuso contra a democracia, contra a dignidade humana, a empresa que se empenha dia e noite para denegrir a imagem do Brasil, aqui e no exterior, cujos métodos de jornalismo fazem os crimes de Rupert Murdoch parecerem estrepolias de uma criança mimada, pretenda processar um blogueiro por causa de um chiste!”

Ou seja, esses carinhosos epítetos são destinados à empresa, à Globo, e não a Ali Kamel. Ele vestiu a carapuça por sua conta.

Ainda mais incrível, o processo tenta jogar a própria Justiça contra mim, ao dizer o seguinte:

“Como se não bastasse, o réu ainda afirma que a Justiça seria ’empregadinha dos poderosos’.”

Ora, Ali Kamel quer me processar por críticas ao Judiciário brasileiro? No caso, minhas críticas nem foram ao Judiciário em si, mas à decisão judicial de condenar Rodrigo Vianna.

Prezado Ali Kamel, os adjetivos “sacripanta reacionário e golpista” não se referem à sua pessoa, visto que não lhe conheço, e sim ao cargo de diretor de jornalismo de uma empresa ao qual eu faço duras críticas políticas. Isso fica bem claro no texto.

É realmente ridículo que o executivo mais poderoso do jornalismo da Globo, cujo maior ativo é uma concessão pública líder no mercado, e portanto constitui um agente político com grande influência na opinião pública e nos processos eleitorais, queira asfixiar as vozes dissonantes através de chicanas jurídicas.

O processo reitera que deve aplicar a pena maior possível contra o blogueiro, para “desestimular ao máximo que o imenso sofrimento do autor com as descabidas ofensas que lhe foram dirigidas no post As taras de Ali Kamel se repita ou venha a ser experimentado por novas vítimas do réu”.

Imenso sofrimento?

Quem sofre sou eu, blogueiro latino-americano, sem dinheiro no bolso, esmagado por um governo inerte (na questão da mídia), de um lado, e uma imprensa historicamente golpista e reacionária, de outro.

Kamel pede R$ 41.000,00 de indenização moral. Hahaha.

Ou seja, ele simplesmente pretende destruir o blog que noticiou um dos maiores crimes de sonegação da história da mídia brasileira, cometido pela empresa para o qual ele mesmo trabalha, porque o blogueiro lhe chamou de “sacripanta reacionário” e fez críticas à sua empresa?

Tenho esperança que o Judiciário não vai deixar barato esse ataque sórdido à liberdade de expressão, ainda mais grave porque cometido por uma pessoa que dirige uma concessão pública confessadamente golpista e, como tal, com obrigação de ser humilde e tolerante no trato com aquelas mesmas vozes que ela ajudou a calar nos anos de chumbo.

O advogado de Ali Kamel, João Carlos Miranda Garcia de Souza, é também advogado da Rede Globo. É pago, portanto, com recursos oriundos de uma concessão pública que se consolidou durante um regime totalitário, e com apoio de um governo estrangeiro (EUA). Posso afirmar, portanto, que estou sendo processado pelas mesmas forças que implantaram a ditadura no Brasil.

Eu não tenho advogado, não tenho dinheiro, nem minha conta bancária foi abastecida com recursos da ditadura ontem, e da Secom hoje.

Só que estamos em outro momento, Kamel. Ou pelo menos, eu quero acreditar que estamos.

A família Marinho, segundo noticiado hoje por este blog, é a segunda maior fortuna de mídia do planeta. Com tanto dinheiro, mídia e poder, qualquer agressão de seus diretores a blogueiros políticos que criticam a sua linha editorial se torna um atentado particularmente hediondo à democracia.

Em 1981, já nos estertores do regime militar, uma tragédia terrível aconteceu na minha família. Meu tio, Francisco do Rosário Barbosa, um homem pacato, sem filiação partidária, sem militância política, mas com alguma ideologia, foi preso num ônibus, sem razão nenhuma além de ter protestado contra a forma como os policiais estavam revistando os passageiros.  Levado a 9ª DP do Catete, foi torturado até a morte. Tinha 9 irmãos, entre eles meu pai, primogênito, e uma mãe.

Diante do sofrimento inaudito que quase levou a família à loucura, meu pai reuniu a todos e disse que a melhor forma de lidarem com aquela tragédia era a usarem como mais um instrumento de luta contra a ditadura.

Nesse momento, em que vivemos uma democracia pujante, mas conspurcada por um sistema de comunicação oligopolizado, herdeiro do regime militar, não me resta outra saída senão me aferrar àquela postura tão digna de meu pai, José Barbosa do Rosário, e afirmar que vou usar este processo do diretor de jornalismo da Globo contra minha pessoa como mais um instrumento para derrubar, ou ao menos debilitar, esse odioso oligopólio midiático liderado pela família Marinho e seus capangas.

O processo é o número 0314414-68.2013.8.19.0001, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A primeira audiência de “conciliação” acontece em fevereiro de 2014. Não preciso de nenhuma contribuição financeira porque acho muito improvável que eu perca esse processo, que é surreal. E se eu perder, vou recorrer até as últimas instâncias.

Terra_Brasilis_ali-kamel_opt


 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

47 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

citicards secure sign in

25 de julho de 2015 às 08h59

Request how the case be dismissed for deficiency
of proper evidence, deficiency of witnesses, exceeding the
statute of limitations and for seeking the improper balance due.
Department of Housing and Urban Development are available for most communities nationwide.

Responder

???????????????

25 de julho de 2015 às 07h33

Hi there, I found your site by means of Google while searching for a
related subject, your site came up, it looks great.
I have bookmarked it in my google bookmarks.
Hi there, simply was alert to your blog thru Google, and located
that it’s truly informative. I am gonna watch out for brussels.
I’ll be grateful if you happen to proceed this in future. Lots of other people can be
benefited out of your writing. Cheers!

Responder

Ramos de Carvalho

20 de fevereiro de 2015 às 18h46

Algum dia, no futuro, os Juízes serão julgados e faremos duas placas com o nome de cada um a do bem e a do mal e os porquês.

Responder

Mutema

07 de novembro de 2013 às 12h56

Imagino que o Ali Kamel seja um grande defensor da liberdade de expressão. Desde que quem se expresse seja ele e o jornal ao qual serve caninamente no estilo RCA (a voz do dono). Só que a recíproca para ele não é verdadeira.

Ou seja, liberdade de expressão nos olhos dos outros é refresco.

Responder

marcio ramos

07 de novembro de 2013 às 12h28

… o Ali Kamel não tem autonomia de pensamento – é um simples serviçal pau mandado do patrão Marinho – se formou em sociologia o que não quer dizer muita coisa pois nao demorou muito tempo escreveu um livro com o titulo “Não somos racistas”, o que ja quer dizer muita coisa. Pouca ou muita coisa a VEJA disse que o livro de Kamel é um dos mais importantes para se entender o mundo, e partindo da revista Veja, cujo editor é o dono da Editora Abril,ninguem levou a sério.

Aqui perto de casa tem o retrato de Kamel colado no muro com a frase “jornalismo pornografico”, e eu queria saber se o Ali Kamel vai processar os garotos do bairro pela crítica.

No mais quem quiser enviar um recado para o Kamel é so clicar aqui:

http://www.alikamel.com.br/contato/index.php

Envie suas duvidas ao Kamel.

Responder

Luiz Eduardo Brandão

07 de novembro de 2013 às 12h25

Para recorrer, vai precisar de recursos financeiros. É só passar o chapéu: esta batalha não é apenas sua, é nossa também.

Responder

Otto

07 de novembro de 2013 às 10h17

Você tem todo o meu apoio, Miguel!

Manda ver!

Responder

Lucas

07 de novembro de 2013 às 05h10

“os adjetivos “sacripanta reacionário e golpista” não se referem à sua pessoa, visto que não lhe conheço, e sim ao cargo de diretor de jornalismo de uma empresa ao qual eu faço duras críticas políticas”. Desculpe-me mas acusar o autor do processo de falta de lógica e dizer que scaripanta reacionário não é ataque pessoal, é completa falta de lógica. Não defendo, nem tenho procuração e nem quero ser advogado do autor do processo. Todavia não posso deixar de me indignar que alguem justifique algo que é injustificável: Chamar de sacripanta é mentira porque não conhece a pessoa pessoalmente, logo chamei o CARGO e não a pessoa ( que exerce a função, na qual sem ela, o cargo não existiria).

Uma coisa é chamar blogueiros de reacionários de direita ou jornalistas de direita de sacripantas. Outra coisa é falar que fulano ou beltrano é isso ou aquilo.

Responder

Zizek Parallax

07 de novembro de 2013 às 01h54

Quanto à Globo, que essa emissora não venha falar em defensora da “liberdade de expressão”, o nome disso é censura via judiciário, intimidação, fanatismo político grosseiro. Emissora da ditadura.

Responder

Zizek Parallax

07 de novembro de 2013 às 01h53

Minha solidariedade ao blog e aí vai uma crítica justa e merecida ao governo por não enfrentar essa mídia censora e ditatorial por não criar meios, alternativas à essa mídia de oligopólio que manipulação informação e faz partidarismo político grotesco ao não financiar blogs/sites com a sugestão que vc deu, sobre 100 blogs de partidos de oposição e da situação, algo justo e democrático mas que essa mídia de sarcófago tem asco e a SECOM e Paulo Bernardo idem.

Responder

Julienn Fernandes

07 de novembro de 2013 às 01h42

ele apresentou o darf com a quitação do débito?

Responder

Diogo Ruthes

07 de novembro de 2013 às 01h20

amigo põe em cheque acuse totalmente chame a globo de criminosa sonegadora e diga que esse processo só se resolve só se decide numa coisa chamada DARF !!!caso contrário não possui outra alternativa!!

Responder

Teodorico Moreira

06 de novembro de 2013 às 20h24

Converse com o Amauri e veja como funciona o instituto legal da “exceção da verdade”…aí, dependendo, você conseguirá ter acesso a muita coisa sobre ele e a Globo !!!

Responder

Teodorico Moreira

06 de novembro de 2013 às 20h21

No dia da audiência vá com uma camiseta escrito: Mostre o DARF !!!

Responder

Fábio Lau

06 de novembro de 2013 às 21h58

Acusou o golpe.

Responder

Sergio Messias Dos Santos

06 de novembro de 2013 às 21h21

Colaboro com o cafezinho nesta ação, dentro das minhas humildes possibilidades, mas com todo prazer ! É um compromisso.

Responder

Lilith Mariah

06 de novembro de 2013 às 21h04

estou com vc. Miguel

Responder

Ana Maria Delamain Celidonio

06 de novembro de 2013 às 20h38

Eu e todos os Brasileiros esclarecidos acredito estejam com Vc Miguel !!!

Responder

Marcelo Teixeira

06 de novembro de 2013 às 17h56

Miguel
Considere essa ação um elogio.
Para a sua Biografia – autorizada ou não – é muito melhor ser processado por Kamel do que ser elogiado no Fantástico e no Jorna Nacional ou ser entrevistado nas Putrefatas páginas amarelas da Veja.

Responder

Dâmaris Grün

06 de novembro de 2013 às 17h49

Todo o apoio ao O Cafezinho!!!!!

Responder

RIcardo Munhoz

06 de novembro de 2013 às 17h48

Caro Miguel, pede para ele levar na audiência o DARF pago, quem sabe assim poderemos ver a cabeça do bacalhau. Estou com vc até o fim do mundo. Podes acreditar.

Responder

Valmir

06 de novembro de 2013 às 17h48

Acho q a Globo tem mais motivos pra “confiar” na justiça. Tendo em vista a condenação feita a outros blogueiros independentes.

Responder

Gervásio Lima

06 de novembro de 2013 às 17h41

POR FAVOR AJUDEM-NOS A DIVULGAR O TEXTO ABAIXO EM TODAS AS REDES SOCIAIS:

O GRANDE ESTELIONATO DA IMPRENSA BRASILEIRA

Este é um escândalo muito maior do que qualquer mensalão de partido político, e não é divulgado.

Nós, brasileiros, pagamos os maiores salários do nosso país, a uma elite privilegiada.

De acordo com o site:

http://resumo-das-novelas.com/curiosidades/os-10-famosos-mais-bem-pagos-do-brasil/

alguns dos maiores salários da TV brasileira são:

Faustão: R$ 5 milhões, Xuxa: R$ 2 milhões, William Bonner: R$ 2 milhões, Galvão Bueno: R$ 1 milhão, Luciano Huck: R$ 600 mil,

Somente estes salários, atingem a soma total de quase 16.000 salários mínimos.

Observe, ainda, que estes salários são
infinitamente superiores aos dos políticos
em todos os níveis da Federação, e até mesmo dos membros do Judiciário.

Você sabia que nós, os brasileiros, é que pagamos por este incrível absurdo?

Não acredita nisso?

Você sabia que todo e qualquer comercial, anunciado nas emissoras de televisão ou nos jornais, é incluído no custo de todos os produtos que nós, brasileiros, compramos?

Você sabia que, o patrocínio mensal de um programa no horário do Jornal Nacional da Rede Globo, em 2011, custava OITO MILHÕES DE REAIS?

Não sabia? Então leia abaixo:

http://gregoripavan.blogspot.com.br/2011/10/quanto-custa-anunciar-no-jornalismo-da.html

E quem você acha, que paga por este valor?

Somos nós, quando adquirimos algum produto que é anunciado nas emissoras de TV ou nos jornais.

Você acha que os apresentadores de TV gastam dinheiro do seu próprio bolso para “ajudar” os necessitados que participam de seus programas de televisão?

É claro que não, pois o valor que é usado para “ajudar” aqueles infelizes, faz parte de uma verba que JÁ ESTÁ INCLUÍDA no custo total do programa e, na maioria das vezes, a emissora não gasta nada, pois apenas faz publicidade da empresa “doadora”.

Quer dizer, o apresentador SE PROMOVE, USANDO O NOSSO DINHEIRO, que, na realidade, somos os que pagamos o seu altíssimo salário, quando compramos qualquer produto no mercado de consumo.

Você sabia que o salário destes apresentadores de televisão PODE DOBRAR se eles fizerem “merchandising”?

“Merchandising” é o comercial de um produto feito pelo próprio apresentador em seu programa.

E NÓS BRASILEIROS É QUE PAGAMOS POR ESTE ABSURDO.

Vivendo diariamente de escândalos e crises, criados apenas para aumentar a audiência, ou para atender os seus próprios interesses, os jornais e emissoras de TV tornaram-se um poder paralelo ganhando muito dinheiro, principalmente explorando a desgraça dos
brasileiros.

Observe, por exemplo, os gastos da Copa do Mundo.

Se a Rede Globo, estivesse mesmo contra os custos da Copa do Mundo, ela se recusaria a pagar pelos direitos de exibição do torneio.

Mas ela jamais fará isto, pois será a única emissora a transmitir o evento, e ganhará bilhões
com a exibição exclusiva deste campeonato mundial de futebol.

E o pior ainda é que a mídia impressa e televisiva só critica e não apresenta nenhuma solução para as mazelas do povo brasileiro.

Nos Estados Unidos os jornalistas que cobrem a temporada de furacões, sempre ajudam a população, solicitando que saiam de suas residências ao primeiro sinal de perigo, e não criminalizam os políticos pela fúria da natureza.

Aqui, no Brasil, José Luiz Datena e Marcelo Rezende torcem por enchentes e sêcas para aumentarem a sua audiência e culparem os políticos.

Até mesmo os infelizes que tiveram algum familiar assassinado nem percebem que, ao serem entrevistados, estão dando audiência para um jornal ou televisão e também colaboram para pagar os salários absurdos daqueles que trabalham nestes órgãos de mídia.

E o pior de tudo é que ainda existem brasileiros que nem percebem que pagam caro por tudo aquilo que compram, porque dentro do custo dos produtos, está incluído o gigantesco salário destes apresentadores, disfarçado como um simples comercial de jornal ou televisão, e que estas emissoras são CONCESSÕES PÚBLICAS.

Veja o iate luxuosíssimo da apresentadora Ana Maria Braga:

http://www.bahianoticias.com.br/holofote/noticia/17659-mega-iate-de-ana-maria-braga-esta-em-salvador.html

Para completar este absurdo veja abaixo:

http://www.ibope.com.br/pt-br/conhecimento/TabelasMidia/investimentopublicitario/Paginas/ANUNCIANTES—30-MAIORES—2012—ANO.aspx

Os 30 maiores anunciantes de publicidade no Brasil em 2012 investiram quase 32 bilhões de reais em propaganda.

OS DADOS DIZEM RESPEITO APENAS A 30 ANUNCIANTES !!!!

Porém, no link abaixo:
http://wp.clicrbs.com.br/acertodecontas/2013/01/30/os-30-maiores-anunciantes-do-brasil/

vemos que os investimentos publicitários atingiram o valor de 95 bilhões de reais.

E VOCÊ QUE ESTÁ LENDO ESTA MENSAGEM É QUE PAGOU ESTE VALOR.

Enquanto isto os apresentadores milionários da televisão vivem em mansões luxuosíssimas com vários carros importados, iates, etc… TUDO PAGO PELOS POBRES BRASILEIROS.

De acordo com a Revista Forbes. os donos da Rede Globo têm uma fortuna de mais de 50 bilhões de reais, que foi conseguida com o nosso dinheiro, e ainda assim, sonegam bilhões de reais em impostos, que poderiam ser usados para construir escolas e hospitais necessários ao povo brasileiro.

Quem terá coragem de denunciar isto em todas as redes sociais?

Quem irá protestar contra este absurdo?

Quando deixaremos de ser enganados por aqueles que, hipocritamente, fingem “estar ao lado do povo”?

Você acha que estes riquíssimos profissionais de televisão frequentam o SUS, ou os seus filhos frequentam escolas públicas, e por isso têm o direito de questionar a saúde ou a educação em nosso país?

E tenha certeza, se o escândalo dos salários destes apresentadores vier a público, logo haverá o trabalho de contra-informação dos órgãos de comunicação que tudo farão para proteger os seus interesses.

E, muitos postarão comentários elogiando a Rede Globo e os jornais, ou dizendo que esta mensagem é coisa de alguém que está “contra a liberdade de imprensa”, ou que é “coisa do PT”, ou que “nós pagamos muito mais em impostos”, ou que “este custo é dividido entre todos os brasileiros”, ou “que o povo tem o direito a informação”, etc…e tudo farão para não perder as suas mordomias

Considere ainda que muitas emissoras detém canais de TV paga, empresas de internet banda larga e muitas outras empresas paralelas, e que nós brasileiros, acabamos pagando, também, por todos estes serviços caríssimos, quando comparados com similares no resto do mundo.

Pense bem em tudo o que você leu…

Você quer continuar pagando por esta absurda injustiça e ainda por cima ser enganado?

Se não quer pagar mais por tudo isto, é muito simples.

Não assista mais programas de TV e não compre jornais.

Informe-se na Internet em blogs e sites independentes de jornalismo, desvinculados dos
grandes grupos de comunicação, tais como GLOBO, FOLHA, ESTADÃO, UOL, TERRA,
etc…

ACORDE… PARE DE SER ENGANADO E MANIPULADO… NÃO FAÇA COM QUE ESTAS EMPRESAS E SEUS PROFISSIONAIS FIQUEM CADA VEZ MAIS RICOS.

Responder

Caio Nogueira

06 de novembro de 2013 às 19h40

O problema é que faltaram adjetivos pejorativos masculinos singulares…

Responder

Inti Pacha Puren

06 de novembro de 2013 às 19h15

KKKKKKKK

Responder

Inti Pacha Puren

06 de novembro de 2013 às 19h15

HMMMMMM…, TA SANGADA A MININA…??

Responder

Carlos Fochesatto

06 de novembro de 2013 às 16h59

Umas perguntinhas. Quem deve para união pode ter concessão pública? E na hora das renovações a platinada vai mostrar o darf pago? E se não pagar vai ser renovada mesmo assim? O governo teria coragem de cassar a outorga?

Responder

O Povo Não É Bobo, Abaixo a Rede Grobo

06 de novembro de 2013 às 18h46

isso aí vai servir de pósfacio no livro q tá saindo (Y) – reserva o meu!

Responder

Lulu Pereira

06 de novembro de 2013 às 18h43

O cara é o campeão dos babacas.

Responder

Danilo Rocha Furst

06 de novembro de 2013 às 18h31

Todo apoio do povo brasileiro

Responder

Danilo Rocha Furst

06 de novembro de 2013 às 18h30

O cafezinho esta incomodando e muito, jornalismo de verdade se faz aqui com Miguel do Rosário

Responder

Paulo Pericles

06 de novembro de 2013 às 18h29

Pig atacou de novo!

Responder

Luis Gustavo Alves

06 de novembro de 2013 às 18h27

Alixão…..

Responder

Janah

06 de novembro de 2013 às 16h19

Os advogados do PHA são ótimos

Responder

Maria Olimpia Junqueira Mancini Netto

06 de novembro de 2013 às 18h15

Todo apoio e solidariedade, Miguel Do Rosario!

Responder

Thyago Humberto

06 de novembro de 2013 às 18h11

Estamos juntos, meu caro. O PIG e seus jagunços não vão nos calar.

Responder

Rodrigo Morais

06 de novembro de 2013 às 18h01

Até que demorou… Normalmente eles são mais proativos

Responder

Maria José Faria Corrêa

06 de novembro de 2013 às 17h56

Tem o meu apoio, Miguel!

Responder

Mario Alexandre Teixeira

06 de novembro de 2013 às 17h52

Tá na hora de revidar, de todos os blogueiros unirem forças e começarem a processar e avisarem as pessoas ofendidas para fazerem o mesmo. Miguel, não gosto de sua postura petista, mas sou contra censurá-lo. Conhece o grupo Advogados Ativistas ? Que tal marcar uma reunião com eles e com os demais blogueiros ? Esse Kamel já passou de todos os limites da obscenidade.

Responder

Augusto Pinheiro

06 de novembro de 2013 às 17h50

Esses caras “se acham”. O rei que mora na barriga deles está nu e cada vez mais colocando o seus respectivos traseiros na janela. Lei de democratização dos meios de comu8nicação já!!!

Responder

Dinara Cristina Renz Lubian

06 de novembro de 2013 às 17h35

Isso mostra que você está fazendo a coisa certa.

Responder

George Ayres

06 de novembro de 2013 às 17h32

Lei da Mídia já!!! Democratização midiática já!!!!

Responder

José Mauricio Rizkalla

06 de novembro de 2013 às 17h27

A QUE PONTO QUE CHEGOU 1 ” diretor da Globo, … SINAL DOS TEMPOS RUINS… VEJA QUEDA DO JORNAL NACIONAL e outros TANTOS ”PROGRAMA$$$$ ” da Empresa.

Responder

Regina Salomão

06 de novembro de 2013 às 17h26

Coragem,companheiro. Temos que acreditar que os tempos são outros,como vc mesmo disse

Responder

Jackson Souza

06 de novembro de 2013 às 17h23

ENQUANTO EXISTIR A GLOBO A DEMOCRACIA CORRE PERIGO

Responder

Reinaldo Simoes Melega

06 de novembro de 2013 às 17h18

Parabens. O Cafezinho estah incomodando.

Responder

Antonio Carlos Marques

06 de novembro de 2013 às 17h12

Força, Miguel!

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com