Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Estadão manipula dados do aluguel de Genoíno

Por Miguel do Rosário

17 de janeiro de 2014 : 16h38

A matéria do Estadão já foi parar na Folha e provavelmente deve chegar também ao Globo, à Veja e à todos os tentáculos impressos ou virtuais da grande mídia. E chegará com a versão do Estadão, envenenada, maldosa, mau caráter, sem os esclarecimentos trazidos pela blogosfera.

Realmente, não para entender onde a mídia quer chegar injetando tanto veneno na política brasileira. E Marina Silva ainda vem falar de baixaria… Ora, baixaria é perseguir diuturnamente um homem doente, injustamente condenado!

*

Estadão manipula dados sobre casa alugada por família de Genoino

por Conceição Lemes, no Viomundo.

O leitor Álvaro Vianna postou no Facebook do Viomundo:

O Estadão online noticia, hoje, que Genoíno teria alugado, através de seu filho, imóvel de alto padrão, em Brasília, onde cumpriria a prisão domiciliar. Informação com todo o jeito da manipulação corriqueira dos nossos jornalões. Será que teria como nos dar a informação mais correta?

Álvaro refere-se à reportagem publicada em o Estado desta quinta-feira 16, que afirma:

Ao mesmo tempo que alega dificuldades financeiras que o levaram a fazer uma “vaquinha na internet” para pagar a multa pela condenação no processo do mensalão, o ex-deputado José Genoino (PT) acaba de alugar por R$ 4 mil mensais uma casa de 450 metros quadrados em área de classe média alta de Brasília, onde passou a cumprir prisão domiciliar. Há três semanas, o ex-deputado e sua mulher ocupam o imóvel de três suítes.

No Facebook, Miruna, filha de Genoino, responde:

Sim, alugamos uma casa em Brasília. Por quê? Porque meu pai está em prisão domiciliar FORA DE SEU DOMICÍLIO. Esse aluguel está sendo pago com muito sacrifício, entre eles, meu, do meu marido e dois filhos. Nos mudarmos para a casa dos meus pais [em São Paulo] para podermos ajustar nossa vida financeira graças a essa injustiça que está acontecendo. Agora, eu não fui para a Europa com o dinheiro público, como o presidente do STF. Não. E ainda assim, o escândalo que a mídia quer criar é ESTARMOS PAGANDO PARA MEU PAI CUMPRIR PRISÃO DOMICILIAR FORA DE SEU DOMICÍLIO. Francamente…

Realmente, a matéria do Estadão manipula as informações sobre o aluguel da casa. Cheira má fé.

Aos fatos.

Em função do ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ter negado a José Genoino prisão domiciliar em São Paulo, onde o ex-deputado federal e ex-presidente nacional do PT tem a sua casa própria, sua família teve de alugar um imóvel em Brasília. Portanto, Genoino está sendo obrigado a pagar aluguel para cumprir a pena.

Em Brasília há setores de condomínios de alto padrão e setores de condomínios de classe média. A casa alugada pela família de Genoino está localizada em um condomínio de classe média. Fica em um terreno de 450 metros quadrados. Ela não tem 450 metros quadrados de construção, como diz o Estadão.

A casa não é para abrigar apenas José Genoino e sua esposa Rioco, mas para acolher toda a família. Afinal, não se sabe por quanto tempo Genoino terá de permanecer em Brasília. Portanto, a casa é para hospedar Rioco, Genoino, os três filhos, dois genros e dois netos. Motivo pelo qual há necessidade de três quartos.

E justamente por não se ter certeza de quanto tempo Genoino permanecerá em prisão domiciliar em Brasília, a casa — toda mobiliada — foi alugada por temporada. O aluguel custará R$ 4 mil mensais. Aluguel por temporada — todo mundo sabe — custa mais caro.

A casa não foi alugada apenas por Ronan, filho de Genoino, como consta na matéria do Estadão. Ela foi alugada em nome de Ronan e de um dos cunhados. O dinheiro virá de recursos dos filhos e da própria aposentadoria de Genoino.

Como a matéria do Estadão tem informações equivocadas, ensejou comentários maldosos nas redes sociais. Diziam que o dinheiro do aluguel seria desviado das doações para pagamento da multa de R$ 667,5 mil a Genoino imposta pela Justiça. É muita maldade junta. São pessoas que usam régua própria, e em si, para medir outras.

A casa foi alugada antes de ter início a campanha para levantamento de recursos para pagamento da multa. E tão logo alcance o valor, será encerrada. Tudo está sendo conduzido com muita transparência.

A propósito. As doações já atingiram R$ 530.984, 53 – 79,5% do total multa.

 

foto-3

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Julio Cezar Cruzeta

18 de janeiro de 2014 às 00h29

“Estadão manipula dados” … é pleonasmo, rsrsrs;

Responder

Julienn Fernandes

17 de janeiro de 2014 às 23h41

vergonha

Responder

Cleide Portella

17 de janeiro de 2014 às 20h37

Isto não é jornalismo é uma máfia!! Ainda bem que está falindo!!!

Responder

Adao

17 de janeiro de 2014 às 16h54

Miguel, o Paulo Nogueira, no DCM, fez uma análise parecida sobre essa perseguição ao Genoíno e ainda aponta algumas possíveis motivações da repórter do Estadão:

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/do-helicoptero-dos-perrelas-a-casa-de-genoino-a-midia-brasileira-como-ela-e/

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?