Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Agnelo dá xeque-mate em Barbosa: prove o que falou!

Por Miguel do Rosário

04 de abril de 2014 : 20h37

Coube ao destino que Agnelo Queiroz, governador do DF, fosse o primeiro político do Executivo a enfrentar Joaquim Barbosa. Na minha opinião, é uma honra para Queiroz. Ele poderá se gabar disso para seus netos. 

O presidente do STF, como sempre, se portou como uma besta-feira guiada unica e exclusivamente pela mídia. Fez um monte de acusações ao governador apenas com base em fofocas de jornal, e nem se deu ao trabalho de dizer onde colheu as informações.

Levou um xeque-mate de Queiroz, que rebateu de pronto: Barbosa tem de provar o que falou, e dizer exatamente onde ele viu que havia regalias. Barbosa agora terá que mandar uma carta dizendo: ah, foi na Veja, foi na Folha.

E cairá no ridículo para sempre. Acusar um petista com base em notícia de Veja, é como acusar um político republicano com base num jornalzinho clandestino da Al Qaeda.

Um presidente do STF acusar um governador, sem provas, com base em intriga de imprensa marrom? Só mesmo o Barbosa.

*

Saiu no Brasil 247.

AGNELO DESAFIA BARBOSA: TEM QUE PROVAR ACUSAÇÕES

Governador do DF, Agnelo Queiroz, disse nesta sexta (4) que afirmação do presidente do STF, Joaquim Barbosa, sobre supostas regalias a condenados na AP 470 é “grave e despida de qualquer amparo na realidade dos fatos”; “Vossa Excelência tem a obrigação em declinar com precisão quais são os fatos caracterizadores de suposta irregularidade, cuja apuração é suscitada. Vossa Excelência tem a obrigação de informar onde essas supostas irregularidades foram noticiadas”, diz Agnelo em ofício enviado a Barbosa

4 DE ABRIL DE 2014 ÀS 20:09

André Richter – Repórter da Agência Brasil

O governador do Distrito Federal (DF), Agnelo Queiroz, considerou hoje (4) “afirmação grave e despida de qualquer amparo na realidade dos fatos” a declaração do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, sobre as apurações de supostas regalias concedidas aos condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão, que cumprem pena no Distrito Federal. Agnelo respondeu a ofício solicitado por Barbosa.

No documento, o governador diz que nem a Vara de Execuções Penais (VEP) nem Joaquim Barbosa esclareceram quais as supostas regalias que os presos receberam. Segundo o governador, as afirmações do presidente foram levantadas com base em “ilações infundadas” sobre falta de disposição para apurar os fatos.

“Vossa Excelência [Barbosa], como relator das execuções penais decorrentes das condenações julgadas na Ação Penal 470, em tramitação no Supremo Tribunal Federal, como o juiz de direito que tenha recebido delegação para implementar a execução penal correspondente têm a obrigação em declinar com precisão quais são os fatos caracterizadores de suposta irregularidade, cuja apuração é suscitada. Vossa Excelência tem a obrigação de informar onde essas supostas irregularidades foram noticiadas”, disse o governador.

No ofício, Agnelo também afirmou que nenhuma autoridade do governo deixou de prestar informações ao Judiciário. Para o governador, Barbosa concluiu “equivocadamente” que governo do DF contribuiu para que ilegalidades continuem. “Os fatos sobre os quais se pretende [ter] informações esclarecedoras precisam ser apresentados, ou indicados onde foram noticiados, para que a correta e devida apuração seja feita. Portanto, repilo a afirmação caracterizadora de ato de improbidade administrativa, no sentido de que ‘o governo do Distrito Federal contribui para que as ilegalidades se perpetuem’, rebateu Agnelo.

Desde o ano passado, quando os condenados no mensalão começaram a cumprir pena nos presídios do Distrito Federal, o Ministério Público tem denunciado a existência de regalias, como alimentação diferenciada e dias de visitas fora do período permitido.

Na terça-feira (1º), Barbosa determinou que as autoridades do Distrito Federal acabem com regalias concedidas a condenados na Ação Penal 470 que estão presos em Brasília. Na decisão, o ministro afirmou que o governador Agnelo Queiroz não tem “disposição para determinar a apuração dos fatos narrados”.

“Em atitude de claro desdém para com a autoridade judicial, e desconsiderando o fato de as irregularidades terem sido divulgadas amplamente e comunicadas pelos órgãos do Ministério Público e da Defensoria Pública em atuação junto à VEP, o governador do Distrito Federal deu indicação clara da sua falta de disposição para determinar a apuração dos fatos narrados e oferecer solução para problema posto”, disse Barbosa.

agnelo-queiroz

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

28 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

jose cerqueira

06 de abril de 2015 às 08h23

Esse Joaquim Barbosa faz de tudo para se manter na mídia e, assim, continuar pousando de herói para os incautos.

Responder

Vixe

05 de abril de 2014 às 19h24

Quero deixar claro que meu comentário é em resposta às imbecilidades escritas por esse tal de Sebastião Rabello, que deve ser mais um troll a soldo do PSDB /DEM, por aqui.

Responder

Vixe

05 de abril de 2014 às 19h21

Pois então mostre a filmagem, me diga quando foi transmitido e me aponte as provas, simples assim.
Se não tem o que falar, permaneça de boca fechada.
Assim estaria poupando o saco de todo mundo aqui.
Vá destilar seu esgoto que corre pela boca lá no Blog do Reinaldo Azevedo ou outro imbecil de direita qualquer.

Responder

C.Paoliello

05 de abril de 2014 às 19h11

Finalmente um petista peitudo. Parabéns Governador!

Responder

Darly Dalva Silva Maximo

05 de abril de 2014 às 22h04

Prove JB.

Responder

Maria Maria

05 de abril de 2014 às 17h08

Um petista reagindo??? Que maravilha!

Responder

Sebastiao Rabelo Neto

05 de abril de 2014 às 17h58

Este pessoal deve ser tudo empregado deste político, provavelmente sem concurso e com salários exorbitantes! Vá puxar saco assim na pqp, as vezes nao suporto a hipocrisia e a paciência se esgota.

Responder

Edir

05 de abril de 2014 às 12h27

Político näo nasce político eles vem do povo. Isto mostra que o povo näo tem bom carater. Quer mudar o Brasil ? comece por voce .
Näo defendo aqui corrupcäo nem mal feitos praticados por políticos, mas que já encheu o saco ouvir e ler todos dias nas redes e na mídia sobre políticos mentirosos, politicos ladröes, politico safados e por aí vai. Mas um país com um povo como o nosso onde encontrar político bom ? voce me apresente.

Responder

Dirceu Honorato Moreira

05 de abril de 2014 às 15h26

Além de provar, terá que jogar a Veja no lixo e passar a ler revista em quadrinhos, terá melhores informações!!!

Responder

Celso Orrico

05 de abril de 2014 às 11h41

só podia vir de um baiano do sertão, toma JB..agora vamos lá, cave mais fundo seu buraco da insignificância que é de onde nunca deveria ter saído..
Bom fim de semana para todos

Responder

Sonia M B Borges

05 de abril de 2014 às 14h36

Disse o óbvio com dignidade!

Responder

Elilton Borges

05 de abril de 2014 às 11h57

Prove JB!

Responder

Sebastiao Rabelo Neto

05 de abril de 2014 às 09h28

A falta de carater, moral, civilidade, patriotismo, educação e sobretudo honestidade é um péssimo legado que os políticos da atualidade, com pouquíssima exceção, estão deixando para as novas gerações deste país.

Responder

Sebastiao Rabelo Neto

05 de abril de 2014 às 09h18

Tem coisa que é fimado, transmitido pela TV para o Brasil inteiro e os bandidos ainda tem a cretinice de dizer que aquilo não é prova. Isto já virou mania neste país. Ninguém neste país é culoado! É um país de ” santos”, e o exemplo vem da maioria dos políticos.

Responder

Sebastiao Rabelo Neto

05 de abril de 2014 às 09h08

Não acabei, neste Brasil de políticos sujos, corruptos e descomromissados com a coisa pública deste país.

Responder

Sebastiao Rabelo Neto

05 de abril de 2014 às 09h05

Bom! Quando estes políticos independente de qualquer partido, são chamados para prestar esclarecimentos sobre envolvimento com atos criminosos e relações com o bandido como Carlinhos Cachoeira, eles simplesmente usam o direito de permanecer em silêncio, depois ficam mandando ofícios sob orientação de advogados para desvalorizar o trabalho de um homem que tenta colocar um pouco de moralidade neste.

Responder

Everaldo

05 de abril de 2014 às 01h16

Hum… Essa vai doer as vértebras lombares (da L1 até a L5), depois as Sacros ( da S1 até a S5) e prá fechar: o CÓCCIX do Batman… Jesus toma conta!!!!!

Responder

Valéria Cabral

05 de abril de 2014 às 02h45

Já estava desistindo do Agnelo. Volta a crescer em meu conceito.

Responder

Ruth Mendes

05 de abril de 2014 às 02h23

Bravo Governador Agnelo, você nos enche de orgulho! É preciso dar um basta às sandices desse desequilibrado! Ele mostra a cada dia que não está, nem nunca esteve preparado para o cargo que ocupa! Não esmoreça, não se apequene, governador. Você não está sòzinho!

Responder

Julienn Fernandes

05 de abril de 2014 às 02h20

Até que enfim, chega de subserviência.

Responder

Jussara Domingues

05 de abril de 2014 às 01h49

O Barbosa desrespeita a lei. Quem acusa tem que provar. Mas ele já é viciado, acusou sem provas na ap 470.

Responder

Jose Roberto

05 de abril de 2014 às 00h50

Se investigar só um pouco q ele prova,afinal ele é do pt

Responder

Hirto Gervásio

05 de abril de 2014 às 00h37

Boa, Agnelo.

Responder

Vani Moura Guarani Kaiowá

05 de abril de 2014 às 00h28

SIFU…..kkkkkkkkk

Responder

Eduardo

04 de abril de 2014 às 21h15

Jose Dirceu nao falou em celular. E agora? Fica por isso mesmo? Noa será indenizado? A justiça mentiu!

Responder

Maria Cristina Marques

04 de abril de 2014 às 23h58

Valeu, Agnelo!

Responder

Mauro Valerio

04 de abril de 2014 às 23h52

pela teoria barbosiana dos fatos, não são necessárias provas.

Responder

João Ninguem

04 de abril de 2014 às 20h49

Até que um dia….

Responder

Deixe um comentário

Por que devemos confiar nas Urnas Eletrônicas? Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará