Análise da reunião ministerial de Bolsonaro

Zelotes chega a graúdos do Congresso

Por Miguel do Rosário

05 de setembro de 2015 : 12h32

Engraçado ver como a Lava Jato merece páginas, páginas e páginas em nossos jornalões, com infográficos gigantes, animações, longos minutos no Jornal Nacional. O Ministério Público Federal montou uma força-tarefa que só cuida disso, e até manda missões para os Estados Unidos.

O responsável pela Lava Jato tem tempo para dar entrevistas em todos os jornais, revistas e programas de TV.

Já as investigações da Zelotes, contra o principal problema de corrupção no país, a corrupção fiscal, encontra todo tipo de dificuldade: segredo absoluto de justiça, força-tarefa sem recursos, judiciário preguiçoso, mídia desinteressada.

O Brasil perde mais de R$ 500 bilhões por ano em sonegação. É o país com as maiores taxas de evasão fiscal do mundo. O que se sonega, por ano, no país, é quase vinte vezes superior ao déficit orçamentário de R$ 30 bilhões estimado para o ano que vem.

E ninguém vai às ruas protestar contra isso.

Aliás, vai sim, os marchadeiros empunham cartazes defendendo a corrupção fiscal.

Não era hora de uma grande campanha contra a sonegação? Uma campanha que, ao invés de truculência judicial e criminalização do pequeno e médio empreendedor, centrasse em ações de desburocratização, centralização, simplificação e esclarecimento?

Uma campanha que reunisse todas as iniciativas oficiais de transparência, de todos os órgãos públicos, municipais, estaduais e federais, para estimular as pessoas a identificarem e monitorarem o uso de seus tributos?

Uma campanha que, ao mesmo tempo, deixasse claro, junto à população, que a sonegação é uma das mais perniciosas formas de corrupção?

A cobertura midiática da Operação Zelotes deixa bem claro que esse tipo de iniciativa não virá da grande imprensa, até porque ela mesmo está envolvida, até o pescoço, nesses crimes.

A iniciativa tinha de vir dos governos, em parceria com Ministério Público, Judiciário, Polícia Federal, organizações não-governamentais, movimentos sociais e imprensa alternativa.

Acompanhe abaixo algumas novidades sobre a Operação Zelotes, através de texto do deputado Paulo Pimenta, presidente de uma subcomissão na Câmara que acompanha os desdobramentos das investigações.

***

Texto do gabinete do Deputado Federal Paulo Pimenta (PT-RS)

Zelotes chega a nomes com foro privilegiado; temor é de que “Operação Abafa” seja colocada em curso, denuncia deputado Pimenta

Parte da Operação Zelotes terá que ser enviada ao Supremo Tribunal Federal, isso porque as investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal chegaram a nomes que detêm foro privilegiado. Pelo esquema de corrupção, grandes empresas, escritórios de advocacia e membros do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) são suspeitos de desviar cerca de R$ 20 bilhões dos cofres públicos, com a compra e venda de sentenças e pagamento de propina.

Relator dos trabalhos que acompanha os desdobramentos da Zelotes na Câmara Federal, o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) alerta para uma possível “operação abafa” . Segundo o parlamentar, quando grandes empresas e pessoas com alto poder de influência aparecem em esquemas de corrupção, o poder econômico se movimenta e a mídia silencia. “Nenhuma tentativa de intimidação nos impedirá de continuar acompanhando a Zelotes e fazer com que toda a verdade venha à tona. O fato de existirem suspeitas de nomes com foro privilegiado só aumenta nossa determinação e a nossa responsabilidade para cobrar que os culpados sejam identificados e punidos”, garantiu o parlamentar.

Em comparação com a Lava-Jato, a Operação Zelotes tem recebido críticas por receber tratamento diferenciado por parte do Poder Judiciário. O processo corre em segredo de justiça, as prisões preventivas solicitadas pelo Ministério Público Federal e Polícia Federal foram todas negadas, assim como não foram autorizadas as solicitações de monitoramento por escutas telefônicas.

Diante das dificuldades relatadas pelas autoridades federais que investigam a Operação Zelotes, em junho, o deputado Pimenta representou contra o juiz Ricardo Augusto Soares Leite no Conselho Nacional de Justiça, que acabou sendo afastado do caso. A atuação do magistrado também foi objeto de representação pelo MPF na Corregedoria do Tribunal Regional Federal da 1ª região. No lugar dele, assumiu a juíza Marianne Borré, que autorizou pedidos de busca e apreensão em escritórios das empresas envolvidas, em uma nova fase das investigações.

Provocada também por uma representação do deputado Pimenta, a Controladoria-Geral da União realiza uma auditoria no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). No requerimento, o deputado Pimenta pediu análise sobre as “escolhas dos conselheiros”, a “distribuição dos processos”, os “procedimentos relacionados ao trâmite e regras de julgamento, incluídos os pedidos de preferência” e até os motivos para os “eventuais impedimentos de conselheiros” no julgamento dos processos.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

57 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Maria Regina Arruda

11 de setembro de 2015 às 23h58

Augusto nardes relator do tcu , e citado na operacao zelotes…..

Responder

José Eduardo Inácio Medeiros

10 de setembro de 2015 às 14h02

#CunhaNaCadeia

Responder

Messias Franca de Macedo

06 de setembro de 2015 às 23h46

A PFT (Polícia Federal Tucana) &$ o ‘Estadão’ “batendo um bolão para o TSE/STF do supremo Gilmar Mendes ficar na cara do gol do impeachment golpista!
Entenda a sacanagem que nos quer fazer de idiotas e/ou débeis mentais!
Ah “rebanho” de anencéfalos!…

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

PF diz que deputados lavam propina com doação eleitoral

REDAÇÃO
05 Setembro 2015 | 17:00

Relatório que atribui corrupção a ex-líder dos Governos Lula e Dilma e aos parlamentares Nelson Meurer (PP) e Vander Loubet (PT) aponta dinheiro ilícito nas campanhas

Por Andreza Matais, Julia Affonso e Fausto Macedo

A Polícia Federal afirma que deputados sob suspeita na Operação Lava Jato lavaram propinas do esquema de corrupção na Petrobrás por meio de doações eleitorais para suas campanhas. No relatório em que atribui corrupção passiva e lavagem de dinheiro ao ex-líder dos Governos Lula e Dilma na Câmara, Candido Vaccarezza (PT/SP), e aos deputados Nelson Meurer (PP/PR) e Vander Loubet (PT/MS), a PF assinala que eles receberam do esquema de propinas que se instalou na Petrobrás, ’em razão de suas funções parlamentares’.
A conclusão da PF reforça, com novos elementos e indícios, a tese de que mesmo as contribuições legais das empreiteiras para os políticos possam ter sido usadas para drenar recursos oriundos dos desvios na estatal com objetivo de corromper agentes públicos e desequilibrar pleitos eleitorais em favor de grupos e partidos.
(…)

CACHOEIRA – perdão, ato falho -, http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/pf-diz-que-deputados-lavam-propina-com-doacao-eleitoral/

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

… Sim, ‘Manés’ “investigadores sabidões – e imparciais” (sic), e os demais partidos e políticos – em todas as esferas – recebem dinheiro nos santuários das agremiações de freiras e frades Franciscanos!(?)
Ah, entendi!

E o meu nariz de palhaço padrão Itu mais vermelho de vergonha do que nunca!…

Responder

José Neto

06 de setembro de 2015 às 17h47

Miguel, será que essa informação do DCM procede?
Se for verdade, Janot tem um sério problema, não haverá maneira de salvar os tucanos dessa vez, tanto Anastasia como Aécio estão perdidos.

ISSO É NITROGLICERINA PURA, IMAGENS COMPROVANDO O ENCONTRO DO PF CARECA COM ANASTASIA NA CASA DA PRIMA DE AÉCIO!!! AJUDE A FINANCIAR ESTA REPORTAGEM.

Um teasear do novo projeto de crowdfunding do DCM sobre a Lista de Furnas
COMO É A “CASA DE PEDRA” EM BH E SEU PAPEL NO CASO DE FURNAS

Há câmeras nas salas, nos corredores e no escritório. Uma central, que funciona fora do imóvel, pode gravar tudo o que se passa ali. Isso é fato. O ex-aliado de Aécio, que hoje não priva da intimidade da família, diz que a fonte da informação da Polícia Federal é uma mulher que trabalhava na segurança do imóvel.
Ela teria o registro do encontro de Anastasia com o ex-policial na casa de Tânia e teria tomado a iniciativa de enviar diretamente ao Palácio do Planalto um email com a reprodução de alguns alguns quadros da imagem gravados pelo circuito interno. É esse email que teria sido enviado ao Ministério da Justiça e daí à Polícia Federal.
http://www.diariodocentrodomundo.com.br/como-e-a-casa-de-pedra-e-seu-papel-na-lista-de-furnas-por-joaquim-de-carvalho/

Responder

luiz mattos

06 de setembro de 2015 às 14h09

Manifesto ao Povo Brasileiro

Vivemos um momento de crise. Crise internacional do capitalismo, crise econômica e política em vários países vizinhos e no Brasil.

Correm grave perigo os direitos e as aspirações fundamentais do povo brasileiro: ao emprego, ao bem-estar social, às liberdades democráticas, à soberania nacional, à integração com os países vizinhos.

Para defender nossos direitos e aspirações, para defender a democracia e outra política econômica, para defender a soberania nacional e a integraççao regional, para defender transformações profundas em nosso país, milhares de brasileiros e brasileiras de todas as regiões do país, cidadãos e cidadãs, artistas, intelectuais, religiosos, parlamentares e governantes, assim como integrantes e representantes de movimentos populares, sindicais, partidos políticos e pastorais, indígenas e quilombolas, negros e negras, LGBT, mulheres e juventude, realizamos esta Conferência Nacional onde decidimos criar a Frente Brasil Popular.

Nossos objetivos são:

1- Defender os direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras: melhorias das condições de vida, emprego, salário, aposentadoria, moradia, saúde, educação, terra e transporte público!

Lutamos contra o atual ajuste fiscal e contra todas as medidas que retiram direitos, eliminam empregos, reduzem salários, elevam tarifas de serviços públicos, estimulam a terceirização, ao tempo em que protegem a minoria rica. Defendemos uma política econômica voltada para o desenvolvimento com distribuição de renda.

Lutamos contra a especulação financeira nacional e internacional, que transfere para uma minoria, por vias legais ou ilegais, através da corrupção e de contas bancárias secretas, parte importante da riqueza produzida pelo povo brasileiro!

Lutamos por uma reforma tributária que – por meio de medidas como o imposto sobre grandes fortunas e a auditoria da dívida – faça os ricos pagarem a conta da crise.

2.Ampliar a democracia e a participação popular nas decisões sobre o presente e o futuro de nosso país.

Lutamos contra o golpismo – parlamentar, judiciário ou midiático – que ameaça a vontade expressa pelo povo nas urnas, as liberdades democráticas e o caráter laico do Estado!

Lutamos por uma reforma política soberana e popular, que fortaleça a participação direta do povo nas decisões políticas do País, garanta a devida representação dos trabalhadores, negros e mulheres, impeça o sequestro da democracia pelo dinheiro e proíba o financiamento empresarial das campanhas eleitorais !

Lutamos contra a criminalização dos movimentos sociais e da política, contra a corrupção e a partidarização da justiça, contra a redução da maioridade penal e o extermínio da juventude pobre e negra das periferias, contra o machismo e a homofobia, contra o racismo e a violência que mata indígenas e quilombolas!

3. Promover reformas estruturais para construir um projeto nacional de desenvolvimento democrático e popular: reforma do Estado, reforma política, reforma do poder judiciário, reforma na segurança pública com desmilitarização das Polícias Militares, democratização dos meios de comunicação e da cultura, reforma urbana, reforma agrária, consolidação e universalização do Sistema Únnico de Saúde, reforma educacional e reforma tributária!

Lutamos pela democratização dos meios de comunicação de massa e pelo fortalecimento das mídias populares, para que o povo tenha acesso a uma informação plural, tal como está exposto na Lei da Mídia Democrática.

4.Defender a soberania nacional: o povo é o dono das riquezas naturais, que não podem ser entregues às transnacionais e seus sócios!

Lutamos em defesa da soberania energética, a começar pelo Pré-Sal, a Lei da Partilha, a Petrobrás, o desenvolvimento de ciência e tecnologia, engenharia e de uma política de industrialização nacional!

Lutamos em defesa da soberania alimentar e em defesa do meio ambiente, sem o qual não haverá futuro.

Lutamos contra as forças do capital internacional, que tentam impedir e reverter a integração latino-americana.

Convidamos a todas e a todos que se identificam com esta plataforma a somar-se na construção da Frente Brasil Popular.

O povo brasileiro sabe que é fácil sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho. Mas sabe, também, que sonho que se sonha junto pode se tornar realidade.

Vamos lutar juntos por nossos sonhos!

Viva a Frente Brasil Popular!

Viva o povo brasieiro!

Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, Setembro de 2015

Responder

Kika Zanon

06 de setembro de 2015 às 14h38

pizza de que?? portuguesa??

Responder

Eduardo Ponte

06 de setembro de 2015 às 12h51

Tem que pegar a globo

Responder

Henrique Pedro

06 de setembro de 2015 às 12h03

A sonegação, não as grandes que formam esquemas de corrupção, mas as pequenas que a maior parte do país promove e somadas seriam valores gigantescos, não são resultado do carater do brasileiro e sim consequencia de ter a percepção de pagar por algo caro com um retorno mediocre, não estou falando apenas do governo federal e sim de todo o sistema!

Responder

Alexandre Costa Alves

06 de setembro de 2015 às 10h23

Sonegar não é correto. Mas os motivos da imagem justificam. Cada centavo de imposto pago sustenta as canalhices desse governo.

Responder

Ronei Amorim Texugo

06 de setembro de 2015 às 09h45

#OperacaoZelotes
#OperacaoZelotesChegaNoCongresso

Responder

Ronei Amorim Texugo

06 de setembro de 2015 às 09h45

Está na de bombardear a internet com todas as informações sobre a Operações Zelotes.
Criar eventos, hashtag, slogans, etc

Responder

Edilson Bento

06 de setembro de 2015 às 06h01

Para sustentar tanta corrupção! Realmente faz uma falta e tanto!!

Responder

Antonio Celso Salmaso

06 de setembro de 2015 às 02h36

Aproveita e faca também o corruptometro…

Responder

Jeferson Jota Jota

06 de setembro de 2015 às 00h57

Operação zelotes envolve muita gente graúda, como executivos da grande mídia. Esses hipócritas não cortariam na própria carne. Mandam e desmandam no brasil

Responder

Jessica Medeiros

06 de setembro de 2015 às 00h55

Ó vc, Melqui Alves! Hahaha brinks

Responder

Vera Teixeira

06 de setembro de 2015 às 00h55

cadê cobertura da globo ?

Responder

Jose Miguel Dos Santos

06 de setembro de 2015 às 00h31

Tudo isso para tentar acabar com o Lula. Mas não vai

Responder

António Carlos Rodrigues

05 de setembro de 2015 às 23h48

A JUSTIÇA BRASILEIRA A SERVIÇO DA CLASSE DOMINANTE.

Responder

Carlos

05 de setembro de 2015 às 20h44

Prezado Miguel,

Além do combate efetivo à corrupção fiscal, é necessária a implementação de uma política de justiça fiscal.

Se todos contribuírem na medida da sua capacidade econômica, todos pagarão o que é justo.

Por favor, divulgue o projeto de iniciativa popular: Imposto Justo.

http://www.sindifisconacional.org.br/impostojusto/

Responder

Anônimo

05 de setembro de 2015 às 23h40

Chupa essa manga

“O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedidos para investigar irregularidades nas campanhas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006, e da presidente Dilma Rousseff em 2010 e 2014, de acordo com fontes com acesso às investigações.
A solicitação tem como base depoimento do dono da UTC, Ricardo Pessoa, que relatou em delação premiada o esquema de pagamento de propina nas obras da Petrobrás e também detalhou pagamentos feitos a campanhas políticas.”

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,janot-pede-ao-stf-para-investigar-campanhas-de-dilma-e-lula-,1757106

Responder

John Jahnes

05 de setembro de 2015 às 22h45

Cafezinho: Você acha que tem muitos empresários petistas fazendo girar os números do SONEGÔMETRO, ou a turma do FHC é absoluta nisso? https://www.youtube.com/watch?v=zAs-KpIwMFA

Responder

Aluisio Pessoa/MANAUS

05 de setembro de 2015 às 18h28

É necessário que os blogues progressistas deem atenção especial para esse e outros assuntos que desinteressam à grande mídia. Através dos compartilhamentos das matérias nas redes sociais o povo ficará sabendo de todos esses casos. Isso fortalecerá o jornalismo alternativo e aniquilará a credibilidade da grande imprensa.

Responder

Isabel Santos

05 de setembro de 2015 às 20h59

Temos que não esquecer deste escândalo e cobrar por meio das entidades de sociedade civil, a apuração e punição de todos: quem sonegou e quem permitiu que sonegasse.

Responder

Messias Franca de Macedo

05 de setembro de 2015 às 17h34

http://www.conversaafiada.com.br/wp-content/uploads/2015/09/unnamed1.jpg

Responder

Messias Franca de Macedo

05 de setembro de 2015 às 17h25

[DA SÉRIE ‘AVISA AO TEMER’!]

A propina atômica do PMDB em Angra 3
A Procuradoria-Geral da República obtém evidências de que os senadores Renan Calheiros, Edison Lobão e Romero Jucá receberam propina de empreiteiras pelo contrato da usina nuclear

05/09/2015 – 00h20

(…)

FONTE: http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2015/09/propina-atomica-do-pmdb-em-angra-3.html

Responder

Everaldo

05 de setembro de 2015 às 17h09

Miguel,
É por isto que acabaram com a CPMF….!!!
Ela denunciava muita sonegação.
Agora só são pegos os ladrões com o cruzamento de movimentações.
Realmente o Brasil tem esse câncer incontrolável que se chama SONEGAÇÃO.
E ele dá de 10 x 0 na corrupção.

Responder

Marcos Portela

05 de setembro de 2015 às 19h52

NÃO é BRINCADEIRA NÃO, são BILHÕES de REAIS movimentados pela QUADRILHA MAÇONICA dos SONEGADORES da MÍDIA, MARAJÁS do JUDICIÁRIO, CORRUPTOS do PSDB/DEM e NARCOTRAFICANTES do HELICOCA, não é de se estranhar o grande empenho do CARTEL da MÍDIA (Globo, Veja, IstoÉ, Época, Folha, Estadão…) em querer desestabilizar o GOVERNO.

Bravo POVO e DIRIGENTES brasileiros, que RESISTEM ao COVARDE ATAQUE das MAZELAS CRIMINOSAS DA MÍDIA, dos MARAJÁS da JUSTIÇA e dos CORRUPTOS do PSDB e DEM, que por TEMEREM enfrentar o LULA em 2018 tentam TOMAR o PAÍS de ASSALTO.

Responder

Paula Teixeira

05 de setembro de 2015 às 19h39

SEmpre que tem novidades nessa operação, os jornais que assisto, noticiam.

Responder

Orídia Marques

05 de setembro de 2015 às 18h26

Espere sentada que pé cansa coxinha idiota .

Responder

Hebe Oliveira

05 de setembro de 2015 às 17h58

Sabemos que a mídia é comprometida com os que governam em proveito próprio. Imagina se eles iriam colocar isso no conhecimento de todos. repetindo o título da matéria: “Zelotes chega a nomes com foro privilegiado; temor é de que “Operação Abafa” seja colocada em curso, denuncia deputado Pimenta”

Responder

Messias Franca de Macedo

05 de setembro de 2015 às 14h55

“NUMDISSEMOS”?!
Procurador geral da República ‘Rodrigo Fernando Brindeiro Barbosa Moro Gurgel’ ‘O Sonso’!
O GOLPE – perdão, ato falho -, O BODE ESTÁ NA SALA DA HORA!
Entenda

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

[Rodrigo] Janot encaminha ao STF pedidos de investigação de irregularidades nas campanhas de Dilma e Lula

05/09/2015 13h56

Por Jovem Pan

CACHOEIRA – perdão – “de novo”, ato falho -, FONTE: http://jovempan.uol.com.br/noticias/brasil/politica/janot-encaminha-ao-stf-pedidos-de-investigacao-de-irregularidades-nas-campanhas-de-dilma-e-lula.html

Responder

Jeferson Jota Jota

05 de setembro de 2015 às 17h47

A maioria dos meus amigos não conhece a operação Zelotes. Mas também com esse bombardeio somente na lava jato o outro ladrão sai que ninguém vê.

Responder

Rosana Oliveira

05 de setembro de 2015 às 17h35

È juizes aqui são pessoas medrosas pq todos tem rabo preso.

Responder

Respeito à constituiçao ,fora corruptos.

05 de setembro de 2015 às 17h33

Em 2001 , Eu já vi casos em que alguém propos falsificar um DARF de 500 mil reais por uma propina de 50 mil ,Em Vitória no Estado do Espirito Santo.

Responder

Hugo Arnaud Filho

05 de setembro de 2015 às 17h25

O imposto metro td mundo conhece e o d corrupção

Responder

Jose Braz Lucca

05 de setembro de 2015 às 17h08

É Miguel do Rosário : a hipocrisia

Responder

Cosme Motta

05 de setembro de 2015 às 17h02

Coxinhas ,aqui.

Responder

Vito Leone

05 de setembro de 2015 às 16h54

Moacyr Neto e Gonzaga Ferreira ?????

Responder

enio

05 de setembro de 2015 às 13h44

Já que a mídia fala tanto em crise, vamos pensar…, é só tirar o (s) da palavra crise e formará a palavra crie. Criem vergonha senhores responsáveis pela área de execuções fiscais. Os Senhores são cúmplices e coniventes com essa corrupção disseminada. Perda de 500 bilhões anuais? Não haveria crise nenhuma se vocês fossem sérios.

Responder

Frederico Freder

05 de setembro de 2015 às 16h31

Lembrando que se entrar no site vê que o saldo aumenta a cada segundo e duvido que estejam contando com a evasão de divisas. Boa tarde.

Responder

Fabio Ricardo Dos Anjos

05 de setembro de 2015 às 16h31

PEC 186

Responder

Tania Orsi Vargas

05 de setembro de 2015 às 16h28

Zelotes chega a nomes com foro privilegiado; temor é de que “Operação Abafa” seja colocada em curso, denuncia deputado Pimenta
Parte da Operação Zelotes terá que ser enviada ao Supremo Tribunal Federal, isso porque as investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal chegaram a nomes que detêm foro privilegiado. Pelo esquema de corrupção, grandes empresas, escritórios de advocacia e membros do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) são suspeitos de desviar cerca de R$ 20 bilhões dos cofres públicos, com a compra e venda de sentenças e pagamento de propina.

Responder

Frederico Freder

05 de setembro de 2015 às 16h26

Eles sonegam e adivinha quem paga por isso?

Responder

Camu Souza

05 de setembro de 2015 às 16h18

Essa cifra está errada …. O valor aproximado é algo em torno de 1 a 2 PIBs brasileiro ….

Responder

Glaudistony Leite

05 de setembro de 2015 às 16h11

O país da indignação seletiva e da hipocrisia.

Responder

Israel Fernandes

05 de setembro de 2015 às 16h02

Comédia…… Enquanto isso a ladroagem do PT………kkkkkk

Responder

Eduardo John Mueller

05 de setembro de 2015 às 15h55

E os jornais nao falam nada

Responder

Robercil R. Parreira

05 de setembro de 2015 às 15h55

Indignação Seletiva. Hipócritas.

Responder

Marcelo Escobar

05 de setembro de 2015 às 15h51

Depois da prisão do Lula precisam concentrar nesse assunto!!!

Responder

    Lucio Busch de Freitas

    05 de setembro de 2015 às 16h10

    Senta e espera. Tentam a anos achar um motivo. Agora tentam fabricar um motivo. Nada. Melhor sentar.

    Responder

Luiz Arlindo Da Silva Correia

05 de setembro de 2015 às 15h49

Responder

    Asdrubal Caldas

    05 de setembro de 2015 às 13h58

    Luiz Arlindo Da Silva Correia> Está faltando alguma coisa no quadro que você postou, para ficar mais claro a sua mensagem. Deixa-me ver!!! Ah já sei: Você poderia ter colocado assim: “Fora Tucanada, nos deixem em paz. A Petrobrás é a nossa galinha dos ovos de ouro. Nós vimos primeiro, portanto aqui ninguém tasca. Você não acredita que assim ficou mais claro a sua afronta aos tucanos?

    Responder

Paulo Vidal

05 de setembro de 2015 às 15h47

Bá! [risos]

Responder

Maria Regina Arruda

05 de setembro de 2015 às 15h43

Sera que vai ser investigada……tenho minhas duvidas…….

Responder

George Ayres

05 de setembro de 2015 às 15h38

e depois reclamam de “crise”

Responder

Deixe uma resposta