Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Manifesto: Brasil de Fato e o ‘censor’ Aécio Neves

Por Redação

19 de janeiro de 2016 : 08h51

Acostumado com a blindagem da mídia, Aécio parece não aceitar ser contrariado: Sua ação contra o Brasil de Fato é um ataque à liberdade de expressão

na Carta Maior

O jornal Brasil de Fato é a mais nova vítima da sanha censora e autoritária de Aécio Neves. Por conta de reportagem publicada em julho de 2015, o candidato presidencial derrotado nas urnas em 2014, presidente do PSDB e senador da República moveu processo por danos morais contra o veículo.

Fama de ‘censor’ de Aécio Neves repercute nas redes. A matéria em questão repercutiu ação do Ministério Público Federal que investiga um suposto desvio de R$ 14 bilhões da saúde pública mineira. Segundo o MPF, a verba destinada ao SUS foi endereçada a outros fins, como à Companhia de Saneamento de Minas (Copasa) e a fundos de aposentadorias, pensões e institutos de clientela fechada.

Ainda segundo a reportagem, há anos em que o valor investido na saúde não chegou à metade do obrigatório. A matéria produzida pelo próprio MPF argumenta que “de acordo com a ação, o governo estadual, por 10 anos, entre 2003 e 2012, descumpriu sistematicamente preceitos legais e constitucionais, ‘em total e absurda indiferença ao Estado de Direito’, efetuando manobras contábeis para aparentar o cumprimento da Emenda Constitucional 29”.

A ação judicial de Aécio Neves contra o Brasil de Fato – expediente utilizado com frequência pelo tucano para calar comunicadores e veículos que não o agradam – não só é um ataque frontal à liberdade de expressão, ao intimidar a imprensa, como também desafia a autoridade do próprio MPF. Acostumado com a blindagem de grandes empresas de mídia, Aécio Neves parece não aceitar ser contrariado ou questionado. Nem mesmo pelo Ministério Público!

Por meio deste manifesto, os signatários listados abaixo expressam solidariedade ao Brasil de Fato e repudiam a truculência de Aécio Neves, que mais uma vez persegue jornalistas e veículos da mídia alternativa.

Subscrevem-se:
Fórum21: Ideias para o Avanço Social
Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé
Comissão Nacional Blogueiros e Ativistas Digitais
ARPUB – Associação das Rádios Públicas do Brasil
CTB – Central Brasileira dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
CUT – Central Única dos Trabalhadores
CUT Minas
FNDC – Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação
FNDC MG
FITERT – Federação Interestadual dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão
Fora do Eixo
Internet Sem Fronteiras Brasil
Intervozes
Levante Popular da Juventude
MAB – Movimento dos Atingidos por Barragens
Mídia Ninja
MMM – Marcha Mundial das Mulheres
MST – Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra
Quem Luta Educa
Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais
Sindicatos dos Metalúrgicos de Belo Horizonte/Contagem
Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte – Sindibel
Jornal Página 13
Revista Esquerda Petista
Blog Teoria Versus Prática
Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais
Coletivo Henfil de Comunicação
Kiko Nogueira – Diário do Centro do Mundo
Luís Nassif – Portal GGN
Maria Inês Nassif – Jornalista
Joaquim Palhares – Carta Maior
Miguel do Rosário – O Cafezinho
Renato Rovai – Revista Fórum
João Franzin – Agência Sindical
Fernando Morais – Jornalista e escritor
Conceição Oliveira – Blog da Maria Fro
Conceição Lemes – Viomundo
Eduardo Guimarães – Blog da Cidadania
Laurindo Leal Filho – Professor e jornalista
Palmério Dória – Jornalista
Rodrigo Vianna – jornalista, historiador e blogueiro/Escrevinhador
Pedro Rossi- editor do portal Brasil Debate. Professor Doutor do Instituto de Economia da Unicamp e pesquisador do Centro de Estudos de Conjuntura e Política Econômica (Cecon/UNICAMP) 
Rita Freira – Ciranda
Willian Novaes – Editora Geração Editorial
Wagner Nabuco – Revista Caros Amigos
Paulo Cannabrava – Diálogos do Sul
Eduardo Guimarães – Blog da Cidadania
Adriano Diogo – Ex-deputado estadual, presidente da Comissão da Verdade do Estado de SP e da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de São Paulo
Ana Flavia Marx – Barão de Itararé SP
Maria Alice Vieira – Historiadora
Mariza Muniz – CUT

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

J Stélio Carvalho

20 de janeiro de 2016 às 09h56

Responder

Alcinda Steindorff

19 de janeiro de 2016 às 22h31

Demagogo ridículo e fanfarrão.

Responder

walker botelho

19 de janeiro de 2016 às 16h17

Engraçado! A mesma atitude, reprovável por alguns é a mesma realizada pelo PT, Rui Falcão, Instituto Mula e tudo mais.
Não adianta o sujo falar do mal lavado.

Responder

LUIZ

19 de janeiro de 2016 às 15h40

Aécio é como a barragem da Samarco. Se abrir a trinca, vai sair lama para tudo que é lado. Espero ainda em vida, assistir o fim desse embuste chamado Aécio. Esse cara é uma farsa e só consegue enganar os idiotas midiotisados ou realmente os canalhas que o seguem. A história vai colocá-lo em seu devido lugar, como está colocando FHC, Serra, Alckimim, Gilmar Mendes, Joaquim Barbosa, Sérgio Moro, Mendonça Filho, Roberto Freire e outras figuras que os livros de história não irão perdoar.

Responder

Luiz Henrique

19 de janeiro de 2016 às 15h46

Cara de drogado.

Responder

Haroldo Henrique Da Costa Lima

19 de janeiro de 2016 às 14h24

Parece que futuramente teremos essa situação: os mais velhos contando histórias da nossa época…

Responder

Paulo Fernandes

19 de janeiro de 2016 às 14h22

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk com ele junto

Responder

Marta Verônica Bernardo

19 de janeiro de 2016 às 13h22

Deixe de deboche cidadão

Responder

Oswaldoa Almeida

19 de janeiro de 2016 às 13h18

Esse é um verdadeiro Medíocre
Falso moralista.

Responder

Maria Lucia

19 de janeiro de 2016 às 11h28

Playboy medíocre … Volta pro Leblon !!!

#ADemocraciaExigeMais

Responder

Ronaldo Junior

19 de janeiro de 2016 às 11h13

Se esse cara fosse presidente colocaria o cachorro na cadeira presidencial.

Responder

Ronaldo Junior

19 de janeiro de 2016 às 11h13

Se esse cara fosse presidente colocaria o cachorro na cadeira presidencial.

Responder

    Petralha Zuero

    19 de janeiro de 2016 às 12h28

    E não tenho dúvidas que cachorro seria mais competente.

    Responder

    Fatima Paris

    19 de janeiro de 2016 às 16h01

    Também acho – se esse elemento for presidente vou preferir o cachorro. Não será hipócrita como esse aí.

    Responder

Fernando Loureiro

19 de janeiro de 2016 às 11h10

Eu nunca fiquei horrorizado com os sucessivos casos de corrupção desvendados no País. Nó máximo pasmo com a revelação do Senhor Pedro Barusco que não soube identificar a origem de grande parte dos depósitos feitos em sua conta na Suíça.
Tenho claro que a corrupção é filha legitima do capitalismo, irmã do consumismo e prima do neoliberalismo.
As mentes convenientemente moralistas, comprometidas em desestabilizar um Governo eleito democraticamente pela maioria da população, se aproveitaram a rodo.
Agora o bom senso volta à cena. O golpe foi desinflado e o Brasil começa a dar-se conta que a politica do “quanto pior, melhor” vai levar-nos a todos para o fundo do abismo.

Responder

Fernando Loureiro

19 de janeiro de 2016 às 11h10

Eu nunca fiquei horrorizado com os sucessivos casos de corrupção desvendados no País. Nó máximo pasmo com a revelação do Senhor Pedro Barusco que não soube identificar a origem de grande parte dos depósitos feitos em sua conta na Suíça.
Tenho claro que a corrupção é filha legitima do capitalismo, irmã do consumismo e prima do neoliberalismo.
As mentes convenientemente moralistas, comprometidas em desestabilizar um Governo eleito democraticamente pela maioria da população, se aproveitaram a rodo.
Agora o bom senso volta à cena. O golpe foi desinflado e o Brasil começa a dar-se conta que a politica do “quanto pior, melhor” vai levar-nos a todos para o fundo do abismo.

Responder

Deixe um comentário