Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Incêndio destruiu documentos da Brasif dois dias antes da eleição presidencial

Por Redação

27 de fevereiro de 2016 : 05h05

por Renato Rovai, na Revista Fórum

A Brasif, empresa que está envolvida tanto no caso do triplex da família Marinho quanto na contratação para não trabalhar de Miriam Dutra, jornalista da Globo que manteve por seis anos caso extra-conjungal com Fernando Henrique Cardoso, teve todos os seus documentos, desde a fundação da empresa até setembro de 2014, destruídos num incêndio ocorrido no dia 3 de outubro. Exatamente na sexta-feira anterior ao primeiro turno da eleição presidencial que ocorreu no dia 5.

O comunicado do incêndio foi publicado em diversos veículos, mas pode ser acessado  no site do jusbrasil. Segundo informa a empresa, o incêndio ocorreu no depósito da Memovip Guarda de Documentos Ltda, que fica em Contagem, Minas Gerais.

Segundo a nota publicada da Brasif, não sobrou nada para contar a sua história. Todos os documentos fiscais e trabalhistas viraram pó. Entre eles, certamente estavam o contrato de trabalho de Miriam Dutra, os da concessão para operar os Dutty Free de aeroportos durante o governo Fernando Henrique Cardoso e, claro, os que tratavam do helicóptero e do triplex em Paraty da família Marinho.

Enquanto esta nota está sendo publicada, a redação da Fórum está em busca de mais informações sobre o caso.

Se quiser entender um pouco mais da história que envolve a Brasi, dê uma olhada neste link.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Vitor

28 de fevereiro de 2016 às 09h55

Besteira. Foi apenas um presente da Brasif, q queria agradar um ex-presidente. Super normal…

Responder

Felix

27 de fevereiro de 2016 às 22h59

Caraca meu.
Uma rede “duty free” brasileira que vende produtos importados…
qua qua qua qua……. a cara da excelência do empresariado tuc.

Responder

Anônimo

27 de fevereiro de 2016 às 22h12

Aconteceu o mesmo em Cláudio-MG… após a divulgação do “aécioporto”

Responder

Messias Franca de Macedo

27 de fevereiro de 2016 às 20h54

[NITROGLICERINA PASTA PURA!]

O DCM APRESENTA SEU NOVO DOCUMENTÁRIO: A LISTA DE FURNAS

(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-dcm-apresenta-seu-novo-documentario-a-lista-de-furnas/

e aqui

https://www.youtube.com/watch?v=13AS0HJDmWE

Responder

Pietro

27 de fevereiro de 2016 às 18h39

Esperar o que de uma elite que depois de usar e abusar do trabalho escravo para enriquecer deu sumiço nos arquivos da escravidão?

Responder

renato

27 de fevereiro de 2016 às 18h32

E a Rose Noronha? Onde está? Como vive? Quem paga seus advogados caros?

Responder

João Lopes

27 de fevereiro de 2016 às 15h44

Curiosamente também pegou fogo junto às eleições documentos referentes a um dos aeroportos dos familiares do excelente senador Aécio da Cunha Neves

Responder

Hell Back

27 de fevereiro de 2016 às 15h30

Acidente? Quais as chances disso acontecer? Alguém aí com conhecimentos de Estatística poderia calcular?

Responder

marco

27 de fevereiro de 2016 às 13h31

Isso é irrelevante, pois toda movimentação financeira deixa uma lastro, só basta procurar.

Responder

    dinarte

    27 de fevereiro de 2016 às 23h15

    Se com toda documentação arquivada a P F ,MP,etc. não encontra nada contra os Tucanos( me engana que eu gosto) ,imagina se irão encontrar alguma coisa em arquivos que foram destruídos em um incêndio – nem com todos os rastros possíveis que possam existir.

    Responder

Enio

27 de fevereiro de 2016 às 13h26

A elite criminosa tem MEEEEDO do povo brasileiro com Lula 2018. Tem MEEEEDO das urnas. #LulaEuConfio

Responder

Deixe um comentário