O Cafezinho

sexta-feira

29

abril 2016

0

COMENTÁRIOS

Brasileiros e Brasileiras em Montreal realizam Cirandas pela Democracia no dia 1 de maio

Escrito por , Postado em Comunicados, Virada contra o golpe

Foto: David Giral Photography

Nesse domingo, 1º de maio, dia do Trabalhador, brasileiros e brasileiras residentes em Montreal se reunirão na Place des Arts a partir das 16h para protestar contra o golpe de estado em andamento no Brasil que está sendo vendido pela oposição como impeachment da presidenta Dilma Rousseff. A manifestação é o segundo ato organizado pelo Coletivo Brasil Montreal para denunciar o golpe à comunidade internacional. Nessa segunda edição, os manifestantes farão um ato cultural com a realização de Cirandas pela Democracia, que se iniciará com uma Ciranda de Mulheres contra o golpe e em apoio a presidenta Rousseff.

Coletivo Brasil Montreal – Com mais de 100 membros, o Coletivo Brasil Montreal tem como objetivo promover encontros, reuniões, debates para que a luta pela democracia continue dentro e fora do país. A primeira manifestação organizada pelo grupo foi no dia 31/3 e reuniu cerca de 70 pessoas na frente do Consulado Brasileiro em Montreal. Uma comissão entregou uma carta à vice cônsul Larissa Lacombe. Na carta, o grupo deixou clara sua indignação pela tentativa de golpe em curso no Brasil e se solidarizou com o povo brasileiro que enfrenta uma grave crise política.

O grupo se reuniu novamente, no dia 17/4, em vigília para acompanhar a votação do impeachment feita pela Câmara dos Deputados. Com o resultado desastroso, o Coletivo intensificou suas ações a fim de sensibilizar a opinião pública no Canadá. Nesse momento que a mídia internacional está acordando para o golpe que ameaça nosso país, estamos fazendo a nossa parte na defesa da democracia no Brasil.

O Coletivo Brasil Montreal é a favor das investigações e ao combate à corrupção, mas repudia a quebra de legalidade constitucional e pede que todos sejam julgados igualmente, sem a seletividade partidária que está sendo feita. O coletivo se posiciona a favor do direito “à livre filiação partidária, sem que se seja perseguido por essa razão”, defende também o direito de “ser de esquerda, de direita, de centro ou de ser filiado a qualquer corrente política que não estimule o ódio e a violência”, e sobretudo o direito à democracia. Um regime democrático é essencial para que as discussões sobre política possam acontecer. “Que tempos são esses em que se é necessário defender o óbvio?”.

Serviço

  • Manifestação contra o golpe de estado no Brasil
  • Dia: domingo, 1º/5
  • Local: Place des Arts. Em frente ao Musée d’art contemporain de Montreal, Rue sainte-Cathrine, em frente ao Complexe Desjardins.

sexta-feira

29

abril 2016

0

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *