Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Após descobrir que os 100 maiores captadores da Rouanet são tucanos, Moro manda parar investigação

Por Miguel do Rosário

04 de junho de 2016 : 11h54

Moro barra ofensiva da PF sobre os 100 maiores da Lei Rouanet

No Estadão

O juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, mandou anular nesta sexta-feira, 3, o pedido da Polícia Federal ao Ministério de Transparência e Gestão para levantar os 100 maiores receptadores/captadores de recursos via Lei Rouanet, divulgado pelo Estado nesta manhã.

O magistrado apontou em sua decisão que a apuração “se pertinente”, deve ser feita em um inquérito à parte na Lava Jato e com “objeto definido” para evitar tumultuar a investigação. Ainda de acordo com Moro, a solicitação precisa antes de uma autorização judicial dada por ele. O ofício encaminhado na segunda-feira, 30, ao Ministério foi repassado diretamente pelo delegado Eduardo Mauat, da força-tarefa da Lava Jato.

A Lei Rouanet foi criada no governo Fernando Collor (PTC/AL), em 1991.

A legislação permite a captação de recursos para projetos culturais por meio de incentivos fiscais para as empresas e pessoas físicas. Na prática, a Lei Rouanet permite, por exemplo, que uma empresa privada direcione parte do dinheiro que iria recolher gastar com impostos para financiar propostas aprovadas pelo Ministério da Cultura para receber recursos.

O delegado da PF pede ao Ministério da Transparência que detalhe os valores recebidos pelos 100 maiores beneficiários naquele período discriminando a origem (Fundo Nacional de Cultura ou Fundos de Investimento Cultural e Artístico), os pareceristas responsáveis por aprovar a liberação de verbas e também se houve prestação de contas dos projetos aprovados.

O pedido do delegado da Lava Jato foi feito no inquérito principal da operação, aberto em 2013 para investigar quatro grupos de doleiros e que acabou revelando um megaesquema de corrupção na Petrobrás e em outras estatais e áreas do governo federal envolvendo as maiores empreiteiras do País. Na solicitação, o delegado não informa quais as suspeitas estão sendo apuradas ou mesmo qual a linha de investigação que possa envolver iniciativas que captaram recursos via Lei Rouanet.

O Ministério da Cultura informou que não foi procurado pela PF.

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

19 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Imara Reis

30 de junho de 2016 às 20h12

E quem são os cem?

Responder

Veira

05 de junho de 2016 às 16h50

Devo ser muito burro, mas não entendi o que o Moro tem a ver com esse pedido da PF. Por que ele cancelou isso? O pedido foi feito para ele? Tem que passar por ele?

Responder

Guimarães Roberto

05 de junho de 2016 às 08h47

Se a PF tem mesmo que obedecer o árbitro de Curitiba, como fica a tão falada independência? Pelo que entendi, a PF não pode investigar nada por conta própria e depois apresentar à justiça. Mas é bem feito para a PF. Quem mandou se juntar com os golpistas. Agora fica de mãos atadas. Enquanto isso os traficantes de drogas, armas e dinheiro vão eliminando as provas contra seus envolvimentos.

Responder

Sidnei Oliveira

05 de junho de 2016 às 08h02

Os capachos revoltados,onde estão?Vão bater panela capachada!

Responder

Claudia Lucia Alves de Santana

05 de junho de 2016 às 04h24

Um Juiz do STF deve ter conduta ilibada para cumprir a constituição! Bem o contrário do
Gilmar Mendes que é um malfeitor togado! Deixo aqui um link http://www.ocachete.org/2016/05/dalmo-dallari-um-visionario.html que mostra os comentários do Jurista e Professor da USP Dalmo Dallari. Ele já sabia que o Gilmar Mendes não poderia ser um ministro do STF. Gilmar Mendes não tinha a conduta ilibada para ocupar o cargo…. É horripilante saber que a justiça do Brasil está entregue a um cara como o Gilmar Mendes. Um Gilmar Mendes na casa suprema, O STF. Quando o Ministro Gilmar Mendes foi nomeado pelo FHC/PSDB. Essa nomeação era para poder dar golpe em um futuro próximo, e foi isso que fizeram de fato. Por isso Fora Temer! Fora Gilmar Mendes! Fora Moro!(este aqui, garoto propaganda da Rede Esgoto, Ganhador do Prêmio Propina Salarial e Supressor da Justiça destinada aos Poderosos da Globo/PSDB/PMDB).
“É assim que se degradam as instituições e se corrompem os fundamentos da ordem constitucional democrática.” -( Dalmo Dallari)

Responder

Ben Alvez

04 de junho de 2016 às 21h45

Não esqueça que Sérgio Moro recebe propina da Globo pra isso mesmo.

O suborno vem em forma de prêmios e joão roberto marinho diz: “faz diferença se você nos obedecer”.

O prêmio-propina do Instituto Innovare, pertencente às Organizações Globo, é pra essas coisas.

Responder

Marivane

04 de junho de 2016 às 19h28

queremos transparência Lei Rouanet

Responder

Octavio Filho

04 de junho de 2016 às 17h39

Para quem estava investigando as doações de pessoas físicas da ordem de R$ 40,00 feitas ao PSOL, enquanto o PSDB recebeu milhões e nem teve que justificar um centavo, investigar as doações da lei Rounet e parar quando encontra simpatizantes do PSDB, não me impressiona mais. Eles pararam para não dar na ´pinta, pois teriam que procurar um artista simpatizante do PT para acusá-lo de receber o incentivo como propina.

Responder

CIANOTON_PACE

04 de junho de 2016 às 16h27

O Inquisidor-Mor do Santo Ofício, Sérgio “Golpe a Jato” Moro, mais uma vez aparece do lado errado da decência. Esse fascista vaza para a IstoÉ, Veja, Folha e Globo o que interessa ao seu partido e barra iniciativas de investigação ampla e séria. Bastou a Globo e o amigo do Aécio figurarem como maiores captadores de recursos da Lei Rouanet para que a lista sumisse. Por sorte, há na PF algum “bom vazador”. Isto mostra que o Moro não é unanimidade, restando a ele apenas a simpatia dos analfabetos políticos e mal-intencionados.

Responder

    Ben Alvez

    04 de junho de 2016 às 21h47

    Esse Moro sempre esteve do lado da indecência, desde o Banestado.

    Destituído de inteligência e de caráter, essa foi a forma que ele achou de subir na vida.

    Responder

Caravaggio

04 de junho de 2016 às 15h11

Com o Moro na primeira instância e o Gilmar Mendes na última, o PSDB não precisa mais de ninguém, nem de voto.

Responder

Jota Pereira

04 de junho de 2016 às 14h26

Não Moro, assim você dá muito na vista. Parou com a delação do Léo Pinheiro da OAS, porque ele não incriminou Lula. Agora, depois de constatar que os maiores beneficiários da lei Rouanet são da turma do PSDB, Globo… etc., você perde o interesse e impede que continuem a investigação. Vamos ver agora com o Marcelo Odebrechet, como você irá se comportar. O Gilmar já nem se preocupa mais de mostrar a todos a qual partido pertence, e você?

Responder

Anelise Pinto

04 de junho de 2016 às 13h50

Primeiramente, fora Temer. “Segundamente”,só rindo mesmo.

Responder

Lair Amaro

04 de junho de 2016 às 13h49

Poxa, achei o seu título um pouquinho apelativo.

Responder

    Octavio Filho

    04 de junho de 2016 às 17h34

    Desculpe, mas quem está apelando é o Moro. Haja apelação.

    Responder

      Lair Amaro

      04 de junho de 2016 às 17h41

      Acontece que o texto do Estadão não fornece condições para se afirmar que o juiz viu a lista antes de suspender a investigação.

      Responder

Aurélio, e não orelha!

04 de junho de 2016 às 14h47

A FARSA A JATO, primeiro acusa depois, muito depois ela talvez, a midia golpista é quem sabe traga alguma pseudo!

Responder

Aurélio, e não orelha!

04 de junho de 2016 às 14h43

SERÁ QUE AINDA TEM ALGUEM OU ALGUM PARTIDO DE ESQUERDA QUE NÃO PERCEBA QUE ESSA “lava a jato” É NA VERDADE UMA FARSA!!!!
A FARSA A JATO FOI CRIADA PARA DERRUBAR O GOVERNO DILMA! destruir mais de 10 anos de uma GESTÃO PROGRESSITA ( não é dona DILMA?)
Se o golpe se firmar, a esquerda brasileira já era!

Responder

Deixe um comentário