Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

O “Jênio” Michel Temer provoca o Estado Islâmico a poucos dias antes das olimpíadas. Vai ter ataque de volta?

Por Tadeu Porto

22 de julho de 2016 : 14h55

Por Tadeu Porto (@tadeuporto), colunista do Cafezinho

O ministro da justiça interino anunciou, ontem, uma operação da polícia federal – nomeada hashtag – que desmontou um grupo de terroristas que poderia atuar no Brasil como um braço do grupo extremista Estado Islâmico.

Apesar de aparecer triunfante numa coletiva, a interpretação do ministério da justiça foi questionada pelo juiz federal Marcos Josegrei, responsável pelas prisões, que destacou o fato de que os suspeitos não podem ser considerados, ainda, terroristas. Caso estranho, bem comentado a pouco pelo colunista Bajonas Teixeira, aqui mesmo no Cafezinho.

O Brasil tem pouquíssima tradição com ataques terroristas e, mesmo assim, o governo Temer prende um grupo de  “amadores porraloucas” – segundo palavras do ministro da defesa Raul Jungmann – arrastando a discussão sobre o terrorismo mundial para dentro do território nacional. Oras, não me parece muito inteligente, há pouco menos de três semanas das olimpíadas, provocar um grupo fundamentalista dessa maneira.

Vale ressaltar que, na tragedia de Orlando, por uma ínfima ligação do assassino com o Islã o Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque. Portanto, é natural supor que o EI não só deseja utilizar a violência extrema como vingança como também busca, cada vez mais, audiência e marketing para os seus feitos.

Comentei, há pouco mais de um mês, que aquele post “caça terrorista” da ABIN era a canalhice do governo usurpador disfarçada de ignorância, uma vez que fica clara as intenções dos interinos de utilizar a lei antiterrorismo para perseguir brasileiros e brasileiras.

E a escalada da pilantragem disfarçada de estupidez de Temer continua, agora querendo demonstrar ao país que o ministro da justiça, ex-advogado do PCC, está a pleno vapor na caça ao terror nacional.

Todavia, essa nova bizarrice que Temer aprontou não gera apenas uma piadinha de internet que rende memes e noticias do sensacionalista, mas dá ênfase a uma facção terrorista vingativa, violenta e que adora marketing num momento que o Brasil ganha destaque mundial pelas olimpíadas no Rio de Janeiro, uma das cidades mais famosas do mundo.

Fica, portanto, o questionamento: se o EI quiser se aproveitar da audiência que ganhou da operação midiática (pra variar) da polícia federal, com destaque nos principais países da Terra, para fazer valer verdadeiros ataques profissionais? Ou seja, se efetivamente o terror do EI bater na porta do Brasil, aproveitando a publicidade inicial que o governo golpista o proporcionou, qual parcela de culpa essa bagunça encabeçada pelo ex-secretário de segurança de São Paulo terá?

Pra mim a resposta é tão clara quanto a música “a velha a fiar”, do curta-metragem dirigido por Humberto Mauro, que aprendi a amar e cantar na seriado infantil Rá-Ti-Bum: estava o Estado Islâmico em seu lugar, veio o Temer lhe fazer mal.

Sendo assim, se amanhã ou depois, no Maracanã ou na Barra, na final da Ginástica Rítmica ou do Vôlei Feminino, se o Brasil sofrer um atentado terrorista a lambança que esse governo conservador proporcionou nessa operação policial infantil e infame terá um peso significativo como causa desse ataque. Isto é, Temer, por pura vontade de fazer uma caça as bruxas da resistência ao golpe, brinca com fogo sem ter experiência alguma com pirotecnia.

Queira o destino, então, que a máxima da Inês Brasil não seja um lei universal, afinal, “se me atacá, vou atacá” valer como um todo, podemos esperar uma retaliação de uma agrupamento violento e extremista que pode ser considerado um dos mais perigosos da história recente da humanidade.

 

Tadeu Porto é diretor do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (SindipetroNF)

Tadeu Porto

Colunista do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

35 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marivane

24 de julho de 2016 às 21h58

FOI A PRIMEIRA COISA QUE PENSEI, ESTA BRINCADEIRA PODE DAR ERRADO!

Responder

Biana

24 de julho de 2016 às 12h44

Já dizia Cazuza:
“transformam o país inteiro num puteiro, pois assim se ganha mais dinheiro”

Responder

lidiomar cerqueira

24 de julho de 2016 às 09h10

Eu vi várias vezes na imprensa, que ele foi advogado do PCC, o Temer já disse que sabe como lidar com bandidos, não acham que eles estão querendo unir o PCC e o EI? kkkkkkkkkkk

Responder

    Biana

    24 de julho de 2016 às 12h42

    Por mais estranho que pareça, o EI não é bem uma facção criminosa em busca de lucro, eles têm uma causa. São extremistas, seu fanatismo os move a tomar atitudes extremas. Isso fica evidente quando vemos ataques suicidas e sem a ocorrência de furtos.

    Responder

      boronov

      24 de julho de 2016 às 23h21

      PITACO DO BORÔ: TIPO TORCIDAS ORGANIZADAS? SERIA UMA BOA IDÉIA ENCARCERAR OS TORCEDORES VIOLENTOS E SANGUINARIOS NA LEI DO TERRORISMO. AINDA DÁ TEMPO DO CARECA E DO MORDOMO SE REDIMIREM DESSE VEXAME.OU QUASE!!!

      Responder

Rachel

23 de julho de 2016 às 17h31

Acho que a intenção é a de provocar mesmo. Assim teriam todos os motivos para fazer o que falta: declarar toque de recolher, proibir manifestações, declarar habeas corpus coisa nula, enfim , já vimos este filme. Rio Centro, secretária da OAB….Bem que podias me dar tua opinião Tadeu. Agradeceria.

Responder

Lincoln Sousa

23 de julho de 2016 às 13h22

A título de informação… O “Estado Islâmico” não tem nada a ver com o Islã. Eles são um grupo “bandeira falsa” (false flag) criado pela CIA e pelo Mossad. A maioria dos seus membros são “ex” militares americanos e israelenses, que se passa por muçulmanos (sem convencer ninguém que realmente conhece o assunto). Seus objetivos principais são: atacar e ocupar, principalmente, países árabes (e controlar o fluxo de petróleo e outros recursos naturais); desestabilizar governos contrários aos interesses americanos e israelenses; e fazer com que as pessoas tenham medo de árabes e muçulmanos (quando “reivindicam” ataques a países ocidentais), fomentando a Islamofobia. ISIS já matou centenas de milhares de árabes no Oriente Médio. Acreditar que eles “lutam” pelo Islã (ou pelos árabes) é um absurdo. O “Estado Islâmico” é tão islâmico quanto o McDonalds ou Baseball. O mesmo se aplica a outros grupos terroristas, como a Al quaeda.

Responder

    woubli

    30 de julho de 2016 às 14h50

    O Estado Islamico foi criado pela CIA? seus membros sao ex-militares americanos??????
    Olha que coisa incrível……entao quer dizer que eles nao sao ex-Sadam? Nao sao, em sua maioria, pessoal que trabalhou com Sadam Hussein? hmmmmmm………incrível.

    Responder

Lincoln Sousa

23 de julho de 2016 às 13h21

A título de informação, já que eu
não duvido que esse governo golpista tente tirar vantagem daquele ataque
trágico em Nice para, daqui a pouco, decretar um Estado de Exceção no Brasil
durante as Olimpíadas e, assim, completar o Golpe de 2016… O “Estado
Islâmico” não tem nada a ver com o Islã. Eles são um grupo “bandeira falsa”
(false flag) criado pela CIA e pelo Mossad. A maioria dos seus membros são “ex”
militares americanos e israelenses, que se passa por muçulmanos (sem convencer
ninguém que realmente conhece o assunto). Seus objetivos principais são: atacar
e ocupar, principalmente, países árabes (e controlar o fluxo de petróleo e
outros recursos naturais); desestabilizar governos contrários aos interesses
americanos e israelenses; e fazer com que as pessoas tenham medo de árabes e
muçulmanos (quando “reivindicam” ataques a países ocidentais),
fomentando a Islamofobia. ISIS já matou centenas de milhares de árabes no
Oriente Médio. Acreditar que eles “lutam” pelo Islã (ou pelos árabes) é um
absurdo. O “Estado Islâmico” é tão islâmico quanto o McDonalds ou Baseball. O
mesmo se aplica a outros grupos terroristas, como a Al quaeda.

Responder

Maria Aparecida Lacerda Jubé

23 de julho de 2016 às 13h11

Só rezo a DEUS para que, o povo brasileiro não sofra mais uma desgraça, provocada por essa desgraça que já estamos sofrendo. Essa necessidade de transformar tudo em um grande espetáculo policialesco/midiático é a marca registrada dos golpistas.

Responder

Celso Junqueira

23 de julho de 2016 às 13h01

Este país virou uma zona mesmo. Um puteiro. Ministros interinos envolvidos em corrupção. O presidente interino idem. Ministro da Justiça que advogou para o PCC!! Puta que o pariu!!

Responder

Messias Franca de Macedo

23 de julho de 2016 às 10h45

… Estamos ou não na “Republiqueta das FRAUDES do ‘CU(nha)’ do Mundo”?!

E, por favor, nunca mais nada de contar piadas de português nem tampouco tripudiar dos produtos paraguaios!

E durante os jogos olímpicos Rio 2016, faixas nos aeroportos, nas ruas e nos locais das competições:

‘Welcome to the ass of the world’ [Bem-vindo(a) ao CU do mundo]
‘Welcome to hell’ [Bem-vindo(a) ao Inferno’]

Responder

Val51mabar

23 de julho de 2016 às 10h16

Nao seria exatamente esse o objetivo do interino golpista? Ele deve estar convidando o E. I. a dar o proximo passo para que o povo brasileiro se una em torno do “seu governo” para defender a pátria amada e gentil.

Essa tática procede diretamente da “Cartilha do Pentagono”, como aconteceu com o governo George W. Bush, que a utilizou logo apos aos ataques em Pearl Harbor (1942) e Nova Iorque (2001).

Suspeita-se inclusive que em ambos os casos ja se sabia que os ataques aconteceriam mas foram deixados acontecer justamente para haver a desculpa de atacar “o agressor”. No caso presente, atacar ao Iraque que nada tinha a ver com o caso mas tinha petróleo do qual os Estados Unidos estavam imensamente precisados.

A primeira reação do povo dos Estados Unidos em relação aos ataques foi aglomerar-se em torno dos presidentes, que tem o titulo de Comandante em Chefe das Forcas Armadas, e fazer tudo o que seu comandante mandar, como foi o que foi feito no acreditar no monte de mentiras espalhadas contra o Iraque, mentiras inclusive repercutidas no plenário da ONU que autorizou a invasão, justamente como o “sapo” queria.

Um ataque do E. I. ao Brasil seria, talvez, a salvação dos violadores da Constituição Brasileira que passariam de simples conspiradores a heróis nacionais, na imaginação de muitos. E com isso sufocariam a resistência.

Responder

maria nadiê Rodrigues

23 de julho de 2016 às 08h29

Até aqueles comentaristas do Jornal da Cultura, temistas até a medula, saíram-se ontem com uma metralhadora contra as ações do ministro da justiça e de Jungman. Os representantes do Governo nesse episódio deixaram uma marca de irresponsabilidade no trato com o assunto sério, e perigoso.
Se os rapazes são mesmo o que disse o ministro, como sem vínculos de organização, amadores, etc., então pra que prendê-los? Uma série de falas já foram suficientes para deixar esses homens de Temer desmoralizados perante o mundo.
Eu diria a esses imbecis que se realmente tivermos que vivenciar no Brasil algum ato terrorista, não será essa Inteligência brasileira a impedir. Lembrando que um lobo solitário, apenas um, faz a festa do EI como aconteceu em NICE. Sequer se preocupou em incomodar a passeata festiva em Paris naquele dia 14 de julho. Deixou o dia passar, o povo se sentir seguro, e resolveu atacar numa cidade praina cheia de turista quando ninguém sequer sonhava.
Um lobo solitário, ou qualquer organização desse EI já sabe que com uma faca faz acontecer. Pode acontecer dentro de um estádio, de um metrô, pode acontecer no RJ, ou pode acontecer numa cidade distante. O importante pra esses terroristas é dizer, em primeiro plano, que deseja matar, e se possível muitos ao mesmo tempo; depois, que ninguém ouse se acomodar, porque é preciso ter medo; muito medo.

Responder

    Rachel

    23 de julho de 2016 às 17h26

    Pode sim, mas pode também ser encomendado parta fazer a parte que falta no golpe: estado de sítio. Duvidam? Eu não. Acho que é preciso denunciar, gritar bem alto. E aviso aos navegantes: sou contra luta armada. Se nos monitoram já sabem…Mas direitos e garantias individuais são para todos, para todos.

    Responder

    boronov

    24 de julho de 2016 às 23h25

    PITACO DO BORÔ: E O PIOR DE TUDO, MARIA, É QUE ELES NÃO TÊM AMOR NEM Á PRÓPRIA VIDA.

    Responder

Rodrigo

23 de julho de 2016 às 06h58

Me desculpem, mas este Kojak me lembra pessoas da era medieval. Nao e’ racismo ou preconceito, e’ assim que vejo este governo morando ha mais de 25 anos em Pais civilizado. Quase toda nossa direita, looks tao atrasada para nos de fora,

Responder

    lidiomar cerqueira

    24 de julho de 2016 às 09h08

    Rodrigo, mas o Mordomo e o Drácula não tem que estar juntos?

    Responder

Dalva Viana

22 de julho de 2016 às 23h15

Realmente o Estado Islâmico perto do Temeroso é cafezinho pq Temer sim, é homem bomba, só não é lobo solitário pois está cheio de aliados, ou cumplices

Responder

carlos

22 de julho de 2016 às 20h05

Não se preocupem!! O governo desinterino teve uma brilhante idéia para que o Estado Islâmico não ataque o Brasil durante os jogos: mudou o nome do país para Honduras do Sul…

Responder

Mordaz

22 de julho de 2016 às 18h53

“A poucos dias antes das olimpíadas”, por favor. Sem verbo “haver” e sem atentados à língua portuguesa.

Responder

    Tadeu Porto

    22 de julho de 2016 às 19h37

    Obrigado cara! Já corrigi! :)

    Responder

Eduardo Albuquerque

22 de julho de 2016 às 18h42

Creio que o Temer e o circo que comanda estão instalando um ambiente de apavoramento para impor controles sobre quem pensa diferente, uma continuidade do que já faz a PF, MPF, PGR, Lava Jato. Terror é roubar votos e fazer isso em nome de algum deus, familia, etc.

Responder

    boronov

    24 de julho de 2016 às 23h29

    PITACO DO BORÔ: A PF E O MP JÁ GOZARAM DE PRESTIGIO E CONFIANÇA DOS CIDADÃOS EM NÍVEIS DE PAÍSES DESENVOLVIDOS. AGORA, COM ESSA BUSCA PELOS HOLOFOTES E PARTICIPAÇÃO ATIVA NO GOLPE, ESTÃO COM A CREDIBILIDADE MAIS BAIXA QUE CU DE COBRA. PRECISAM REAGIR.

    Responder

João Luiz Brandão Costa

22 de julho de 2016 às 18h11

Alguma dúvida de que, caso ocorra algum atentado, o establishment, mídia, justiça, políticos conservadores, enfim, os de sempre, hesitarão em atribuir a culpa ao inimigos do ocidente cristão guardião da cultura ocidental, cujo chefe de fila inconteste inconteste nesse país é o Sr. Luiz Inácio da Silva e seus seguidores e amigos esquerdistas ateus. Afinal quem abriu os relacionamentos do Brasil com os árabes?

Responder

    Dalva Viana

    22 de julho de 2016 às 23h05

    Vc é idiota mesmo ou força para parecer

    Responder

      João Luiz Brandão Costa

      23 de julho de 2016 às 17h29

      Dona obtusa, vá ao dicionário e procure a palavra sarcasmo.

      Responder

      João Luiz Brandão Costa

      23 de julho de 2016 às 17h43

      Rachel, acho que vc. e a Dalva não pegaram (Êpa!) o sentido da coisa. Até porquê, Cara achando que é terrorista, no Brasil, das duas, uma: ou é doido, ou esqueceu que o carnaval acabou. Fora Temer!!!!…

      Responder

    Rachel

    23 de julho de 2016 às 17h28

    Cara tu é lesado. Corre pro Dr. ( alienista)

    Responder

Helton Santana

22 de julho de 2016 às 16h57

Concordo, foi uma estupidez. Agora com essa ação, estamos inaugurando tempos de terrorismo no Brasil, de dentro e de fora…

Responder

    André Crasoves

    22 de julho de 2016 às 17h45

    O verdadeiro terrorismo virá logo após as olimpíadas, mediante as prisões, torturas e sumiços de trabalhadores e estudantes, como nos “velhos tempos”. O general saudosista já está a postos e toda a estrutura de opressão montada para as ações do verdadeiro terrorismo no território brasileiro: o terrorismo de estado à moda de 64.

    Responder

      renato andretti

      22 de julho de 2016 às 18h40

      É A MAIS PURA VERDADE..
      O PAIS ESTA JUDICIALIZADO
      SÃO OS ADVOGADOS DO PCC.
      O EXECUTIVO JÁ FOI TOMADO
      O LEGISLATIVO TAMBEM.
      ESTAMOS TODOS REFENS DO
      TERRORISMO, DA MILICIA TEMER.
      E DE QUATRO, ESPERANDO A ENRABADA..

      Responder

      Dalva Viana

      22 de julho de 2016 às 23h08

      Concordo com vc André, daí para pior

      Responder

      Rachel

      23 de julho de 2016 às 17h30

      Eles estão loucos atrás de um motivo para o estado de sítio. Porque não tem como segurar a peteca junto à população , só tocando a repressão .

      Responder

Deixe um comentário