Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

Barroso endeusa o regime de exceção

Por Miguel do Rosário

01 de abril de 2017 : 06h19

(Foto: Carlos Humberto / STF )

O iluminista do Projac, o príncipe do regime de exceção, Luis Roberto Barroso, participou de um seminário recente no Superior Tribunal de Justiça (STJ), que foi monitorado pelo Jota, site especializado em notícias do STF.

Foi um espetáculo grotesco de leviandades, clichês, senso comum, etc, mas sobretudo de mistificação e glorificação do regime de exceção.

Ele defende que “prisão em segunda instância” poderá “mudar patamar ético do país”. Ou seja, uma medida que pode levar centenas de milhares de brasileiros à cadeia, em processos totalmente alheios a corrupção, é a melhor solução para nossos problemas, segundo Barroso.

Espanta, sobretudo, pretender que se pode “mudar patamar ético do país” com aumento de prisão, com repressão penal. Ao invés de melhorar a distribuição de renda, aumentar a diversidade da informação, para que o debate político se enriqueça, o iluminismo, para Barroso, deve ser atingido construindo novas bastilhas, não derrubando as existentes.

Ao falar sobre a Ação Penal 470, uma verdadeira farsa, ele apela descaradamente ao populismo penal. Como não tinha provas de quase nada, os argumentos para condenar se concentravam exclusivamente no fato de se estar prendendo, pela primeira vez, políticos e empresários. Após anos transcorridos, Barroso insiste nessa balela.

Para Barroso, a democracia moderna não é aquela que dá garantias ao cidadão, para que jamais seja perseguido, e que preza, acima de tudo, um processo justo, com penas sempre moderadas e brandas, e sim aquela que prende “políticos e empresários”…

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

67 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Vinicius Pires

04 de abril de 2017 às 06h53

Filho de puta!!!!!

Responder

Jorge D. F. Martinez

03 de abril de 2017 às 14h05

Lixo gosta de lixo

Responder

Miriam Almeida

03 de abril de 2017 às 03h48

Sinônimo de Decepção.

Responder

valéria Moura

02 de abril de 2017 às 20h24

Ministro, O STF é vergonha nacional. Deveria fechar . Na verdade qual a função do STF, além de colaborar com o golpe.

Responder

Edem

02 de abril de 2017 às 13h44

Eu concordo com a prisão em segunda instância. Não resolve os problemas do país. Mas o julgamento no Segundo grau é suficiente para que se faça justiça. A constituição garante apenas o duplo grau de jurisdição. Recursos especiais e extraordinários como o próprio nome já identifica não devem ser regra.

Responder

Anônimo

02 de abril de 2017 às 09h48

Apenas lendo a matérianão dá para eu concordar com as conclusões do Jota. A matéria esta cheia de afirmações isoladas de contexto e cheia de conclusões simplificadas. A matéria condena definitivamente alguém que, para mim, já mostrou, em outras ocasiões, que pode ser vir a ser alguém que busca um caminho um pouco diferente da viciada e classista ideologia do STF . Além disso, a matéria esta cheia de “meias verdades”, como a de que ao defender as prisões em 2ª instância, o Barroso está se posicionando a favor da repressão penal em oposição à busca da justiça social na solução geral dos problemas! Tem muito mais erros, mas não é aqui que vamos destrinchar o que está por trás de uma matéria tão radicalmente queimativa e definitiva contra o que me parece, o menos fascista e mais progressista dos membros daquele saco-de-gato que é o STF. Grande abraço.”

Responder

    Miguel

    02 de abril de 2017 às 18h43

    Não me baseio somente nos tweets do Jota, evidentemente.

    Responder

José Gomes Andrade Junior

02 de abril de 2017 às 02h58

Golpista!

Responder

Geraldo de Margela Fernandes

01 de abril de 2017 às 23h28

O judiciário, filho da casa grande, desvela-se no terraço enxarcado de um direito manejado por representantes de uma classe social superior, subordinada a lógica ferrenha do capital financeiro, e a determinações dos senhores do agronegócio e seus capitães do mato. O Ministra Barroso, que um dia parecia um douto do direito, guardião da Constituição, ver-se, rasteja, submetido a uma visão de mundo sustentada pela revista Veja e pela TV Globo. Uma pena. Essa conduta nos faz lembrar da altivez e saberes jurídicos de grandes juristas que passaram pelo STF, como os Ministros Evandro Lins e Silv!a e Victor Nunes Leal.

Responder

Paulo Neves

01 de abril de 2017 às 21h24

Já me livrei dos livros do sujeito.

Responder

Trazibulo Meireles (Zibinho)

01 de abril de 2017 às 21h17

Barroso um serviçal do capitalismo, ex-advogado da Globo, dentro do STFossa onde o símbolo maior da desmoralização é Gilmar Mendes. Vergonha, Brasil, dessa Corte monárquica difarçada de justiça.

Responder

Simone Dos Santos

02 de abril de 2017 às 00h08

Outro bandido do judiciário

Responder

Luiz

01 de abril de 2017 às 18h51

Se o Poder Judiciário foi aparelhado pelo PT então porque a Lava Jato, o Mensalão e o próprio impeachment não foram interrompidos pelo STF? Que 9 Ministros foram colocados pela administração petista, é obrigação constitucional do Presidente da República nomear Ministros para o STF, não existe possibilidade constitucional de ser diferente. Quanto ao fato de todos serem advogados, a Constituição é clara em determinar que a condição é “notório saber jurídico”, não existe nenhuma exigência de que fossem juízes. E o fato de ter sido nomeado pelo PT, ou por quem quer que seja, não coloca ninguém acima da crítica, pelo contrário, quem ocupa cargos dessa importância é que deve ser avaliado com mais rigor. Se os petistas criticam quem foi nomeado por petistas, é bom sinal, convidaria os tucanos a fazerem o mesmo com Gilmar Mendez e Alexandre de Morais.

Responder

José Leal

01 de abril de 2017 às 20h09

Mas,o que é isso ?

Responder

marco

01 de abril de 2017 às 16h33

Senhor Ministro Barroso.Para o senhor,que é tão CIOSO da elevação moral de nossos padrões éticos,se quiser de fato,colaborar com o BRASIL,já pensou em SUICIDAR-SE? Pois eu acho que ficaríamos todos nós,mais ÉTICOS.E o senhor repousaria nas lembranças cidadãs,com muito carinho!

Responder

Maria Cecilia Ferrarez Bouzada

01 de abril de 2017 às 17h55

Só não se aplica nele mesmo, claro. …

Responder

Ondina Gomes Nunes

01 de abril de 2017 às 17h49

Acha que a única saída para o Brasil e o povo reagir começar a caçar políticos ,Ministros e Juízes e devemos começar pela família deles na casa deles ,não falo em fazer maldade mas perseguir e não dar paz onde eles forem .Mostra que somos muitos e que não vamos aceitar a Ditadura outra vez,

Responder

Sartorello

01 de abril de 2017 às 14h38

31 de março de 2017
Hoje, 31 de março de 2017, WikiLeaks libera o Vault 7 “Marble ” – 676 ??arquivos de código-fonte para a CIA secreta anti-forense Marble Framework. O Marble é usado para impedir que investigadores forenses e empresas anti-vírus atribuam vírus, trojans e ataques de hackers à CIA.

Marble faz isso escondendo (“obscurecendo”) fragmentos de texto usados ??em malware CIA de inspeção visual. Este é o equivalente digital de uma ferramenta específca da CIA para colocar capas sobre o texto em inglês em sistemas de armas produzidos pelos Estados Unidos antes de entregá-los a insurgentes secretamente apoiados pela CIA.

Marble faz parte da abordagem anti-forense da CIA e da Biblioteca Central do código malicioso da CIA. É “[D] esigned permitir flexível e fácil de usar ofuscação” como “algoritmos de ofuscação de seqüência de caracteres (especialmente aqueles que são únicos) são freqüentemente usados ??para vincular malware a um desenvolvedor específico ou loja de desenvolvimento.

O código-fonte de Mármore também inclui um deobfuscador para inverter a ofuscação de texto da CIA. Combinado com as técnicas reveladas de ofuscação, surge um padrão ou assinatura que pode auxiliar os investigadores forenses a atribuir ataques e vírus anteriores à CIA. Mármore estava em uso na CIA durante 2016. Ele atingiu 1,0 em 2015.

O código-fonte mostra que Marble tem exemplos de teste não apenas em inglês, mas também em chinês, russo, coreano, árabe e persa. Isso permitiria um duplo jogo de atribuição forense, por exemplo, fingindo que a linguagem falada do criador de malware não era inglês americano, mas chinês, mas depois mostrando tentativas de esconder o uso do chinês, atraindo investigadores forenses ainda mais fortemente para a conclusão errada , —, mas existem outras possibilidades, como ocultar falsas mensagens de erro.

O Marble Framework é usado apenas para ofuscação e não contém vulnerabilidades ou explorações por si só.

Responder

Cyz Souza

01 de abril de 2017 às 17h35

De que adianta, uma justiça severa só para os inimigos e branda aos amigos, regida pelos interesses de salários e regalias?

Responder

Edilza Pereira Sousa Alcântara

01 de abril de 2017 às 17h13

Responder

Auxiliadora Machado

01 de abril de 2017 às 16h28

Confesso que esse no início me enganou. Fui na onda da atuação dele como advogado em alguns processos e criei uma espectativa que foi totalmente frustrada. Suspeito que a água servida no STF contenha o microorganismo do autoritarismo, da seletividade, do golpismo.

Responder

    ari

    01 de abril de 2017 às 21h02

    Leonardo Boff diz que se alguém fica mais de 3 anos convivendo com a cúria romana termina sendo infectado por algum tipo de bacilo. O STF deve ser algo parecido

    Responder

Wilson Pagano

01 de abril de 2017 às 16h13

É outro filho de mãe solteira e como filho de mãe solteira é corno logo ele é um FDP.

Responder

Nelson Quintanilha

01 de abril de 2017 às 13h10

Desculpe-me os leitores, mas… estamos fudidos!
Que país é esse!

Responder

Ana Clara Alves

01 de abril de 2017 às 15h59

Os brasileiros ainda faziam chacota do Paraguai. Que vergonhoso!!!

Responder

Kyryno Euzebio

01 de abril de 2017 às 15h47

Lei contra abuso de poder nesses pilantras.

Responder

Antenor Nicolau

01 de abril de 2017 às 15h38

Outro canalha para a fogueira.

Responder

C.Poivre

01 de abril de 2017 às 12h28

O Estado Policial Ditatorial em vigência com os aplausos de Barroso, um falso democrata:

PM de Alckmin prende com violência Presidente do DCE da FATEC:

http://www.une.org.br/noticias/presidente-do-dce-da-fatec-e-preso-em-atentado-contra-o-movimento-estudantil/

Responder

Mandarim

01 de abril de 2017 às 12h27

Olha o velho viado ai de novo.
Querendo mais uma linguicada no butico, Lucim?

Responder

Adma

01 de abril de 2017 às 12h23

Você fala merda porque é burro e não faz ideia do que está falando.

Responder

Honesto Franco

01 de abril de 2017 às 15h04

Está na hora de TERCEIRIZAR o STF… Ficaria mais barato… Contrato válido por 04 anos… Podendo ser renovado por igual período…Se tiver BAIXO DESEMPENHO, DEMITE e contrata outro…

Responder

    Vilaça

    01 de abril de 2017 às 18h13

    Já pensou que “eleições” é terceirização?
    Delega a terceiros (povo) a incumbência de eleger seus governantes por tempo determinado. Vencido o tempo, o processo se repete.Se foi bom continua por mais 4 anos.
    Por quê não ser assim com a elite politica e o judiciário?

    Responder

Casemiro Silva

01 de abril de 2017 às 15h03

O ato da garotada do Levante Popular na porta da Globo foi a primeira reação expressiva e de verdade ao golpe de Estado. Foram onde se deve ir. Enquanto isso, infelizmente, o “Farra Temer” dos covardes que não fazem a luta contra o golpe numa aliança de rendição aos golpistas daquelas velhas correntes conhecidas do psol botava mais uma vez o bloco na rua. Muita batucada, discursos brochantes de líderes sem carisma, cartazes coloridos de um monte de insatisfação junta mas sem a direção certa. Quando a turma ajudava a desviar o foco das atenções desfilando contra o “boi de piranha” da quadrilha, o mesmo sancionava a lei pra ferrar de vez a vida da classe trabalhadora, num 31 de março que entrou pra história como uma das maiores porradas no lombo do povo brasileiro.Que o dia de ontem sirva de lição e que essa garotada possa ensinar como é que se luta de verdade contra um GOLPE DE ESTADO de tamanho monstruoso e intensidade jamais antes vista. Já passou da hora de cair pra cima dos verdadeiros comandantes dessa f..daputagem contra o nosso país. Sufocar na Globo, plantar na porta do curral do Moro, cercar o STF, infernizar de vez Brasília.

Responder

Honesto Franco

01 de abril de 2017 às 15h00

Está na hora de TERCEIRIZAR o STF… Ficaria mais barato… Contrato válido por 04 anos… Se tiver BAIXO DESEMPENHO, DEMITE e contrata outro…

Responder

cunha e silva

01 de abril de 2017 às 11h53

Na verdade é um cara Global , que está iluminando o próprio bolso . Vindo de onde ele vem , não era de se esperar outra coisa . Daquele tribunal não escapa um , são todos iluminados .

Responder

Vânia Bittencourt

01 de abril de 2017 às 14h45

Fora golpistas! O judiciário, enfim, mostra o que sempre foi, autoritário e golpista!

Responder

Marilene Leite O Silva

01 de abril de 2017 às 14h36

ESTES CARAS IRÃO PAGAR CARO.O FEITIÇO SEMPRE VIRA CONTRA O FEITICEIRO!

Responder

Leandro Anselmo Neto

01 de abril de 2017 às 14h36

Cala a sua boca pois você só sabe falar merda.

Responder

Omar Luz

01 de abril de 2017 às 10h48

Cheerleader do golpe!

Responder

José Carlos

01 de abril de 2017 às 10h47

… esse cara é um cretino, cheio das mesuras, será que ele engana alguém. Eh! precisamos seguir o exemplo dos vizinhos, tão desmoralizados por nós, tocar fogo nessa merda toda…

Responder

Glauco Silva

01 de abril de 2017 às 13h32

Seria uma analogia dizer que o Barroso falou Merda?!

Responder

Joel Araujo

01 de abril de 2017 às 13h22

Vamos imitar o Paraguai, urgente!

Responder

Anônimo

01 de abril de 2017 às 10h19

É apreciável comentários que enriqueçam nosso conhecimento, seja pelo conteúdo , seja pela opinião e até mesmo pelo espírito de debate, desde que mantidas as normas civilizatórias em que o respeito e a consideração às idéias sejam praticados. Lamentável, aqueles que aqui vêm, alguns poucos ainda se utilizem da grosseria para desqualificar um participante. Bom será lermos e analisar o que deva responder, caso não se sinta capaz, decline a outro tal tarefa. O espaço aqui deve ser valorizado; visto que não se dispõe deste em outros meios; notadamente, nos meios encabrestados. O ministro ECO não se sente no dever de fazer Justiça, pensa ele estar Acima da Lei, tal qual fazem os GM, os AM etc. O STF que deveria representar a Cobertura do Edifício da Legalidade e Democracia, tornou-se o Solo Irregular para a feitura do Alicerce Ético e Moral. Quando uma instituição perde seu Significado e Razão de existir, faz -se Urgente que se Encerre suas Atividades para que preventivamente, não venhamos ter mais problemas de confiança na ordem jurídica. O supremo é um castelo de cartas que tem desmoronado sucessivamente e reconstruído atabalhoadamente, o que nos incita a acreditar na sua Inútil Existência e consequentemente encerrar-se numa autofagia. Creio que isto já vem acontecendo em razão do excesso de orgulho, vaidade e egoísmo. O rei está morto, viva o Rei Povo Brasileiro.

Responder

    Anônimo

    01 de abril de 2017 às 13h42

    Sou forçado a reconhecer que nas condições que nos encontrávamos e ainda é assim, usar a legalidade do republicanismo para aprovar o primeiro da lista indicado pelos seus pares, pois foi respeitando a lista e sua ordenação que o Pt assim agiu , que caiu-se no engodo da normalidade das instituições que decidiriam pela democracia e respeito à Constituição Brasileira. Tal não se deu, não pelo que o PT fez, mas sim porque aqueles que ocupam caríssimos cargos no judiciário não são merecedores de lá estarem, nem mesmo para usarem uma vassoura. Foi uma falha do Pt e das grandes, daí o resultado e as consequências escabrosas e calamitosas. Política é como guerra, não se confia no inimigo ou no adversário. Aliás, essa gente do direito tem se mostrado avessa ao que seja verdadeiramente, DIREITO , o único e legítimo, o do povo.

    Responder

Jonas Ferreiro

01 de abril de 2017 às 13h16

É um bosta… cagao

Responder

vitor f

01 de abril de 2017 às 10h07

O nome diz tudo ! Barroso

Responder

Mario Neto

01 de abril de 2017 às 12h34

Ratazanas asquerosas

Responder

Mandarim

01 de abril de 2017 às 09h33

Barroso e o pior tipo de canalha.
O covarde.

Responder

Thiago Silva

01 de abril de 2017 às 12h10

Lixooo

Responder

Wagner Casagrande

01 de abril de 2017 às 12h09

Esse é um canastrão.

Responder

Marco Stipp

01 de abril de 2017 às 12h06

Reclamar para quem? Esse STF foi majoritariamente colocado lá pelo “republicanismo” do PT. O golpista Temer, macaco velho, na primeira oportunidade q teve botou um soldado seu lá, assim como havia feito o FHC .
Agora sentem e chorem.

Responder

    Hannibal de Sousa

    02 de abril de 2017 às 01h16

    Concordo.

    Responder

    Regina Georg Paiva

    02 de abril de 2017 às 19h01

    Oração do Pobre de Direita
    Em nome do meu ódio ao PT, eu entrego meus direitos trabalhistas…
    Em nome do meu ódio ao PT, eu aceito trabalhar até morrer…
    Em nome do meu ódio ao PT, eu me calo diante da precarização da educação e da saúde…
    Em nome do meu ódio ao PT, eu me cego frente à corrupção que se blindou…
    Em nome do meu ódio ao PT, eu vou apoiar empresários na comemoração deles por terem o país de volta…
    Em nome do meu ódio ao PT, eu viverei um presente de humilhações, um futuro de incertezas e um passado de idiotices…
    Em nome do meu ódio ao PT, serei capataz e, portanto, capacho…
    Em nome do meu ódio ao PT, eu permanecerei inerte, mesmo que me tirem tudo…
    Em nome do meu ódio ao PT, porque será a única coisa que me restará…
    Amém.

    Responder

Àlvares de Souza

01 de abril de 2017 às 08h50

Canalha, canalha, canalha

Responder

Mario Luiz

01 de abril de 2017 às 11h30

Inimigos do Brasil…

Responder

Wake up

01 de abril de 2017 às 08h17

A hipocrisia do judiciario encarcerador(alheio,pq pra quem carrega a imunidade e muito comodo )so eleva os gastos do pais dissolvendo as persperctivas de crescimento com a recessao sem precedentes e assim vamos despencando no ranking econonico com o empobrecimento de um pais deficitario favorecendo nossos vizinhos e demais paises de vanguarda que a passos largos caminham nos deixando pra tras com a destrutiva politica neoliberal entreguista.precisamos de uma mentalidade focada no progresso e dividir a culpabilidade com quem nada faz em beneficio mas se comporta como estrangeiros sulgando tudos os ativos da nacao.

Responder

Carlos Pereira

01 de abril de 2017 às 11h07

Filho da puta!!

Responder

Graça Melo

01 de abril de 2017 às 10h31

É outro que está a caça de “luzes em mim”, a preço bizarro!

Responder

Helio paes

01 de abril de 2017 às 07h09

O stf adota uma postura autoritária que viola a constituição

Responder

Gustavo Gonzatti

01 de abril de 2017 às 10h07

Cadeia funciona sim amiguinho

Responder

Helio Paes

01 de abril de 2017 às 10h01

O judiciário brasileiro é o redponsável pelo retrocesso institucioanal do pa?s

Responder

mz

01 de abril de 2017 às 06h58

Parece que este sujeito mudou muito de opinião, lembro-me da posição dele no voto na AP470, vamos mudar a jurisprudência neste caso? Se o justiçamento é avanço civilizatório para ele, é voltarmos na idade média, pessoas sendo condenadas sem provas concretas, só ilações de uma camarilha envolvida no partidarismo político. Se apelo midiático for avanço civilizatório, voltamos à época da Roma antiga.
A da Lei do Abuso de Autoridade também pode mudar o patamar ético do país, uma reforma do judiciário onde juízes corruptos não sejam premiados com aposentadorias integrais, o controle externo do judiciário. Não vamos esquecer das prescrições dos processos contra os corruptos tradicionais. Ufanismo para um judiciário corrupto não elevará nosso patamar. o que estamos assistindo é uma destruição da economia, com desemprego em larga escala, mais pobreza, mais insegurança social, menos educação, menos segurança alimentar, maior radicalismo social. Com os ladrões sendo soltos para a busca doentia de criminalizar um partido político a qualquer custo. Vade retrum Satanas.

Responder

    Helio paes

    01 de abril de 2017 às 07h12

    Infelizmente a criminização da pol?tica ? uma realidade no Brasil de hoje e tem natureza antidemocråtica e autoritåria.

    Responder

Paulomaia Maia

01 de abril de 2017 às 09h41

Coincidência com a Côrte Suprema da Venezuela, unida ao Executivo, em desprezo ao legislativo que no Brasil se vende com jantares recheados com um cardápio de imoralidades, cuja sobremesa se sustenta o Executivo.

Responder

Helio

01 de abril de 2017 às 06h28

O poder judiciário é responsåvel pelon retrocesso pol?tico do pa?s

Responder

Sandro Valeriano

01 de abril de 2017 às 09h23

Só os indicados pelo governo de coalisão que apoiamos, lamento, só lamento….

Responder

Toni Machado

01 de abril de 2017 às 09h22

STF Velho, Retrógrado e Ultrapassado… Quase Todos Filhos ou Netos da Ditadura !!!
Precisamos URGENTE de Uma Mudança Radical ou Não vamos Evoluir NUNCA !!!

Responder

Deixe um comentário