Coletiva de Rodrigo Maia (ao vivo) sobre medidas contra a crise

Cármen, e não Maia, é o nome da Globo para a presidência

Por Tadeu Porto

11 de julho de 2017 : 17h15

Ministra Cármen Lúcia conta história, e Pedro Bial ri (Foto: TV Globo)

Por Tadeu Porto

Me recuso a acreditar que a Rede Globo seja tão estúpida a ponto de se apoiar, mesmo que extemporaneamente, em uma pessoa tão medíocre quanto Rodrigo Maia.

Por isso, olho com muita desconfiança todo o movimento de Brasília, apesar de suspeitar que, desde o caso Caleiro, Rodrigo Maia se une a Moreira Franco para trair Michel Temer e seu lado Eduardo Cunha.

Desconfio pois Maia é um nome extremamente frágil, tanto por seu baixo capital político popular – nunca teve votação expressiva – quanto pela sua ligação com o ministro angorá que, basicamente, sofre dos mesmos problemas do presidente ilegítimo.

Mas não podemos escrever baseados só em suspeição, assim, há de se observar fatos que demonstram que Maia é, apenas, um boi de piranha que não vai conseguir chegar nem a metade do Rio. E aqui, sempre posso “copio e colo” o modus operandi de meu guru Luis Nassif e seu Xadrez de conjuntura política:

Peça 1: A ação que proíbe réu na linha sucessória da Presidência da República

O STF está em fase avançada em uma ação que impede que réus participem da linha sucessória da presidência da República. O placar já está praticamente definido, oito votos a favor de impedir que réus virem presidente e, basicamente, só precisa do posicionamento de Gilmar Mendes, que pediu vistas do processo, para definir o caso.

Peça 2: A delação da Odebrecht que envolve Rodrigo Maia e Eunício Oliveira

E para Eunício e Maia virarem Réu não é muito difícil: ambos foram citados na delação do Odebrecht, já homologada por Fachin, e só precisa que a PGR finalize um inquérito e que esse seja aceito pelo STF para que ambos se tornem réus.

Peça 3: A delação (forçada) de Eduardo Cunha

Aceitar a delação da Odebrecht por si só, por mais que seja “normal” neste Estado de Exceção que vivemos no país, precisaria de uma bomba midiática para ter ainda mais força na opinião pública. Bomba essa que, diga- se de passagem, já está sendo construída com a ajuda da PGR e sua fábrica de delações políticas que se adequam com a ocasião temporal.

Não é à toa, portanto, que Eduardo Cunha já tenha apontado uma delação que implique, justamente, Rodrigo e Eunício.

Vale ressaltar, ainda, que a Capa da Veja desta semana, discreta como um começo de desconstrução, já mostra a que vem a mídia contra Maia: Cunha irá pegá-lo em uma eventual delação.

E aqui temos uma disputa que se tornou comum nos últimos meses: a Globo não poupou críticas a Maia, enquanto a Folha contemporizou com o deputado carioca, mesmo não poupando o seu Sogro, Moreira Franco (assim como no áudio da JBS, Folha não acompanhou o massacre global).
De todo jeito, Rodrigo não goza do verniz protetor que tanto ajudou Temer no começo de sua usurpação – como aquela entrevista “como você conheceu a Marcela” (que Michel sabiamente chamou de propaganda do governo) – já colocaram as garras de fora pra cima do Botafogo.

Maia, como um aborto político, já é descartado antes mesmo de tomar posse.

Peça 4: O Golpe é jurídico-midiático

Maia é fruto do poder legislativo que, convenhamos, é uma das vítimas do excesso de forças que o judiciário utiliza na conjuntura política atual. O poder que se lambuzou no Golpe e, certamente, é o grande “pai” da ruptura institucional é o judiciário representado por Sérgio Moro e a covardia do STF, além do Ministério Público de Rodrigo Janot e Daltan Dallagnol.

Não é difícil se considerar que o grand finale do Golpe contempla um judiciário podendo abraçar o executivo (e nessa nossa coalizão maluca o próprio legislativo) para propor políticas públicas que possam servir aos interesses internacionais com mais respaldo popular.

Peça final: A Globo vem trabalhando Cármen como antítese a Dilma

Cármen Lúcia ganhou o prêmio “faz a diferença” da Globo ninguém sabe o porquê. Recentemente, esteve com Pedro Bial para mostrar seu lado simples e humano, que acredita no Brasil, e se aproximar do povo. Além disso, Lúcia começou a assumir uma postura mais liberal no que diz respeito a luta das mulheres, condenando o manterrupting de maneira exitosa e a violência contra a mulher de maneira desastrosa (errou a mão, pois não sabe mesmo o que está fazendo). É essencial que o novo presidente ou presidenta apresente um perfil liberal “fake“, que justifique os ataques neoliberais com algumas migalhas socais (um perfil como Macron, por exemplo).

Além disso, Cármen esteve reunida, mais de uma vez, com o “PIB” brasileiro – o famoso mercado que manda e desmanda no país – e, entre eles estava quem (tchã, tchã, tchã, tchã…): Carlos Schroder, diretor-geral da Rede Globo.

Ou seja, basta que Gilmar saia de cima de uma ação do STF e Fachin aceite uma denúncia contra Maia/Eunício para que Cármen Lúcia seja a próxima da linha sucessória, tudo interna corporis STF. Aliado ao massacre que os presidentes da casa vão sofrer com a delação de Cunha e as marionetes que o mercado vai movimentar no legislativo, a parceria jurídico-midiática , finalmente, poderá vencer a batalha do Golpe 2016.

Por isso, a queda de Temer ou Maia pode ser, perversamente, ainda pior para o país. Não podemos jamais perder de vista que as diretas já aliada a um plano popular é a única saída que temos. E tal ação passa, necessariamente, por diminuir o poder da Rede Globo e lutar contra o Estado de Exceção.

 

Tadeu Porto

Colunista do Cafezinho e diretor da Federação Única dos Petroleiros e do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

59 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

C.Poivre

12 de julho de 2017 às 12h31

Só discordo do termo “Estado de Exceção”. Precisamos por os pingos nos i, pois estamos vivendo já sob uma DITADURA MIDIÁTICO-JUDICIAL que move as pedras no tabuleiro de xadrez do jeito que quer. A DITADURA GOLPISTA não está pra chegar, ela já está vigente desde o momento em que a Câmara dos Horrores aceitou, de forma ilegal, o pedido de impedimento da Presidenta constitucionalmente eleita Dilma Rousseff que não cometeu qualquer irregularidade e, claro, muito menos crimes.

Responder

Beba Monteiro

12 de julho de 2017 às 13h24

O povo não quer saber de presidente biônico, de FHC, Jereissati, Rodrigo Maia, Carmen Lúcia, Henrique Meireles ou qualquer outra figura golpista para continuar as maldades do Temer de entreguismo, privataria e destruição dos direitos sociais. O povo ocupa as ruas de todo opaís por diretas já. Portanto, não adianta botar emenda no soneto do golpe, porque até as pedras da rua sabem que só um governo legitimado pelo voto popular devolverá a democracia e encerrará a crise política no país. Afinal, porque tanto pavor de eleição direta? Lula faz tanto medo assim, que golpista não possa suportar uma eleição??Fora Temer!!Fora Maia! Diretas Já!!

Responder

    luiz

    12 de julho de 2017 às 12h59

    isso!!!!!!!!

    Responder

Carlos Lima

12 de julho de 2017 às 10h23

A justiça esta assim, igual a pinto no lixo.

Responder

Cunha e Silva

12 de julho de 2017 às 08h15

E todos nós sabemos porque , Rodrigo Maia não tem condições de espécie alguma de aprovar a reforma da previdência social . Agora com Carmen Lúcia eles acham que ela tem credibilidade e honorabilidade para isso . Depois ela não servirá para mais nada.

Responder

Maria Aparecida Sacconi Ferreira

12 de julho de 2017 às 09h00

bruxa excomungada

Responder

Mário Barros

11 de julho de 2017 às 23h13

Merda de país. Cínicos dementes rasgam a CLT, acabam com direitos dos trabalhadores e ninguém faz NADA. Estou cansado desta BOSTA. Rede globo manda e desmanda, tira e põe, faz e acontece. Mas que MERDA.

Responder

    Anônimo

    12 de julho de 2017 às 00h55

    Concordo com vc Mário.

    Responder

Carlos Alberto Mitter

12 de julho de 2017 às 02h01

Vai tomar no cu! Essa bruaca hipócrita?

Responder

Caio

11 de julho de 2017 às 23h01

Quanta bobagem!!!

Responder

HOCUS POCUS

11 de julho de 2017 às 22h43

BENTO CARNEIRO ( NEM PRECISA MAQUIAR) É CAPACHO DO GILMAR.
SE CONSEGUIR EMPLACAR ESSA ,A GLOBOSTA COMPLETA O TIME.

Responder

Antonio Silva

11 de julho de 2017 às 22h12

,Nunca me animei nem acreditei em respostas favoráveis com as passeatas e protestos na Paulista(MASP) nem na Candelária ou na Cinelândia… E sempre me indago :
Porque não se organizam protestos (com interdições ao tráfego) em frende a sede da Globo no RJ e em várias afiliadas espalhadas pelo Brasil ?
Por que não se protesta contra os que realmente coordenam todo este conluio golpista anti-povo ?
Se houvessem protestos contundentes nas portas desta maldita organização, aos menos desmoralizariam (ou envergonhariam) os bate pau (rolas bostas) que fazem biscates naquela organização maviosa .

Responder

Heitor

11 de julho de 2017 às 22h11

Justificaria quase todas suas declarações e seus atos.

O que queremos são DIRETAS JÁ!

Não precisamos de uma marionete, sem voto, para realizar as ambições do mercado.

Responder

El Bartho

11 de julho de 2017 às 21h35

Será que a globo está querendo usar a “presidentO” para controlar o botafogo?

Responder

LUIZ TAVE

11 de julho de 2017 às 21h27

CARMEN E` O CARAIO , ELA NAO TA` DANDO CONTA DE 10 ELEMENTOS DO STF , VAI DA` CONTA DE 150 MILHOES DE HABITANTES ? SAI FORA GLOBO DIABOLICA ! DIRETAS JA`

Responder

    Heitor

    11 de julho de 2017 às 22h13

    Por isso é que a Globo precisa ser hostilizada nas ruas.
    Suas reportagens devem ser sempre interrompidas por gritos de “golpistas” “assassina da CLT” “a verdasde é dura…”
    Não deveríamos deixá-la em paz nas ruas.

    Responder

LC Neves

12 de julho de 2017 às 00h25

Essa……globo, e algum partido?

Responder

Bruno Cesar

12 de julho de 2017 às 00h04

Tiazona vampira reaça??? Tá loco.. nem de graça, esses sangue-sugas do STF com faixa verde/amarelo no ombro. De capa preta, já são pesadelo suficiente

Responder

Robson Segovia Chrysostomo

11 de julho de 2017 às 23h34

Pais com o povo abestslhado.

Responder

Daniel Dantes

11 de julho de 2017 às 20h09

No Pais onde moro, ministros da high court nunca aparecem em televisao. Obrigado Deus eu nao moro nesta latrina ha mais de 30 anos.

Responder

Jaqueline Borborema

11 de julho de 2017 às 23h04

Nem pensar

Responder

Lobo

11 de julho de 2017 às 19h37

Não concordo! Verdade, Maia é medíocre, mas para manipulação um medíocre é muito melhor do que personalidade forte, inteligente e competente. Honestidade não vem ao caso. Agora, por que um membro do STF, em nosso caso ainda mais, presidente da instituição, vai desejar de trocar lugar mais confortável e protegido do país, com um salario e benefícios invejáveis? Ora, trocar para pior! Muito pior. Duvido…

Responder

    jossimar

    11 de julho de 2017 às 20h42

    Se for por nível de mediocridade a carmem lúcia ganha de lavada.
    Jamais na vida vi mediocridade e incompetência de tal tamanho.
    Não tenho a menor dúvida que esta mulher sem voto na presidência é o pior dos mundos para o brasil. ainda mais tendo a globo por trás.

    Responder

Reginaldo Gomes

11 de julho de 2017 às 19h32

Walking dead!!!!
Tirar o presidente drácula e colocar em seu lugar outro ser imortal vindo da transilvânia que possui caninos pontudos assemelhados a cateter que sugam a energia vital das pessoas!!!
Essa mulher é mais parecida com um drácula que o próprio temer.
Acredito que numa disputa para espantar 10 crianças ele vence o temer por uns 7 a 3.

Responder

robertoAP

11 de julho de 2017 às 19h17

Na foto de merchandising para a releitura da série de TV , FAMÍLIA MONSTRO, temos à esquerda Herman Monstro e à direita Mortícia.

Responder

Lúcia Glicério Mendonça

11 de julho de 2017 às 22h17

Sempre achei!

Responder

Israel Just da Rocha Pita

11 de julho de 2017 às 19h13

Esta direitona está no mato sem cachorro. Não tem ninguem com o perfio de um estadista para dirigir a casa de Noca. Isto é tipico de golpe sem quartel. Nunca vai dar certo. O brasil vai continuar agonizando ate as eleições de 2018.

Responder

    Vinícius Vitoi

    11 de julho de 2017 às 20h22

    quem disse que haverá eleições em 2018?

    Responder

Valber Luiz

11 de julho de 2017 às 22h06

essa ai e uma França

Responder

Jose Horacio Pritz

11 de julho de 2017 às 18h58

E o FHC com tudo isso? Vai mudar de ideia novamente?

Responder

Inez Gomes

11 de julho de 2017 às 21h55

A bandidagem não larga o osso. Vergonha Nacional!

Responder

Maju Gomes

11 de julho de 2017 às 21h45

CREDO

Responder

José X.

11 de julho de 2017 às 18h45

Cármen Lúcia ganhou o prêmio “faz a diferença” da Globo ninguém sabe o porquê.

isso!

Responder

Cristiana Dantas

11 de julho de 2017 às 21h41

Coitada, vai ser a próxima vítima… besta ela se acha que vai durar no cargo.

Responder

Maria Alécia Freitas

11 de julho de 2017 às 21h40

Que horror….

Responder

Simone Ambrósio

11 de julho de 2017 às 21h37

Precisam de uma pelega juramentada, logo, Carmen.

Responder

Luciano De Castro Lamego

11 de julho de 2017 às 21h36

O Botafogo é o atalho.

Responder

Antonio Walter Pacheco Pacheco

11 de julho de 2017 às 21h27

É uma criança.

Responder

Carlos José Pimenta Franco

11 de julho de 2017 às 21h23

Sinistro. Só isso, sinistro.

Responder

Darlene Leme Ichimaru

11 de julho de 2017 às 20h57

Responder

Darlene Leme Ichimaru

11 de julho de 2017 às 20h57

Responder

Darlene Leme Ichimaru

11 de julho de 2017 às 20h54

Responder

Darlene Leme Ichimaru

11 de julho de 2017 às 20h54

Responder

Darlene Leme Ichimaru

11 de julho de 2017 às 20h54

Responder

Eliane Luiza Cardoso

11 de julho de 2017 às 20h52

O dó, kkkk golpe em cima de golpe

Responder

Vilma Borges Wiese

11 de julho de 2017 às 20h48

Essa bruxa e uma desgraçada mesmo!

Responder

Jacilene Carvalho

11 de julho de 2017 às 20h44

deus nos livre dessa peste

Responder

Elton Campos

11 de julho de 2017 às 20h41

Vagabunda ordinária fdp

Responder

Hugo Freitas

11 de julho de 2017 às 20h40

Aí tem Jacutinga! A Globo tem tanto poder que, em caso de excessões com o que estamos vivendo pode, sim , por eleições indiretas, eleger até um cabo de guarda-chuva.

Responder

Mateus Estevão Orban

11 de julho de 2017 às 20h32

Carmen Lucia vai esperar Rodrigo Maia derrubar Temer para logo antes torna-lo réu no STF? Se ele e o Eunicio forem reus, quem assume é a Carmen.

Responder

    Guilherme Cardim

    12 de julho de 2017 às 08h12

    Em tese tem que ter eleições pelo parlamento. Ela pode ser candidata como Gilmar também.

    Responder

Jayme Sobrinho

11 de julho de 2017 às 20h30

Credo.

Responder

Vania Lot

11 de julho de 2017 às 20h29

Responder

Vania Lot

11 de julho de 2017 às 20h29

Responder

Vania Lot

11 de julho de 2017 às 20h29

Responder

Vania Lot

11 de julho de 2017 às 20h29

Responder

Catarina Aversa

11 de julho de 2017 às 20h25

é mai ou menos como novela das seis sem ibope

Responder

Ana Smolka

11 de julho de 2017 às 20h25

#DiretasJá

Responder

Ana Paula

11 de julho de 2017 às 20h24

Responder

Deixe uma resposta