Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

BOL104 -EL ALTO (BOLIVIA),08 /10/2014.- El presidente de Bolivia, Evo Morales (c), participa hoy, miércoles 8 de octubre de 2014, en un evento de campaña en el Alto (Bolivia). Morales afirmó hoy que en las elecciones generales del domingo dará "un mazazo al imperio, al neoliberalismo, a los 'vendepatrias' y los separatistas", durante el discurso de cierre de su campaña electoral. EFE/Martin Alipaz BOLIVIA ELECCIONES BOLIVIA ELECCIONES

Evo Morales é líder na corrida presidencial na Bolívia, 20 pontos na frente do segundo lugar

Por Tulio Ribeiro

14 de outubro de 2017 : 01h36

(Crédito imagem: la tercera)

O presidente da Bolívia Juan Evo Morales Ayama estaria reeleito num cenário que disputasse o cargo máximo do país. Em pesquisa realizada pela ¨Captura Consulting¨o mandatário teria 37% dos votos, impondo uma frente de 20 pontos ao segundo lugar , o ex-presidente Carlos Masa.

A pesquisa foi feita no mês de setembro e agora divulgada, abrangeu homens e mulheres nas principais cidades do país. Foi abordado também em caso de não participação de Evo, neste cenário seu vice ,o acadêmico Álvaro Garcia Linera, teria 18% e seria seguido do governador de Santa Cruz Rubén Costa, com 14%.

Para poder se candidatar em 2019, há necessidade de alterar alguns artigos na atual constituição. O partido governista ¨Movimento Al Socialismo¨(MAS) impetrou junto ao Tribunal Constitucional Plurinacional (TCP)solicitação pela ilegalidade destes limitadores de reeleição. A resposta deve sair em 90 dias posterior a 1 de outubro.

Em 2015 , Evo Morales foi apontado como melhor presidente da História da Bolívia pela Captura
Consulting com 51,6% das respostas, superando Simón Bolívar com 16,5% e Carlos mesa com 6 %. A popularidade deve reforçar a possibilidade de mais um mandato para o atual presidente.

Fonte

Correo del orinoco

Captura Consulting

Tulio Ribeiro

Túlio Ribeiro é graduado em Ciências econômicas pela UFBA,pós graduado em História Contemporânea pela IUPERJ,Mestre em História Social pela USS-RJ e doutorando em ¨Ciências para Desarrollo Estrategico¨ pela UBV de Caracas -Venezuela

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jose Carlos Souza

15 de outubro de 2017 às 19h07

O COCALEIRO TEM DINHEIRO PARA SER REELEITO COMO O PT FACÇÃO NO BRASIL .

Responder

augustoa

15 de outubro de 2017 às 11h13

Tulio, leitores, preciso encontrar estatisticas sociais e economicas sobre a Bolivia. Mesmo que somente do tipo ”censo” que tem no Brasil. Atualizadas e quem sabe comparativas.
Nao tenho nada sobre isso.

Responder

    Mário Santos

    02 de novembro de 2017 às 10h17

    Apesar da crise no preço das commodities, o governo boliviano conseguiu manter o ritmo e foi cuidadoso para não desperdiçar o dinheiro que entrou após a nacionalização do gás e do petróleo em 2006.

    O crescimento ocorrido nos governos do presidente Evo Morales, que está no poder há mais de 10 anos, tem sido chamado de “milagre econômico boliviano”.

    A estabilidade social contribuiu para o crescimento econômico.

    Entre 2001 e 2005, a Bolívia teve cinco presidentes e um clima de alta polarização e conflito. O início do mandato de Evo também teve momentos complicados, como o processo constituinte e a oposição política se entrincheirando nas regiões ricas do país.

    A pobreza diminuiu consideravelmente. Em 2004, 63% da população era pobre. Em 2015, esse índice passou a 39%.

    LEIA A MATÉRIA COMPLETA: http://blogdecanhota.blogspot.com.br/2017/11/bolivia-grande-surpresa.html?m=1

    Responder

Jose Roberto Michel

14 de outubro de 2017 às 21h33

QUER SABER COMO FUNCIONA A MÍDIA PODRE (GLOBO, ETC)?
ASSISTA, NA NETFLIX, AO FILME MEXICANO “A DITADURA PERFEITA

Responder

ari

14 de outubro de 2017 às 18h17

Apenas para entender o porque de sua popularidade
Quando assumiu o poder pela primeira vez, apenas 20% dos bolivianos tinham acesso ao gás. 20% num país que é grande produtor e exportador.

Responder

Vitor

14 de outubro de 2017 às 16h13

Daqui a pouco algum imbecil hipócrita vai falar que Evo Morales é outro democrata…

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

14 de outubro de 2017 às 15h57

Bah, se o Morales ganhar os coxinhas vão enlouquecer. Além dos brasileiros e venezuelanos, os bolivianos também não sabem votar. COMUNISTAS!

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?