Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Anunciada a candidatura de Maduro a reeleição em 2018

Por Tulio Ribeiro

30 de novembro de 2017 : 02h58

(crédito imagem: VTV)
Coube ao vice-presidente da Venezuela o anuncio da candidatura de Nicolás Maduro Moros pela reeleição em 2018.

¨Uma grande vitória, já estamos nos preparando, já temos 18 governadores, vamos ter mais uma grande vitória para prefeituras(10/12), temos a Assembleia Constituinte e vamos ter, por meio de Deus e do povo, a reeleição do irmão Nicolás Maduro como presidente da República. Declarou Tareck El Aissami durante o encontro do PSUV no estado de Aragua.

O vice-presidente ainda condenou o golpismo da oposição que tenta boicotar as próximas eleições municipais e ainda solicitam sanções contra seu próprio país:

¨É uma grande ofensiva frente o golpismo, frente a violência terrorista e guarimbera, ante a guerra econômica, ante a perseguição financeira, ante as sanções de Trump. Vamos vencer a oposição que chama o boicote a eleição municipal de 10 de dezembro como tentaram impedir em 30 de julho a Assembleia Constituinte .¨

Tulio Ribeiro

Túlio Ribeiro é graduado em Ciências econômicas pela UFBA,pós graduado em História Contemporânea pela IUPERJ,Mestre em História Social pela USS-RJ e doutorando em ¨Ciências para Desarrollo Estrategico¨ pela UBV de Caracas -Venezuela

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

leonardo-pe

02 de dezembro de 2017 às 23h25

Maduro é FAVOROTISSIMO PARA SER REELEITO! simples. enquanto isso aqui no brasil, o Lula será RIFADO pelo TSE e TRF-4(Porto Alegre).alkimin será nosso presidente e o brasil estará humilhado e destruído em 2 anos com alkimin

Responder

Nazario Bento

01 de dezembro de 2017 às 20h25

No começo do governo do MADURO, logo depois que o COMANDANTE CHÁVEZ faleceu, já o carimbaram como uma figura menor, sem brilho e nem força de estadista. Rsrsrsrsrsr! Aí está um líder realmente forte e corajoso, capaz de encarar os canalhas genocidas do norte e seus capachos do sul, ir pra cima de procuradora golpista, prender golpistas e negociar com a China sem a interferência da fraude conhecida como dólar. Contra todos os golpistas internos e externos promoveu a Assembleia Constituinte e deu uma surra histórica nos golpistas na últimas eleições para governadores. Se a Dilma tivesse agido somente 10% de como ele agiu certamente o BRASIL não estaria sendo esfacelado pela quadrilha que assaltou o poder.

Responder

Nelson

01 de dezembro de 2017 às 16h18

Viva o povo venezuelano. Viva a Venezuela.

Viva Martí, Bolívar, Che, Fidel, Luther King, Rosa Parks, Almirante Negro.
Viva a todos os lutadores e a todas as lutadoras.

Abaixo os imperialistas e sua “corja de assassinos, covardes, estupradores e ladrões” [*].

* Da magistral “Perfeição”, do inesquecível Renato Russo.

Responder

Giovanni Brasil

30 de novembro de 2017 às 21h15

Em time que está ganhando não se mexe.
SQN

Responder

    leonardo-pe

    02 de dezembro de 2017 às 23h23

    só que SIM. em time que está ganhando não se mexe.

    Responder

João Carlos AGDM

30 de novembro de 2017 às 10h45

É de dar inveja…….
Anularam as Globo de lá ………………..
Dentro em pouco a Venezuela terá padrão de vida que vai trazer de volta todos que foram embora por causa do caos promovido pelos sabotadores econômicos (nativos e estrangeiros) que quase destruíram o pais.

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade