Vila Militar do Chaves (Adnet satiriza Bolsonaro)

Putin fica até 2024, confira os dados

Por Tulio Ribeiro

08 de dezembro de 2017 : 03h50

O presidente russo pretende entrar no clube dos líderes mundiais que governaram seus países por mais de duas décadas, ele já tem 6683 dias administrando o país, somente Stalin esteve mais tempo no poder. Num encontro de trabalhadores na cidade Nijni Novgorov no oeste do país, Putin anunciou:

“A Rússia vai seguir pra frente e nada vai parar esta nação nunca, provavelmente não há lugar nem melhor momento pra fazer este anúncio.”

Possuindo altos níveis de aprovação e uma oposição debilitada, Vladimir Putin provavelmente será eleito e governará até 2024. Ele devolveu o protagonismo a Rússia na geopolítica e levou os presidentes Barack Obama e Donald Trump a uma condição de segundo lugar dentro da política mundial. Mesmo os Estados Unidos sendo o maior PIB e maior força bélica do planeta, é Putin que assumiu o protagonismo do planeta.

O mandatário russo em seu governo negociou com quatro presidentes dos EUA, quatro primeiro-ministros britânicos e dois chanceleres alemães. Analise os dados destes 17 anos de governo e perceba a razão de que Putin se manterá no poder:

1)PIB
(2000) : 210 bilhões de dólares
(2017) : 1,469 trilhão de dólares

2) Renda Per capita
(2000) : Us$ 1432
(2017) : US$ 10242

3)Quanto do PIB em relação a dívida nacional
PIB/dívida(2000): 92%
PIB/dívida(2017): 17%

4)Desemprego
(2000):13%
(2017):5,4%

5)Inflação
(2000):36,5%
(2017): 4%

6)População
(2000):146,6 milhões de pessoas
(2017):142,2 milhões de pessoas

7)Percentual do PIB gasto com defesa
(2000): 3,5%
(2017): 5,3%

PS: Os dados referente a 2017 pesquisei junto ao Banco Mundial como expectativa.

Tulio Ribeiro

Flávio Túlio Ribeiro Silva é graduado em Ciências econômicas pela UFBA,pós graduado em História Contemporânea pela IUPERJ,Mestre em História Social pela USS-RJ e doutorando em ¨Ciências para Desarrollo Estrategico¨ pela UBV de Caracas -Venezuela

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

19 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Fabrício Barros

09 de dezembro de 2017 às 10h06

Corrija o dado da população, por favor. 146,35 milhões (146.375.619, sem a Crimeia é 144,46 milhões), estimativas de 2017.

Responder

Fyodor

08 de dezembro de 2017 às 23h12

Acho que um bilionário russo queria fechar um fabrica e deixar milhares desempregados, ou coisa parecida.
Putin classics. https://youtu.be/VjrlTMvirVo
Rússia não é para principiantes,

Responder

Cicero Magalhães

08 de dezembro de 2017 às 10h59

Tramp não vai protestar???

Responder

Baron

08 de dezembro de 2017 às 08h53

Lula foi eleito com os dólares de Muamar Kadafi.
A partir de 2007, segundo Antonio Palocci, ele passou a favorecer os negócios das empreiteiras do Petrolão na Líbia.
Em seus anexos, diz a Veja, Antonio Palocci contou que “o dinheiro que a Odebrecht acabou repassando a Lula era, em parte, uma retribuição à ajuda do ex-presidente para abrir o mercado líbio à empreiteira”.
Lula era o Amigo do departamento de propinas da Odebrecht. Ele era também “amigo e irmão” de Muamar Kadafi, como ele próprio definiu.
Amigo do meu amigo, meu amigo é.

Responder

    jorge gustavo

    08 de dezembro de 2017 às 14h24

    tadinho

    Responder

    José Ponte

    08 de dezembro de 2017 às 16h19

    Quem acredita na veja acredita até nas historinhas do titio Palocci.

    Responder

    Pedro Cândido Aguarrara

    08 de dezembro de 2017 às 23h20

    Precisa provar isso? Não? Basta um PoowerPoint? Pode fazer assim com você também? Ou quando for com você vai ter que que comprovar tudo direitinho?

    Responder

    Mordaz

    08 de dezembro de 2017 às 23h54

    Ué? O Lula não foi financiado por Cuba? rsrsrs

    Responder

Moacir Comunian

08 de dezembro de 2017 às 08h36

Há um velho ditado que diz “Em time que está ganhando não se mexe”. Espero que o Putin ganhe
novamente o direito de conduzir esta grande nação, inda mais agora que o mundo caminha a passos
largos para um colapso econômico – financeiro o que certamente será mascarado com um eminente
conflito nuclear que está a se desenhar no horizonte… A Rússia hoje é o fiel da balança que impede
os EUA de colocar uma téssera em cada cidadão que ouse pensar por si mesmo. Avante Putin, vença
estas eleições para o bem de todos nós que vivemos neste belo planeta a que chamamos de Terra,
e que Deus o abençoe grandemente nesta árdua empreitada de conduzir seu povo.

Responder

Isabel Luck

08 de dezembro de 2017 às 10h35

Mel Luke

Responder

Cid Mattos

08 de dezembro de 2017 às 09h12

Não vejo ninguém falar distituir do governo, muito menos chama de DITADOR vai………

Responder

Ricardo

08 de dezembro de 2017 às 06h09

Eu acho errado um governante se manter por mais do que 8 anos no comando de um país.

Há de se ter a alternância do poder sempre.

“Fraldas e políticos tem que ser trocados de tempos em tempos, e pelo mesmo motivo.” Eça de Queirós

Responder

    Carlos de Souza

    08 de dezembro de 2017 às 08h30

    Ricardo, usando a lógica do futebol: em time que está ganhando não se mexe, ou você já combinou com os russos, essa mudanca…..
    Os números expressam a razão da manutenção do governo.
    Aqui “combinaram” com os brasileiros…..deu essa m. que tá aí……

    Responder

      Ricardo

      08 de dezembro de 2017 às 12h48

      Carlos, a manutenção de um grupo no poder por muito tempo acaba ficando viciada, acomodada, e normalmente se corrompendo.

      E eu não acredito nessa estória do “time que está ganhando não se mexe”. Eu sou da máxima que diz “sempre dá para melhorar”.

      Provavelmente a Rússia estaria crescendo ainda mais, se houvesse troca do poder.

      Responder

        jorge gustavo

        08 de dezembro de 2017 às 14h25

        O estado de São Paulo então está muito viciado

        Responder

        Pedro Cândido Aguarrara

        08 de dezembro de 2017 às 23h25

        Errado. Na Rússia é o progressismo da antiga KGB e o fascismo do antigo Partido Comunista. Na Rússia mudar para o fascismo seria um desastre.

        Cada caso é um caso.

        Responder

    Pedro Cândido Aguarrara

    08 de dezembro de 2017 às 23h22

    Errado. Quem decide é o povo. Mais adiante se der errado o povo é o responsável.

    Responder

Otávio Valente Ruivo

08 de dezembro de 2017 às 07h47

A Esquerda brasileira tem muito a aprender com o Putin…

Responder

Ricardo Slv

08 de dezembro de 2017 às 07h23

A diferença!! O cara é estadista

Responder

Deixe uma resposta