Vila Militar do Chaves (Adnet satiriza Bolsonaro)

Sebastián Piñera é o novo presidente do Chile. Guillier felicita o vencedor

Por Tulio Ribeiro

17 de dezembro de 2017 : 20h01

O cafezinho fornece atualizado os números da contagem pra presidente no país andino.

A disputa ocorre entre ex-presidente Sebastian Piñera e o senador Guillier

A apuração da eleição presidencial no Chile aponta:

2017/presidente

Computadas 100 % das mesas

Participação : 49%

Alejandro Guillier 45,43 %

sebastien Piñera : 54,57 %

Tulio Ribeiro

Flávio Túlio Ribeiro Silva é graduado em Ciências econômicas pela UFBA,pós graduado em História Contemporânea pela IUPERJ,Mestre em História Social pela USS-RJ e doutorando em ¨Ciências para Desarrollo Estrategico¨ pela UBV de Caracas -Venezuela

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Mar

17 de dezembro de 2017 às 23h16

O cara é eleito para comandar um país com 54,58% de apenas 47,04% de participação popular na eleição?! Ou seja, menos da metade da população foi votar. O problema é que a população que se beneficiaria com a política de esquerda, não vai votar e acaba dando a vitória para direita. Depois fica chorando pitanga. Aff!
Amanhã o PIG vai ficar que nem pinto no lixo comemorando a vitória da direita no Chile, coisa do tipo: Com vitória esmagadora …..
Se preparem para voltar a assistir os confrontos de rua no Chile a partir do ano que vem. A demora só o Piñera começar a descer o sarrafo nos direitos do povo.

Responder

Antonio Passos

17 de dezembro de 2017 às 22h15

Não existe futuro para a América Latina, enquanto o sistema midiático imperialista não for DESTRUÍDO.

Responder

Heber Valle

17 de dezembro de 2017 às 23h52

VIVA A DEMOCRACIA. A ESQUERDA TOMOU FERRO.

Responder

Cabo

17 de dezembro de 2017 às 21h50

Os bilionários com uma vida luxuosa querendo determinar o destino dos países da América do Sul. Isso vai dar merda!

Responder

jose carlos vieira filho

17 de dezembro de 2017 às 21h19

Bye Bye, Chile!

Responder

Rudmar Luiz Pereira dos Santos

17 de dezembro de 2017 às 21h01

A falaciosa terceira via dá nisso!!!!! Retorno do neoliberalismo à la pinochet & chigaco boys (em minúsculo mesmo)!!!

Responder

Loco

17 de dezembro de 2017 às 20h46

E a mídia golpista brasileira com manchetes dizendo que os outsiders faziam sucesso no Chile, como se ambos dos candidatos não fossem políticos….
CNN espanhol dava notícia em primeira mão com muita alegria..

Responder

Deixe uma resposta