Lançamento do livro “Lawfare: uma introdução”, com Lula

Vídeo: Jornalista americano desmascara Sergio Moro

Por Miguel do Rosário

18 de dezembro de 2017 : 09h11

Enquanto a mídia brasileira tenta, desesperadamente, abafar as implicações dos documentos apresentados por Rodrigo Tacla Duran à CPI da JBS, um jornalista norte-americano relata os fatos de maneira simples e objetiva.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

18 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Nahum Pereira

19 de dezembro de 2017 às 01h02

Parabéns pela luta! Sobre o vídeo, parece-me ser da maior importância identificar: (1) nome do jornalista; (2) em que canal de TV ou outra mídia foi veiculado e em que data. Nós, da esquerda, precisamos ter tudo muito claro, ao contrário da mídia podre, na qual muita gente acredita sem o menor senso crítico.

Responder

Ana Veronica Miyasaka

18 de dezembro de 2017 às 18h12

ENQUANTO ISSO ESTÃO BRINCANDO DE SER OU NÃO SER COM OS RECIBOS DE ALUGUEL DO LULA, SÃO FALSOS ??? OU SÃO VERDADEIROS???

Responder

Myriam Saldanha

18 de dezembro de 2017 às 15h15

Quem é esse jornalista, de que jornal? Longa história, nem tão objetivo assim.

Responder

Whatszap

18 de dezembro de 2017 às 12h46

O mundo inteiro deve estar sabendo da farsa do golpe de estado.
Mas parte da população brasileira, ainda sem acesso a informação, ainda segue a rotina implacável de imbecilização do PIG.

Responder

J Fernando

18 de dezembro de 2017 às 12h19

Lá pelo meio do vídeo Bolsonaro é identificado na legenda como JAIRO Bolsonaro.
O vídeo vai perder muita credibilidade com erros primários deste tipo.
Apesar da crítica correta, não deveria ter dito que Bolsonaro é um “neo-facista” e não sei se é a tradução literal do que foi dito. Porém, é muito melhor “extrema direita” do que “neo-facista”.
Como tenho pessoas do círculo familiar que votarão em Bolsonaro, essa denominação vai afastá-los do debate, bem como a identificação errada do Bolsonaro, o que me impede de compartilhá-lo nas redes sociais.
Uma pena, pois o vídeo é bom.

Responder

    Pedro Cândido Aguarrara

    18 de dezembro de 2017 às 15h24

    Você é muito cheio de “pruridos anais”. Vá ali no banheiro, dê uma coçadinha e volte tá???

    É o cúmulo da babaquice num país de MERDA como esse nosso, com um povo feito de COCÔ como o nosso
    a gente ainda ter que ficar aturando tanta frescura!!

    Responder

      J Fernando

      19 de dezembro de 2017 às 12h12

      Eu fui educado e apontei erros NO VÍDEO. E você vem me acusar de frescuras?
      Em nenhum momento eu disse que as acusações eram falsas.
      Se você acredita que vai vencer debate COM PESSOAS PRÓXIMAS da forma como você me respondeu, você está enganado. Você perde no ato, sua resposta só tornará os fãs de Bolsonaro mais fãs ainda de Bolsonaro. O seu tipo de resposta é para internet, onde estamos longe um do outro. Pessoas próximas vão rir ao notar que Jair Bolsonaro está identificado como Jairo Bolsonaro (e vão dizer que a pessoa do vídeo em questão nem sabe o nome certo do deputado).
      Se sua resposta fosse pessoal, se estivesse debatendo comigo, eu o deixaria falando sozinho.
      Minhas observações foram para quem editou vídeo e legendas CORRIGISSE os erros apontados.

      Responder

        Miguel do Rosário

        19 de dezembro de 2017 às 13h04

        J Fernando, o erro é realmente insignificante. Jair ou Jairo, qual a diferença? Mas concordo contigo que o debate não precisa ser agressivo.

        Responder

Rose Cabral

18 de dezembro de 2017 às 13h29

Amei ! Globo lixo não mostra… mais aqui no face, nas mídias do mundo MOSTRA COM VIDEO…CLIK E LEIA!

Responder

Duda Moreira

18 de dezembro de 2017 às 13h00

Justiça para esses injustos e bandidos!

Responder

Rosa Maria de Miranda

18 de dezembro de 2017 às 12h42

Responder

Maria Carolina Brunow

18 de dezembro de 2017 às 12h33

Por que não querem ouvir Tacla Duran?

Responder

Mar

18 de dezembro de 2017 às 10h17

Fulaninho pensou que ia deitar e rolar e não teria consequências? Pousou de herói e pensou que o sistema não iria descartá-lo na primeira pisada de bola dele? Olha o estrago que ele ajudou a colocar nosso país! Vai ficar por isso mesmo? E o STF que endossa tudo que ele faz? Como fica? Eles tem que responder também.

Responder

    luiz carlos

    18 de dezembro de 2017 às 16h51

    O senador Romerá Jucá respodeu sua indagação muito antes da pergunta: “com o judiciário, MP as FA’s, com tudo…”!

    Responder

Anna Maria

18 de dezembro de 2017 às 12h12

O MAR DE LAMA DA LAVA-JATO
Tudo muda de figura com o depoimento do ex-advogado das empreiteiras Odebrecht e UCT Rodrigo Tacla Durán à CPI da JBS. As denúncias do advogado lançam sobre os integrantes da Operação uma imensa sombra de dúvida e suspeita de que os seus objetivos eram não exclusivamente políticos, mas também voltados para a aquisição de vantagens pessoais da mais variada espécie.(…) O “mar de lama”, metáfora para a suposta corrupção das esquerdas e das lideranças populares, de Getúlio Vargas a Lula, parece recair sem dó sobre a Lava-Jato. (…)” (Rogério Dultra dos Santos)

Responder

Cristiane d'Avila

18 de dezembro de 2017 às 11h32

Carlos Castro, Fabienne Petitinga de Paiva, Rodrigo d’Avila

Responder

Vanessa Pbh

18 de dezembro de 2017 às 11h26

Danielle Rochael

Responder

Deixe uma resposta