Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Coincidências

Por Pedro Breier

05 de julho de 2018 : 18h14

Por Pedro Breier

A teoria de que os Estados Unidos da América atuaram ativamente na implantação e sustentação das ditaduras que assombraram a América Latina no século XX deixou de ser uma teoria faz muito tempo, dadas as evidências disponíveis sobre o assunto.

Leia, a título de exemplo, esta matéria de 2007 – da insuspeita IstoÉ – sobre a participação dos EUA no golpe de 64. Os detalhes da participação do Tio Sam na organização das Marchas da Família com Deus Pela Liberdade – as micaretas coxinhas de antigamente – foram fornecidos pelo próprio governo americano, por meio de documentos secretos desclassificados.

O tempo passou e o custo político de bancar golpes militares – e seus costumeiros tanques nas ruas, perseguições, torturas e mortes de opositores – foi ficando cada vez maior. Isso se deve à globalização, à instantaneidade das comunicações proporcionada pela internet e à evolução de consciência da humanidade, traumatizada com as guerras e ditaduras sangrentas tão tristemente corriqueiras na história da nossa espécie.

Os EUA passaram, então, a adotar outro tipo de tática – mais limpinha, digamos assim – para interferir em governos ao redor do planeta, sempre visando manter a sua hegemonia política, econômica e ideológica. Trata-se da guerra híbrida.

O golpe de 2016 no Brasil é um belo exemplo deste novo tipo de guerra, caracterizado por métodos não convencionais de interferência política. A manipulação da opinião pública, expediente largamente utilizado em 64, sofisticou-se, apesar de manter o foco no mesmo anticomunismo tosco – e agora absolutamente anacrônico – do século passado. Já os militares foram substituídos pelo Judiciário, poder historicamente antidemocrático, conservador e subserviente ao capital, para que haja um certo verniz de legalidade sobre as ações autoritárias. A Justiça, sob a proteção dos oligopólios de mídia, tem carta branca para perseguir os líderes políticos que desagradam o império, distorcendo à vontade a Constituição e as leis do país.

A perseguição judicial a três ex-presidentes latino-americanos do campo da esquerda insere-se neste contexto de sofisticação das estratégias imperialistas dos EUA.

Lula está preso sem provas para que não possa participar da próxima eleição presidencial brasileira.

Cristina Kirchner e agora também Rafael Correa, que também pretendem candidatar-se novamente para a presidência, tiveram ordens de prisão expedidas contra si pelos sistemas de justiça da Argentina e do Equador, respectivamente.

Diante dos fatos históricos e da simples lógica – é evidente que não cessaria, de uma hora para a outra, a fome de poder dos EUA, o império dos nossos tempos -, fica claro que a perseguição a Lula, Correa e Kirchner é parte da nova ofensiva do imperialismo sobre a América do Sul.

Você pode, entretanto, acreditar que tudo não passa de uma grande coincidência, que são apenas políticos corruptos – todos de esquerda e não alinhados aos EUA, coincidentemente – sendo enquadrados pelo imaculado Judiciário de seus países. A cegueira ideológica e a desonestidade intelectual não são, felizmente, consideradas crimes.

Em tempo: a sofisticação dos métodos imperialistas às vezes não é suficiente para arrefecer o gostinho por dinheiro, poder e sangue do império do norte, como demonstram, por exemplo, a guerra do Iraque, empreendida contra toda a opinião pública mundial e sob uma desculpa que provou-se ser, de fato, apenas uma desculpa, e a recentíssima notícia de que Trump sugeriu diversas vezes – uma delas em púbico – que os EUA invadissem militarmente a Venezuela.

A Venezuela, aliás, é outro país rico em petróleo, assim como o Iraque, a Líbia e o Brasil. Se você quiser acreditar que é apenas mais uma coincidência, fique à vontade.

 

 

 

 

Pedro Breier

Pedro Breier nasceu no Rio Grande do Sul e hoje vive em São Paulo. É formado em direito e escreve n'O Cafezinho desde 2016, sendo atualmente um dos editores do blog.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

21 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Lucy

07 de julho de 2018 às 17h27

OS COMENTÁRIOS NESSE SITE MOSTRAM UMA QUASE FALTA DE INFORMAÇÃO DE PESSOAS DA CLASSE MÉDIA SOBRE ESSE TEMA DA GEOPOLÍTICA DO PETRÓLEO E A IMPORTÂNCIA DAS INDÚSTRIAS PETROQUÍMICAS NO MUNDO MODERNO (SEIS MIL PRODUTOS QUE USAMOS EM CASA E NOS ESCRITÓRIOS, COMÉRCIO, INDÚSTRIAS, ETC, SÃO FEITOS DE PETRÓLEO: PLÁSTICOS, ELASTÔMEROS, BORRACHAS SINTÉTICAS, FERTILIZANTES, POLÍMEROS, ETC)

Não é a toa que a CIA, os serviços secretos dos governos em países desenvolvidos (todos dependentes do petróleo já muito escasso no planeta) criaram esse diabólico plano de guerras, golpes militares, financiamento do terrorismo (CIA), guerras civis, golpes judiciários para obter a posse do ouro negro, todos os golpes e conflitos fomentados pela CIA e pelos ILUMINATTIS (SHELL, ESSO, CREVRON) representam os interesses do império anglo americano pelo petróleo.
No mundo atual 80% dos campos petrolíferos são campos maduros e em acentuado declínio da produção, essa é a regra natural da geologia, os campos petrolíferos após 40 a 50 anos entram em forte declínio e isso explica porque os países do império anglo americano financiaram o terrorismo no Afeganistão, as guerras do petróleo desde 1955 quando ocorreram os primeiros conflitos no Canal de Suez e as guerras do Irã e Iraque na batalha insana pelas reservas petrolíferas no norte do Iraque em KIRKUK e em MOSSUL E MAJNOON que justificaram os planos da CIA para fomentar guerras no Oriente Médio e mas recentemente a descoberta de campos gigantes de petróleo e gás natural na Síria na bacia do Chat El Arab e em RAAQ justificaram o início da guerra sangrenta e o despovoamento da Síria desde 2011. A segunda guerra do petrólo no Iraque (2003-2013) causou morte de hum milhão de iraquianos e 50 mil soltados da coalizão (França, Itália, Alemanha e Japão TODOS dependentes do petróleo iraquiano)
O Petróleo é ainda a principal fonte de energia no planeta e a ignorância da população é tamanha que boa parte da população desconhece para que serve o petróleo. O petróleo serve como matéria prima não só para fabricar combustíveis mas também seus derivados (nafta petroquímica) servem para fabricar SEIS MIL PRODUTOS usados no nosso dia a dia: plásticos, polímeros, elastômeros, fertilizantes, borrachas, fertilizantes, uma lista que perde de vista se observamos os utensílios ao nosso redor no escritório, residência, comércio e indústria.

Responder

Lucy

07 de julho de 2018 às 16h19

O GOLPE JUDICIÁRIO PLANEJADO PELA CIA, MULTINACIONAIS E AS PETROLÍFERAS VINGOU NAS REPÚBLICAS DAS BANANAS BRASIL, PARAGUAI E HONDURAS MAS FRACASSOU NA MALÁSIA E TURQUIA. OS ALVOS NA TURQUIA E NA MALÁSIA TAMBÉM FORAM AS RESERVAS GIGANTES DE PETRÓLEO, OS ILUMINATTIS ROCKEFELLER (EXXON MOBIL E CHEVRON) E OS ROTSCHILD (SHELL) TAMBÉM REMUNERARAM UM QUADRILHÃO DE POLÍTICOS TURCOS E MALÁSIOS LESA PÁTRIAS MAS OS PRIMEIROS MINISTROS ERDOGAN E MAHATIR REAGIRAM MUITO RÁPIDO PRENDENDO 2.745 JUÍZES E POLÍTICOS ENTREGUISTAS E LESA PÁTRIA DO QUADRILHÃO DO GOLPE, UM DESFECHO MUITO DIFERENTE DO BRASIL QUE FOI TOTALMENTE GOLPEADO, COLONIZADO E SE TRANSFORMOU NUMA REPÚBLICA DAS BANANAS, OS GOLPISTAS CORRUPTOS DO0 QUADRILHÃO DE TEMER E OS ENTREGUISTAS DAS PRIVATARIAS TUCANAS DO QUADRILHÃO DE FHC RECEBERAM PROPINAS MILIONÁRIAS PARA TRANSFORMAR O PAÍS NUMA COLÔNIA EXPORTADORA DE BANANAS.

https://exame.abril.com.br/mundo/autoridades-turcas-ordenam-prisao-de-2-745-juizes-e-promotores-apos-golpe/

Responder

Jardel

06 de julho de 2018 às 18h33

LULA LIVRE!

Responder

Badaró

06 de julho de 2018 às 14h24

Na foto com Lula ainda falta Olanta Humala, ex-presidente do Peru, que está preso. Falta Maurício funes, ex-presidente de El Salvador e sua mulher, Vanda Pignato, brasileira e petista, que também estão presos.
Quando prenderem Evo e Maduro, a foto deverá ser tirada de uma câmera com lente bem grande pra caber todos os corruptos presos.

Responder

    Miguel do Rosário

    07 de julho de 2018 às 07h26

    Não são corruptos. Corruptos são, na maioria das vezes, os meganhas que os prendem.

    Responder

Mané

06 de julho de 2018 às 12h01

É o império . Qualquer que seja ,sempre foi assim, o dominío tem que ser total e absoluto . Esmagar ,triturar ,e implantar a sua cultura ,e dependência econômica . Quem domina a Energia e a Informação ,domina o mundo , sabemos disso . Cabe a nós brasileiros ,lutar contra a opressão .
Não vejo outro candidato ,a não ser o Lula que detenha prestígio ,poder de negociação ,e defesa do nossa patrimônio .
Sem ele ,voltamos a estaca zero . Meu voto já está definido ; NULO !!!

Responder

Thiago Melo Teixeira

06 de julho de 2018 às 09h29

Coincidência é a mania da esquerda latina em querer agradar a direita e fazer pose para a mídia burguesa, espero que aprendam como um líder revolucionário deve governar. Quem não caiu? Putin, Kin Jon Un, Partido Comunista Cubano. Porque? Porque não abriram as portas para o Imperialismo.

Responder

Oliveira

06 de julho de 2018 às 08h51

JAIR BRASIL né! Acho que você se equivocou até no nome. Deveria ser jairzinho colonia dos EUA. Vai gostar de ser imbecil assim lá nas terras do tio San! Faça me o favor! Lula livre já!

Responder

cunha e silva ,

06 de julho de 2018 às 08h51

Esse post ficaria muito bem colocado no globo ,Uol , Época , Isto é , e na folha . Estadão . O texto , parte dele também . O que não faz um eleitor do Ciro .

Responder

    Miguel do Rosário

    06 de julho de 2018 às 09h31

    ??? você está comentando esse post mesmo?

    Responder

    Thiago Melo Teixeira

    06 de julho de 2018 às 11h46

    Esse negócio duma parcela pessoas intolerantes ficar dando alfinetadas no Miguel com esse papinho de Ciro Gomes, já deu no saco. Verifiquem o histórico deste jornalista antes de cometerem injustiças.

    Responder

fabio Lima

05 de julho de 2018 às 21h04

“fica claro que a perseguição a Lula, Correa e Kirchner é parte da nova ofensiva do imperialismo “. Nossa, a justiça de cada país condena e prende seus nacionais corruptos, e a culpa é dos EUA. Nossa, quanto complexo de vira-latas !

Responder

    Curió

    06 de julho de 2018 às 09h11

    Complexo de vira-latas é exatamente achar que os USA são melhores do que nós moralmente. Que lá não existe corrupção. Que a corrupção é só a do Estado e não a do Mercado. Segundo nosso grande Jesse de Souza.
    Quanto ao artigo é esclarecedor, simples de entender. Parabéns.

    Responder

      fabio Lima

      06 de julho de 2018 às 20h05

      Não me preocupo com a corrupção nos EUA, mas no Brasil , onde nasci e resido. Também não me preocupo com a corrupção no setor privado, pois trabalho e ganho dinheiro no setor público. O particular tem todo o direito de tentar corromper; o setor público é que não tem direito de corromper , o que acontece na grande maioria das vezes, ou de ser corrompido, mas admito que há gente , os petistas, que não sabe viver sem uma corrupção!

      Responder

JAIR BRASIL

05 de julho de 2018 às 20h52

KKKK
NÓIA..
SEMPRE ESSE PAPINHO DE PETROLEO .. DE ESTATAL..
GENTE NOJENTA .. VAI TRABALHAR.
ESSE PAIS É CAPITALISTA É QUEM NÃO É QUE DEIXE O ..
OU SOFRA NA MAO DA DIREITA PESADONA..

O FUTURO É CARRO ELETRICO OU A ETANOL..
PETROLEO TEM QUE VENDER P EXPLORAREM ..
A PETROBRAS É DOS INVESTIDORES… A UNICAO É DONA DE MENOS DA METADE..

BOLSONARO IRA RESOLVER ISSO..
PRIVATIZANDO ABSOLUTAMENTE TUDO.

Responder

    Miguel do Rosário

    06 de julho de 2018 às 05h07

    Petróleo não é só combustível, Jair. São milhares de subprodutos estratégicos. A privatização faz com que o dinheiro e os empregos sejam gerados apenas lá fora, não no Brasil.

    Responder

      MARCIO MARCONATO DE CARVALHO

      06 de julho de 2018 às 09h34

      Miguel, não se dê ao trabalho de responder essa gente que serve melhor à humanidade como adubo.

      Responder

    Marcelo Abb

    06 de julho de 2018 às 08h06

    Vai estudar, camarada.

    Que tal ler “O Petróleo”, de Daniel Yergin?

    Nele você entenderá a importância histórica e estratégica deste combustível fóssil.

    Privatizar não resolve nada.

    19 das 25 maiores empresas de petróleo do mundo são estatais.

    As outras formam praticamente um cartel, das antigas “7 Irmãs”, que servem aos interesses dos estados unidos.

    Vai estudar a história da ExxonMobil (antiga Standard Oil), BP, Shell, etc. Vai ver aonde estas empresas estão operando, vai ver quem perfura poços no oriente médio, vai ver a magnitude das reservas por lá.

    Vai ver quanto o americano consome e refina de petróleo por dia, e o quanto eles produzem.

    Responder

    Hairy Heart

    06 de julho de 2018 às 10h02

    Filho… Lutar para que a Petrobrás e o nosso petróleo NÃO sejam privatizados é essencialmente um interesse CAPITALISTA dos verdadeiros patriotas, pois petróleo e seus subprodutos significa MUITO DINHEIRO para o Brasil !!!
    .
    Consegue entender isso ???
    Ou ainda está quixotescamente lutando contra um “comunismo” imaginário e malvadão, que só serviu para alienar a classe média quanto aos verdadeiros inimigos da soberania nacional ???

    Responder

      euclides de oliveira pinto neto

      07 de julho de 2018 às 12h26

      A Noruega possui um fundo soberano, utilizado para custear a saúde, educação e previdencia social de seus cidadãos. As grandes empresas de lá, vinculadas às atividades estratégicas (petróleo e gás, telecomunicações, serviços públicos) são todas estatais. E não possui regime político comunista !!!

      Responder

Perez Salvador

05 de julho de 2018 às 19h26

Fascinante.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?